Falun Dafa Minghui.org www.minghui.org IMPRIMIR

Milagres médicos providos pelo Falun Dafa (Parte 3): Pais e filhos

17 de Junho de 2021 |   Por Qin Yun

(Minghui.org) Ter boa saúde é o sonho de todos, mas muitos sofrem de doenças que nem a medicina moderna consegue curar. Contudo, o Falun Dafa tem permitido muitos dos seus praticantes a se recuperarem de doenças incuráveis. Baseado nos princípios da Verdade, Compaixão e Tolerância, o Falun Dafa foi apresentado ao público no dia 13 de maio de 1992. Nos últimos 28 anos, praticantes de mais de 100 países, tiveram a saúde e o caráter moral melhorados e se tornaram melhores cidadãos.

Em 1998, seis anos após a introdução do Falun Dafa, a Administração Geral de Esportes da China preparou profissionais de saúde para realizarem um total de cinco pesquisas sobre o efeito curativo do Falun Dafa. Cerca de 35.000 praticantes em Pequim, Wuhan (capital da província de Hubei), Dalian (uma cidade metropolitana na província de Liaoning) e Guangdong participaram dessas cinco pesquisas.

Os resultados mostraram que 98% dos participantes haviam melhorado a saúde física e economizado em média cerca de 20 milhões de yuan (ou US$ 3 milhões) em despesas médicas por ano para seus empregadores.

O Zhuan Falun, o livro com os principais ensinamentos do Falun Dafa escritos pelo seu fundador Sr. Li Hongzhi, foi publicado na China no final de 1994. Dois anos mais tarde, tornou-se um dos dez best-sellers mais vendidos na China. Atualmente traduzido para mais de 40 línguas, é o livro chinês que tem sido traduzido para a maioria das línguas estrangeiras.

Esta série é uma coleção de experiências sobre os praticantes do Falun Dafa que beneficiaram tremendamente com a leitura do livro e com o viver segundo os princípios da Verdade, Compaixão e Tolerância.

(Continuação da Parte 2)

Os pais querem sempre o melhor para seus filhos: eles querem que seus filhos sejam felizes e saudáveis. Como o dinheiro não pode garantir a saúde ou a felicidade, às vezes pode ser difícil para os pais descobrirem a melhor coisa a fazer para, ou dar para, seus filhos.

A este respeito, muitos pais que são praticantes do Falun Dafa têm as suas próprias histórias para contar.

"Eu daria a minha vida pela saúde do meu filho!"

A Sra. Dong Aifeng na cidade de Laiyang, província de Shandong, teve uma infância difícil. Frequentemente, ela tinha dores de cabeça e sofria de asma brônquica desde os sete anos de idade. Depois de se ter casado, as coisas não melhoraram.

Ambos os filhos tinham problemas de saúde, problemas tão graves que foram a razão pela qual o seu marido se divorciou dela. Quando o seu filho mais velho tinha quatro anos, subitamente, um dia ele desmaiou. Os médicos não conseguiram identificar a causa e nenhum medicamento podia ajudá-lo. Com o passar do tempo, os seus desmaios tornaram-se mais frequentes, de várias vezes por dia a algumas vezes por hora.

A Sra. Dong vendeu a sua casa para cobrir as despesas médicas do seu filho. Ela visitou todos os hospitais da cidade. Uma vez, foi buscar medicamentos, mas descobriu que não tinha dinheiro suficiente, o seu filho desmaiou no caminho para o hospital. A Sra. Dong gritou ao seu lado na rua.

"Ajudem-me! Eu daria a minha vida pela saúde do meu filho", ela gritou.

Os pedestres sentiram pena dela. Um deles lhe disse: "Que tal dar uma oportunidade ao Falun Dafa? Ouvi dizer que podia curar as doenças".

No dia seguinte, a Sra. Dong levou o seu filho a um local de prática. Quando a música do exercício começou, o rapaz desmaiou. Um praticante lhe disse: "Por favor, não se preocupe, ele vai ficar bem".

Após duas horas de exercício, o rapaz acordou com as bochechas rosadas e um grande sorriso. A Sra. Dong não podia acreditar no que seus olhos viram: o seu filho estava curado.

Desde então, a Sra. Dong e os seus filhos têm estado saudáveis através da prática do Falun Dafa.

Especialistas previram que ele não podia viver depois dos oito anos

O Sr. Han Qiling da cidade de Baishan, província de Jilin, nasceu prematuramente com demência congénita. Os seus pais o levaram para todo o lado à procura da cura. Após consultar especialistas de grandes hospitais, lhes foi dito que o seu filho não poderia viver depois dos oito anos. Devastada, a sua mãe tentou se matar e matar seu filho várias vezes. Mas, de alguma forma, sobreviveram todas as vezes.

Felizmente, mais tarde, eles foram apresentados ao Falun Dafa. Depois que a mãe do Sr. Han começou a praticar, ela o ajudou a praticar os exercícios também. Gradualmente, o Sr. Han se tornou cada vez mais saudável, finalmente recuperando-se completamente. Ele agora tem 27 anos e junta, toda a família pratica o Falun Dafa.

A estranha doença do filho curado

A Sra. Wang Hongmei é uma agricultora no condado de Wen'an, província de Hebei. No verão de 2010, o seu filho adoeceu subitamente com uma doença estranha. Ele dormia dia e noite. Durante o pouco tempo em que esteve acordado, ou parecia que estava atordoado ou continuava a murmurar de dor. Falava também palavras incoerentes e tinha um apetite exageradamente grande. Muitas vezes, não conseguia sequer andar sem cair.

A Sra. Wang e o seu marido levaram o rapaz para muitos hospitais em todo o país. Mas todos os seus exames físicos saíram como normais. O rapaz acabou por ser diagnosticado com uma doença psicológica rara que só acontece em três de cada 10.000 crianças. Não havia cura e ele teria de ser tratado com medicamentos para o resto de sua vida.

A Sra. Wang ficou com o coração partido. No entanto, quando a escola começou no outono, um dos professores do menino encorajou a Sra. Wang a procurar o Falun Dafa. Apesar da propaganda de ódio do Partido Comunista Chinês ( PCC), a Sra. Wang e seu filho começaram a praticar o Falun Dafa. O garoto logo se recuperou de sua doença, e a própria Sra. Wang também experimentou muitas mudanças positivas.

O Falun Dafa recupera o dedo do filho

A Sra. Fang Xia é contadora em um hotel na cidade de Luoyang, na província de Henan. Quando seu filho tinha cinco meses de idade, ele foi diagnosticado com uma rara forma de hemofilia. Os pacientes com hemofilia carecem de proteínas de coagulação do sangue; qualquer sangramento pode ser potencialmente fatal. Os sintomas de hemofilia também incluem dor e inchaço nas articulações.

Os médicos disseram à Sra. Fang que este tipo de caso acontece com uma em cada 100.000 pessoas. Por causa disso, a Sra. Fang vivia com medo constante. Toda vez que seu filho era hospitalizado, ela era informada de que sua condição era crítica. O menino chorava com freqüência dia e noite de tanta dor.

Felizmente, a mãe da Sra. Fang começou a praticar o Falun Dafa em 1996. A sua mãe também ensinou o menino a praticar os exercícios.

Uma vez, o menino cortou o dedo acidentalmente. Como não havia outra maneira de estancar a hemorragia, ele enrolou o dedo com um elástico. A falta de fluxo de sangue resultou em necrose no dedo, e o médico disse que precisariam amputá-lo. Com fé de que o Falun Dafa poderia salvar seu dedo, a Sra. Fang e seu filho rezaram ao fundador do Falun Dafa pedindo ajuda. Uma semana depois, o dedo do rapaz voltou ao normal.

Ao testemunhar os milagres que aconteceram com seu filho, a própria Sra. Fang começou a praticar o Falun Dafa. Como resultado, muitas de suas doenças também desapareceram sem nenhum tratamento.

Menina de 12 anos com hepatite B recuperada em um mês

A Sra. Quan Qiming vive na cidade de Chongqing. A sua filha foi diagnosticada com hepatite B aos sete anos de idade. Ela tinha uma cara amarelada e era muito frágil. Apesar de ter tomado medicamentos durante cinco anos, o seu estado não melhorou. Os médicos também a aconselharam a não participar em nenhum esporte.

Testemunhando as mudanças na Sra. Quan depois que ela começou a praticar o Falun Dafa, sua filha também se tornou uma praticante. Dentro de um mês, ela testou negativo para hepatite B durante um exame físico. Ela também participou da competição esportiva distrital e ficou em 4º lugar no salto em altura, assim como na corrida de longa distância.

Os seus pais prepararam um caixão para ela

A Sra. Tong Zhengying, de 73 anos de idade, é um professora aposentada na cidade de Gaoan, província de Jiangxi. Ela sofria de artrite, bronquite, tumores na tireóide, doenças cardíacas, dores de cabeça e tonturas desde o ensino médio. Após se casar e ter dois filhos, ela começou a ter dores nas costas, neurose e problemas ginecológicos. Com o passar do tempo, sua saúde foi ficando cada vez pior, com seus cabelos ficando grisalhos e sua audição se deteriorando. Quando ouvia a palavra "comida", ela sentia náuseas.

Para encontrar uma cura, a Sra. Tong visitou os principais hospitais da província de Jiangxi, bem como outras províncias, e tentou muitos tratamentos. Mas ela continuou a piorar. Antes de completar 30 anos, seus pais mandaram fazer um caixão para ela em segredo, acreditando que ela não duraria muito mais.

Em maio de 1998, a Sra. Tong pediu emprestado um livro do Falun Dafa a um vizinho. Depois de lê-lo duas vezes, ela o achou muito bom. Ela copiou à mão o livro inteiro e o levou para sua irmã, que também estava sofrendo de muitas doenças. Quando ela voltou para casa, a Sra. Tong notou que não estava mais com dores. Foi nesse momento que ela percebeu que todas as suas doenças haviam desaparecido depois de ler duas vezes o livro do Falun Dafa. Ela estava completamente curada e se tornou mais saudável do que nunca.

(continua)