Propaganda

Autoimolação encenada na Praça da Paz Celestial

A “autoimolação” encenada na Praça da Paz Celestial (Tiananmen) – uma propaganda maciça do estratagema planejado para endemoninhar Falun Gong nas mentes das pessoas da China.

Contexto: no final de 2000 – um ano e meio depois do Partido Comunista Chinês (PCC) lançar a supressão ao Falun Gong – a campanha falhou em reunir apoio entre muitas das tropas do PCC. Então, Jiang Zemin, líder do PCC, viajou pelas províncias sulistas no início de 2000 esperando angariar mais apoio para a campanha entre os líderes locais. Enquanto isso, o apoio público mais amplo para a campanha havia diminuído. Em 23 de janeiro de 2001 alegou-se que cinco indivíduos atearam fogo em si mesmos na Praça Tiananmen em Pequim. A cena toda foi capturada em câmera de múltiplos ângulos. Apenas algumas horas depois do evento, a mídia controlada pelo Estado foi inundada com reportagens afirmando que os autoimoladores eram praticantes de Falun Gong. Essas reportagens incluíam cenas horrendas das vítimas retratando os ensinamentos de Falun Gong como diretamente responsáveis pela tragédia.

O problema: nas semanas seguintes ao evento uma riqueza de evidências desveladas (inclusive um artigo do Washington Post declarando que dois dos autoimoladores nunca praticaram Falun Gong) indicavam que todo o incidente fora encenado. Contudo, enquanto as pessoas dentro da China não tinham acesso a essa informação, a mídia chinesa controlada pelo Estado continuava uma campanha intensa para retratar os “autoimoladores” como praticantes de Falun Gong. Pessoas por toda a China trocaram o respeito e a simpatia que tinham por Falun Gong por fúria e ataques a prática. Crimes de ódio mirando praticantes de Falun Gong cresceram e o PCC intensificou essa perseguição com mais prisões, tortura, assassinato e extração forçada de órgãos.

Por que isso importa: Havia cerca de setenta a cem milhões de pessoas praticando Falun Gong na China, por volta de 1999 a disciplina tradicional era basicamente um nome familiar e de respeito. Contudo, a “autoimolação” encenada mudou tudo isso e até hoje permanece o único fator mais influente em reunir repulsa e ódio por Falun Gong entre o povo chinês. A resultante apatia ou hostilidade em relação ao Falun Gong na China facilitou grandemente a tentativa do regime de erradicar a prática e é uma das principais causas dos milhares de relatos de abuso e tortura.

ANÁLISE CHAVE

Fogo Falso (vídeo)

Esse é o documentário autêntico sobre os pontos suspeitos do incidente da “autoimolação” encenada. Ganhou um prêmio honorário no 51o. Festival de filme Internacional da Colômbia por sua abordagem analítica e exposição do evento trágico.

EVIDÊNCIA INDICA QUE A “AUTOIMOLAÇÃO” FOI ENCENADA

Análise: 54 fatos que revelam como a “autoimolação” na Praça Tiananmen foi, na verdade, encenada com o propósito de fazer propaganda.

Mais artigos sobre a “autoimolação” encenada

Ver história completa »

Autoimolação encenada

Video

Vídeo: Entre a vida e a morte

Video

© Copyright Minghui.org 1999-2017