Perseguição

Tortura

Na China moderna sob o domínio do Partido Comunista, a tortura é um componente de rotina para aplicação da lei e punição. De fato, nos livros existem leis que proíbem a tortura, mas estas apenas existem em sua maior parte para criar uma fachada de civilização e “Estado de Direito” para o benefício do ocidente.

Qualquer um que seja preso na China por qualquer motivo esta sob risco de ser torturado (sendo o espancamento a forma mais comum), mas aquelas vítimas que correm maior risco são os indivíduos, como os praticantes de Falun Gong, que foram declarados inimigos do Estado. Quando Jiang Zemin emitiu o seu famoso decreto: “Não é um crime bater em um praticante de Falun Gong até a morte. Se um praticante de Falun Gong for espancado até a morte, isto é considerado como suicídio”. A polícia sabia o que era para ser feito. Jiang deixou claro para todos que nenhum abuso de força contra qualquer praticante de Falun Gong seria considerado extremo demais, e nenhum abuso seria punido.

Esta seção mostra principalmente casos de praticantes de Falun Gong sendo torturados durante os últimos 14 anos de perseguição. Para mais detalhes sobre os tipos específicos de torturas física e mental, comumente usados em delegacias de polícia da China, centros de detenção, prisões, campos de trabalhos forçados e instituições psiquiátricas, por favor, consulte os sub-menus nesta seção.

Ver história completa »

Artigos recentes

Autoimolação encenada

Video

Vídeo: Entre a vida e a morte

Video

© Copyright Minghui.org 1999-2017