Falun Dafa Minghui.org www.minghui.org IMPRIMIR

França: parisienses condenam a perseguição ininterrupta durante manifestação para homenagear o apelo do 25 de abril

8 de Maio de 2021 |   Por um correspondente do Minghui em Paris

(Minghui.org) Em 23 de abril de 2021, os praticantes do Falun Dafa em Paris realizaram uma manifestação em frente a embaixada chinesa para homenagear o apelo do 25 de abril em Pequim há 22 anos. O apelo racional e pacífico dos praticantes pelo seu direito legal de praticarem a sua crença foi notável na história chinesa. Os praticantes em Paris expuseram a perseguição pelo Partido Comunista Chinês (PCC) ao Falun Dafa durante os últimos 22 anos, e coletaram assinaturas em uma petição pedindo o fim da perseguição.

Os praticantes reúnem-se pacificamente em frente a embaixada chinesa em Paris.

Os motoristas que passavam pela manaifestação acenavam aos praticantes para expressar o seu apoio. Alguns baixaram os vidros para pegarem panfletos. Muitos pedestres assinaram a petição quando ouviram falar da perseguição pelo PCC.

Sr. Tang Hanlong, presidente da Associação Falun Dafa da França, discursa na manifestação.

O Sr. Tang Hanlong, presidente da Associação Falun Dafa da França, apresentou os antecedentes do apelo do 25 de abril, e expôs a brutal perseguição pelo PCC, que acontece ainda hoje. Ele apelou a pessoas de todos os segmentos sociais para enxergarem através das mentiras do PCC, e escolherem ficar do lado da justiça e da consciência.

Sra. Fiorella Luna (à direita), representante do “Fim dos abusos em transplantes na China” (ETAC) na França, faz um discurso no evento.

O Sr. Pascal Cossé, advogado, assinou a petição, e disse: "A informação que recebemos mostra que o Partido Comunista Chinês é uma ditadura moderna. Esta perseguição é terrível. O Partido Comunista encobre os fatos e controla tudo. É como um demónio".

Jennifer, uma tecnologista agrícola, disse que o PCC traz continuamente desastres ao povo chinês. Ao saber que o PCC tinha utilizado torturas para forçar os praticantes do Falun Dafa a desistirem da sua crença, Jennifer disse: "Isto é um crime desumano!”

Todos os artigos, gráficos e conteúdos publicados no Minghui.org estão protegidos por direitos autorais. A reprodução não comercial é permitida, mas requer atribuição com o título do artigo e um link para o artigo original.