Falun Dafa Minghui.org www.minghui.org IMPRIMIR

Policial ameaça prender homem que delatava o Falun Dafa

26 de Março de 2016 |   Por um praticante na província de Shandong, China

(Minghui.org) Após praticantes do Falun Dafa começarem a apresentar processos contra Jiang Zemin em maio de 2015, muitos policiais mudaram de atitude e tornaram-se solidários com o Falun Dafa.

Quando policiais visitaram praticantes que haviam entrado com ações judiciais, os praticantes foram capazes de ajudá-los a compreender a verdade sobre a perseguição. Alguns policiais até concordaram em renunciar ao Partido Comunista Chinês (PCC) e às suas organizações afiliadas.

Antes do Ano Novo Chinês de 2016, um aldeão chamado Liu foi à delegacia de polícia local para delatar as atividades do Falun Dafa, visando obter uma recompensa financeira por isso.

Para sua surpresa, a polícia disse-lhe que não haveria recompensa por sua informação.

"Eu não direi nada se vocês não me derem dinheiro", disse Liu.

O irmão mais velho do Sr. Liu repreendeu seu irmão mais novo quando ouviu sobre o incidente, “Como você poderia ter feito uma coisa dessas? Os praticantes do Falun Dafa querem melhorar seus padrões morais e a própria saúde. O que há de errado com isso? Estou envergonhado de você”.

Liu ficou sem palavras.

Outro homem telefonou à delegacia de polícia esperando delatar as ações dos praticantes do Falun Dafa. O policial, desinteressado, desligou o telefone na cara do informante várias vezes, mas ele continuou ligando.

Finalmente, o policial lhe disse: "Se você não parar de me telefonar, eu vou até aí lhe prender".

O informante ficou tão assustado que nunca mais telefonou para a delegacia desde então.