(Minghui.net) Em 23 de janeiro de 2001, quando a senhorita Chen Guo, uma estudante universitária e sua mãe, sra. Hao Huijun, se incendiaram na Praça Tiananmen, elas não morreram. Mais de um ano depois, CCTV realizou uma entrevista exclusiva com Chen Guo. As pessoas perceberam que não tinham expressão facial porque seus músculos faciais se atrofiaram pelas queimaduras graves. Seus lábios haviam encolhido e, como resultado, ela não conseguia fechar a boca. Como a lente da câmera estava perto de seu rosto, a audiência podia ver o miserável estado desfigurado de Chen Guo.

O que a CCTV e a Agência de Notícias Xinhua não relataram é que Chen Guo e sua mãe foram mantidas sob prisão domiciliar no Beijiao Welfare Home na cidade de Kaifeng. Zhan Jingui, um oficial aposentado do Departamento de Polícia da Cidade de Kaifeng, é responsável por vigiar as duas. A polícia observa Chen Guo e sua mãe o tempo todo para evitar qualquer contato com o mundo exterior. Uma vez que a fraude da autoimolação é amplamente conhecida, a polícia revelou de forma privada que o governo está tentando cuidar das duas e não deixá-las morrer, para que elas possam ser usadas para atacar e desacreditar o Falun Gong.

Chen Guo, sua mãe e outros imoladores que estão sendo empurrados para o centro do palco pela mídia do Partido Comunista Chinês (PCC) são, obviamente, vítimas. Nós simpatizamos profundamente com todos os participantes da autoimolação, independentemente de seus motivos. O ponto chave é: quem orientou Chen Guo para cometer a autoimolação? Foi realmente o Falun Gong, como afirma a Agência de Notícias Xinhua ? Nos últimos 50 anos, a Agência de Notícias Xinhua usou habitualmente a técnica de propaganda de conceitos distorcidos para confundir o pensamento das pessoas. Agora, eles estão novamente vendendo a velha mentira sobre a autoimolação dentro e fora da China, e que o "Falun Gong diz às pessoas para se autoimolarem", uma "conclusão" que se encontra sem análise ou evidência. Esta conclusão é credível, como a Agência de Notícias Xinhua afirmou?

Philip Pan, um repórter do Washington Post, foi a Kaifeng, a cidade natal da imoladora Liu Chunling, para realizar uma investigação. Seus vizinhos disseram que nunca a viram praticar Falun Gong. Liu, que trabalhou em um bar, mudou-se para a província de Henan com sua mãe idosa e uma filha de 12 anos. Esta reportagem foi amplamente divulgada, e então a Agência de Notícias Xinhua teve que modificar suas reivindicações para apoiar suas mentiras. A0s 8 de fevereiro um artigo afirma, "Liu Chunling começou a praticar o Falun Gong depois do início da perseguição", e "ela praticava em casa para evitar ser vista por outras pessoas."

Com apenas um pouco de raciocínio, as pessoas podem ver do acima que Liu Chunling nunca foi praticante de Falun Gong. Como praticantes de Falun Gong, queremos perguntar: "Quem disse a Liu Chunling que se queimasse na Praça Tiananmen em nome do Falun Gong? Por que um militar a atingiu na parte de trás da cabeça com um objeto pesado e a matou durante a imolação ? "

Devido ao estrito bloqueio da informação do governo chinês, é difícil verificar se os autoimoladores que alegaram ser praticantes do Falun Gong já tinham aprendido Falun Gong. Não desejamos lançar conclusões mais específicas sem realizar uma investigação no local. Mas nós temos a mesma pergunta para Chen Guo e sua mãe: "Quem disse para você participar da autoimolação da Praça da Tiananmen?" Você pode encontrar qualquer "evidência de autoimolação" nos ensinamentos do Falun Gong, não palavras extraídas fora de contexto de algumas passagens, e nos dar uma visão clara?

Existem milhares de praticantes de Falun Gong na América do Norte, e a maioria de nós começou a praticar antes de 20 de julho de 1999. Estivemos esclarecendo a verdade na sociedade desde que a perseguição começou. Nós estudamos todos os ensinamentos do Mestre Li Hongzhi, mas nunca ocorreu a nenhum de nós nos ferir ou nos matar, ou nos incendiarmos. Sabemos de fato que seu comportamento extremista não pode ser atribuído a ensinamentos ou escritos do Falun Gong.

Existem milhões de praticantes de Falun Gong em Taiwan, China continental e outras partes do mundo. Por que, no passado e no presente, nenhum deles apoia a autoimolação?

Pelo contrário, todos os praticantes do Dafa sabem claramente que "desistir do apego à vida e à morte" significa desistir do medo da morte e poder entender a essência de fenômenos como a vida e a morte na sociedade humana. É uma questão de compreensão e não leva a cometer suicídio. Os livros do Falun Gong afirmam explicitamente que a matança e o suicídio são proibidos e explicam o porquê.

Quanto a "esclarecer a verdade", durante os últimos cinco anos, os praticantes do Falun Gong em todo o mundo esclareceram a verdade sobre a perseguição e o fato de que "Falun Dafa é bom". Nós fizemos isso para ajudar as pessoas enganadas pela propaganda do PCC terem uma compreensão positiva e objetiva do Falun Gong e, de fato, conseguimos o efeito de esclarecer a verdade. Se uma pessoa afirma ser um praticante de Falun Gong, por que ele ou ela faria algo que todos os praticantes de Falun Gong ao redor do mundo se opõem firmemente e que agrada aos perseguidores, Jiang Zemin e Luo Gan? O resultado da autoimolação causou o mal-entendido e a inimizade do público em relação ao Falun Gong. Como eles podem explicar esse resultado? Os autoimoladores podem explicar de forma claramente lógica como o que eles fizeram foi o resultado dos ensinamentos do Falun Gong?

De outra perspectiva, como muitas pessoas sabem, os monges nos templos devem seguir estritamente o decreto "sem matar". Se um monge mata uma vida, ele será expulso do templo. Se depois do assassinato ele diz às pessoas: "Eu costumava ser um monge neste templo e posso recitar algumas escrituras budistas", então é suficiente para fazer uma afirmação de que a monge superior do templo lhe disse que matasse?

Nós pensamos que isto é importante para determinar qual é o problema mais crítico que requer verificação. Se Chen Guo e Hao Huijun leram livros do Falun Gong não é o que é importante. O ponto focal de nossas perguntas deve ser a afirmação da Agência de Notícias da Xinhua de que o Falun Gong orientou Chen Guo a cometer a autoimolação. Uma vez que a autoimolação foi encenada em janeiro de 2001, tudo o que vimos e ouvimos foram coisas fora do contexto dos ensinamentos de Falun Gong. Não vimos uma evidência sólida ou um fato que apoie a afirmação de que o Falun Gong ensina as pessoas a se autoimolarem.