(Minghui.org) (Continuação da parte 2)

11. Apenas realizar o estudo do Fa de forma automática

Alguns colegas praticantes passam todos os dias muito tempo a estudar, a ouvir e a memorizar o Fa. Alguns até já memorizaram o livro inteiro do Zhuan Falun. Alguns invejam esses praticantes e acreditam que estão a estudar bem o Fa. Conheci vários deles que estavam a passar por um carma de doença de longa duração. Eles não sabiam onde estava o problema.

O Mestre disse no Zhuan Falun:

"Sakyamuni disse que uma pessoa, para poder reverberar o paraíso do caminho no qual ela cultiva, precisa recitar as escrituras com um coração reto e com plena atenção."

Se puder ler e memorizar o Fa dessa forma, é bom e haverá mudanças dentro e fora do próprio corpo e do mundo cultivado. Quanto mais se pode ter uma mente integrada, tanto maior será a mudança. Muitos praticantes podem não ser capazes de ver as mudanças noutras dimensões e, assim, não podem experimentar a alegria de estudar o Fa. No entanto, se perseverarem no estudo do Fa, ainda podem alcançar a Consumação através da iluminação.

O Mestre também ensinou no Zhuan Falun:

"Quando se entoa o nome do Buda, deve-se fazê-lo com um coração pleno e imperturbável, sem pensar em mais nada, até que todas as outras partes do cérebro fiquem em estado de torpor e sem consciência de mais nada, com um só pensamento substituindo milhares de outros..."

Se alguém leva ao extremo a compreensão desse ensinamento do Fa, concentrar-se-á apenas no estudo do Fa, não se medindo com o Fa. Eles leem e memorizam o Fa rapidamente, como se estivessem apenas a digitalizar o livro. Se lerem sempre o Fa dessa forma, poderão ficar presos a um determinado nível, incapazes de melhorar e elevar-se.

Eu encorajaria aqueles que têm essa tendência a abrandar a leitura e a memorização do Fa. Ao terminar um parágrafo, dever-se-ia medir as suas palavras, ações e pensamentos com o Fa. Quando surgem conflitos, qual é o meu primeiro pensamento? É próprio de um cultivador? Haverá uma forma melhor, um padrão mais elevado? Quando se é capaz de procurar no seu interior, terá uma compreensão mais profunda e mais renovada, o que equivale à elevação do seu reino. A transformação do corpo e da mente seguir-se-á.

O Mestre ensinou-nos em Hong Yin ("Cultivo sólido"):

"Estude o Fa e ganhe o Fa,
Focalize em como você estuda e cultiva,
Deixe toda e qualquer coisa
ser avaliada pelo Fa.
Somente então, com isso,
é realmente cultivo."

Algumas pessoas comparam-se com outras e sentem-se muito bem consigo próprias, mas o seu carma de doença persiste. Na realidade, ignoram o aspecto mais importante do estudo do Fa: é preciso medir-se com o Fa, procurar dentro de si, retificar-se, mudar as palavras, os atos e os pensamentos e elevar a mente. Só satisfazendo os requisitos dos reinos superiores é que se pode se iluminar ao Fa desse nível.

Se puder realmente estudar o Fa com uma mente calma e procurar sempre dentro de si mesmo para melhorar ainda mais, será gradualmente possível se iluminar para implicações mais profundas do Fa, e realizar melhor os projetos de validação do Fa.

Quando se está habituado a essa forma positiva de estudar o Fa, sem procurar intencionalmente significados mais profundos do Fa, poder-se-á desenvolver uma nova compreensão do Fa. Mesmo que não se possa ser sensível, ainda se pode sentir o calor repentino, a inspiração e a iluminação, e experimentar a alegria que vem com a elevação a um reino superior. É um avanço no nível e a nossa natureza inata irá experimentar a alegria profunda que vem com a iluminação.

Para aqueles que só estudam o Fa sem se esforçarem para melhorar, será difícil experimentarem essa alegria da iluminação. Os seus problemas poderão acumular-se e permanecer sem solução durante muito tempo. Se conseguissem alcançar isso, o seu carma de doença deveria haver desaparecido há muito tempo.

O Mestre deixou muito claro em "Ensinando o Fa e respondendo perguntas em Yanji" (Zhuan Falun Fajie)

"... este nosso Fa explicou isso muito claramente, e o que está em questão é se vocês são capazes de se medirem com ele."

12. Preso no mercado de ações

O Mestre aponta em "Ensinando o Fa e respondendo perguntas em Yanji" (Zhuan Falun Fajie)

"A bolsa de valores é um jogo de azar que toma o dinheiro das pessoas. Alguns daqueles que negociam ações perdem tudo o que têm; você imagina como eles se sentem? Um cultivador nunca deveria fazer isso. Como você pode se cultivar com um apego deste?! O mesmo é verdade para o mahjong. Algumas pessoas perguntam: 'Podemos jogar mahjong?'. É como me perguntar: 'Mestre, eu posso jogar a dinheiro?' Como um praticante mede o seu próprio xinxing? Você atuou de acordo com este Dafa?"

Muitos colegas praticantes perderam dinheiro na bolsa de valores. Na China continental, a bolsa de valores é uma armadilha. Muitos investidores perderam dezenas de milhares a milhões no período de um ano. Apenas muito poucos são capazes de ganhar dinheiro. Alguns colegas praticantes acreditam que, uma vez que praticam o Dafa, são mais espertos do que as pessoas comuns e podem assim validar o Dafa se forem capazes de ganhar dinheiro na bolsa de valores. Como se pode validar o Dafa dessa forma? As velhas forças vão se agarrar nessa brecha e persegui-los. Essa é outra razão pela qual alguns deles ficaram presos ao carma de doença a longo prazo.

Convidam-se as tribulações quando se fazem coisas que violam os princípios do Dafa.

13. Vício à televisão e à internet

Esse problema não se aplica aos novos praticantes, uma vez que eles têm uma curva de aprendizagem e precisam de tempo para se livrarem dos seus apegos a ver televisão.

Contudo, alguns praticantes veteranos ainda estão colados aos seus televisores ou computadores, mesmo após anos de cultivo. Alguns deles afirmaram que apenas assistem a programas de televisão da Nova Dinastia Tang. A meu ver, os programas da NTDTV são feitos para não praticantes. Durante o período de retificação de Fa, cada minuto é precioso, então porque esses praticantes não põem os seus corações a fazer bem as três coisas?

Eles não podem evitar, simplesmente adoram ver esses programas e são atraídos para o enredo. Eles não são muito diferentes daqueles que estão obcecados com o mercado de ações. Muitos outros praticantes que eram viciados em televisão e em navegar na web acabaram por ficar com um carma de doença de longa duração. Ficaram presos a um nível e não foram capazes de rompê-lo devido à falta de diligência.

14. Esquemas em pirâmide

O Mestre disse-nos em "Ensino do Fa no Fahui Internacional de Nova York de 2004":

"Os discípulos do Dafa não podem fazer coisas más. Os sistemas de pirâmide não são mais usados na sociedade ocidental. Isso é enganar totalmente as pessoas e explorar as pessoas em todos os níveis e os que chegam ao final, terminam sendo ainda mais explorados.

Está perguntando sobre os discípulos do Dafa se envolverem nos esquemas de pirâmide? É correto estar obcecado em fazer dinheiro usando os outros? Não, não é correto. Se você faz isso, não está fazendo negócios honestos. Deve haver uma perda por cada ganho, com uma troca de mercadorias, porém, o que está fazendo? Usando o cérebro para lesar as pessoas, não pode fazer isso! Eu já disse isso há muito tempo. Não pode se envolver em esquemas de pirâmide e, quem quer que o faça, está equivocado. Entre os discípulos do Dafa na China, quem quer que entre nesses esquemas de pirâmide estará afetando a forma de cultivo dos discípulos do Dafa e, mais tarde, terá que assumir todas as consequências por esse ato."

Após a leitura desse Fa, muitos colegas praticantes que estavam envolvidos em esquemas em pirâmide corrigiram os seus erros. Os esquemas em pirâmide são até mesmo proibidos pelo regime comunista. Mas alguns praticantes continuam envolvidos nesses esquemas, mudando o nome para "venda direta"; quando o que fazem, não poderia estar mais longe dos modelos legítimos de venda direta.

Eles sabem demasiado bem que se trata de medicina antiga numa nova garrafa. Estão a enganar os outros, os outros praticantes e a si próprios. Alguns colegas praticantes até organizam aulas e arrastam colegas praticantes para assistir; outros organizam os esquemas entre colegas praticantes. Não só utilizam o Dafa e os seus recursos, como também destroem o ambiente de cultivo. Se ao menos pudessem ver o que estava por detrás desses esquemas de pirâmide, como arruinaram outros cultivadores e como trouxeram danos do Dafa, compreenderiam porque se depararam com um carma de doença grave, que geralmente ameaçou a vida deles.

Mesmo que não conseguissem ver, deveriam pensar bem: "Por que o Mestre falou sobre essa questão de uma forma tão severa?". Por que não podem respeitar o Fa? Porque não corrigem os seus erros? Eles sabiam muito bem o que estavam a fazer. Acham que podem se safar se mudarem o nome? Estão a enganar-se a si próprios!

Se um cultivador não respeitar o Fa, será que ainda conseguem atingir a Consumação? Será que pensam que as velhas forças os deixariam escapar tão facilmente? Têm de se retificar completamente, emendar a perda que causaram a outros praticantes e explicar-lhes que foi errado fazer isso. Têm de eliminar essas más substâncias causadas por esquemas de pirâmide. Só então poderão voltar à retificação de Fa.

O Mestre ensinou-nos no Zhuan Falun:

"Você é levado a tropeçar para, a partir daí, iluminar-se ao Tao. O cultivo é feito justamente dessa maneira."

Alguns praticantes perderam dinheiro assim que participaram em tais esquemas. Digo que esse foi um bom resultado, uma vez que os lembrou imediatamente de pôr fim a esse ato ilegal.

Outros praticantes ganharam algum dinheiro dessa forma e não puderam se libertar. O lucro tornou-os incapazes de desistir. Se eles não se retificarem, nada os ajudaria a libertarem-se do seu carma de doença.

Há também aqueles que ganharam dinheiro fazendo esquemas de pirâmide, mas que estão com boa saúde. Esses praticantes acreditam, assim, que não fizeram nada de errado. Não têm ideia até que ponto foram manipulados pelas velhas forças. Quando todos chegam a compreender como os esquemas de pirâmide estão errados, ninguém dará ouvidos a tais praticantes. As velhas forças pensarão então que não têm mais valor e poderão atacá-los também com carma de doença.

Artigos relacionados em chinês:

http://www.minghui.org/mh/articles/2014/10/16/渐悟状态中看到的长期病业(七)-299037.html

http://www.minghui.org/mh/articles/2014/10/17/渐悟状态中看到的长期病业(八)-299038.html