(Minghui.org) As pessoas me perguntam por que estou sempre feliz. Eu digo a elas: porque eu sou uma praticante do Falun Dafa e tenho o Mestre que me protege. O Mestre Li Hongzhi (o fundador do Falun Dafa) está ao meu lado em todos os momentos.

Eu nasci em uma família que parecia ser perfeita. No entanto, meus pais não se davam bem e minha mãe era doente. Antes de eu ter dez anos, eu constantemente via remédios em casa e o cheiro dos mesmos se fazia presente. Naquela época, muitas vezes eu olhava para o céu e me perguntava: “Por que as pessoas vivem com tanta dor?" Claro, ninguém me respondia.

Praticando o Falun Dafa

Minha mãe aprendeu o Falun Dafa quando eu tinha dez anos. Depois disso, a minha família se tornou pacífica. Minha mãe estava bem física e mentalmente. Ela não reclamava dos outros e os considerava em primeiro lugar. Sua expressão facial mudou de uma aparência com dor para uma aparência alegre. Para mim aquilo era simplesmente felicidade. Apesar da minha família não ser rica, meu coração estava cheio de alegria.

Eu segui o exemplo da minha mãe e me tornei uma praticante do Falun Dafa. Da criança que brigava com os outros todos os dias, eu passei a ser uma boa criança perante os professores, outros pais e colegas de classe. Minha performance escolar melhorou bastante. Tudo que eu fazia era de acordo com os princípios da Verdade, Compaixão e Tolerância.

Perdida no mundo material

No entanto, em julho de 1999, o Partido Comunista Chinês (PCC) começou a perseguir o Falun Dafa. Devido à oposição do meu pai à prática, eu interrompi meu cultivo e fiquei como se estivesse à deriva no mar. Eu somente lembrava da Verdade, Compaixão e Tolerância em meu coração, enquanto os outros princípios dos ensinamentos sumiam gradualmente da minha mente.

No colegial, eu comecei realmente a curtir a vida. A minha performance escolar despencou. Eu comecei a contradizer os professores, a mentir para os meus pais, a sair com gângsters e até a brigar com o professor em sala de aula. Eu sentia que podia fazer tudo.

Assim, eu não consegui entrar em uma boa faculdade e acabei em uma de terceira qualidade. Depois da formatura eu desperdiçava dinheiro com jantares. Eu comprava qualquer coisa que parecesse gostosa, dava uma mordida ou duas e deixava de lado.

Eu viajei por toda China mas não encontrei a felicidade. Será que eu poderia encontrar a felicidade através do casamento? Eu comecei a namorar e os rapazes que eu namorava realmente me tratavam bem. Mas, por alguma razão ou outra, eu terminei com três namorados um após o outro.

Então, eu pensei que deveria obter uma graduação para avançar na minha carreira. Assim, eu me inscrevi em cursos de graduação. Progressivamente, eu fui promovida e meu salário aumentou. Eu estava realmente ocupada com meu trabalho, mas eu me sentia sozinha e triste à noite. Eu perguntei a mim mesma o que traria a verdadeira felicidade na minha vida?

Minha família sofreu uma mudança repentina quando meu pai foi preso em 2012. Então, meu noivo terminou comigo. Estava sendo uma experiência nova, foi difícil entender como uma pessoa podia ser tão sem coração. Eu fui demitida do meu emprego por causa da situação do meu pai e me negaram o pagamento da rescisão contratual.

Para ajudar o meu pai, eu entreguei todas as minhas economias para a minha mãe para que ela pudesse entrar com uma ação judicial. Agora, com os meus 26 anos, eu poderia usar a palavra “nada” para descrever a minha vida. O céu havia caído e não existia felicidade para mim, somente dor. Eu não sabia qual seria o meu futuro.

Encontrando o significado da vida no Dafa

Como uma praticante do Dafa, minha mãe estava preparada para enfrentar as mudanças com calma e ainda com um sorriso no rosto todos os dias. Observá-la era como uma brisa de calor que tocava meu coração no inverno. Percebi que somente o cultivo permitiria encontrar meu caminho e até mesmo encontrar a coragem para sobreviver.

Assim eu retomei o cultivo do Dafa no final de 2012. Eu não jantava mais com meus colegas e amigos todos os dias e parei de viajar pelo país. Em vez disso, depois do trabalho eu lia os livros do Dafa e memorizava o Fa. Gradualmente, eu entendia o significado da vida e a felicidade.

O Mestre disse:

Aquele que vive pela fama, tem raiva e rancor toda sua vida,
Não apegado ao ganho, uma pessoa benevolente e reta;
Não movido pelos sentimentos, o coração puro com poucos desejos,
Com benevolência, cultivando a si mesmo, obtém virtude por toda uma vida.
(Ser humano, Hong Yin, Versão B).

Abandonei o ódio contra o meu pai e não o culpei por nossas tribulações familiares. Eu vi a dificuldade causada por ele como uma bênção disfarçada. Sem ódio, eu pude ver as boas qualidades do meu pai. Eu me senti grata por ter sido criada pelos meus pais. Depois que o meu pensamento mudou, tornei-me completamente calma.

Quando me livrei do desejo pela fama e por interesses pessoais, eu considerava os outros em primeiro lugar no trabalho e descobri que o caminho da minha vida se tornava cada vez mais amplo.

Eu era uma vendedora e podia obter muito lucro. Não importava quem estava envolvido nas minhas vendas, não importava quão grande ou pequeno era o pedido, eu dividia os lucros com os outros. Quando eu larguei o apego a fama, ao interesse pessoal e ao sentimento, eu tive mais e mais clientes e meu coração estava cheio de felicidade e gratidão. Eu somente via o lado bom dos meus colegas e amigos. Quando pediam a minha opinião sobre os outros, eu enxergava todos como quase perfeitos.

Desde que eu retornei para o Dafa, meu coração está cheio de felicidade. Não importa quão rica ou pobre eu seja, eu não estou mais sozinha. Eu sei que tenho o Mestre e o Dafa. Na calada da noite, eu dou risada porque eu sou uma praticante do Dafa e não há mais solidão e dor em minha vida.

O que é a verdadeira felicidade? Felicidade é mente e corpo saudáveis, saber a razão de vir ao mundo, ter um objetivo na vida e não lutar mais nesse atoleiro de pessoas comuns.

Hoje estou com vontade de compartilhar a minha felicidade. Eu espero que todos possam ler o livro Zhuan Falun, o qual os praticantes do Falun Dafa leem todos os dias, e encontrem a felicidade e espero que todos possam se sentir tão calmos e pacíficos quanto eu.

No início do Ano Novo, desejo a todos paz e felicidade em 2019, que sejam saudáveis e felizes. Espero que todos tenham a chance de praticar o Dafa, que fornece o verdadeiro significado e felicidade para as pessoas.