Falun Dafa Minghui.org www.minghui.org IMPRIMIR

Médico contaminado com Covid-19, em respirador, se recupera após recitar as frases auspiciosas

29 de Abril de 2021 |   Por uma praticante do Falun Dafa na China

(Minghui.org) Em abril de 2020, quando a peste do vírus PCC atingiu duramente Nova Iorque, o hospital onde o meu irmão trabalha como anestesista estava recebendo muitos pacientes todos os dias. Em dez dias, a UTI estava cheia, e até ele foi transferido para trabalhar na UTI. O equipamento de proteção pessoal (EPI) estava em falta, por isso usava um grande invólucro de plástico amarrado à volta da cintura com uma corda para interagir com os pacientes. Algumas vezes, os fluidos corporais dos pacientes respingavam nos médicos.

À medida que mais e mais pessoas ficavam infectadas, os médicos começaram a trabalhar 24 horas por dia, em um esforço para tratar o maior número possível de pacientes. Ninguém pensava sequer em fazer uma pausa. Pelos telefonemas do meu irmão, ouvimos más notícias após más notícias: um zelador que trabalhava na Costco morreu; um cirurgião em seu hospital morreu; o médico que tinha estado no elevador com ele na véspera, morreu.

No início de maio, o meu irmão desmaiou devido à exaustão. Ele teve febre e foi diagnosticado com Covid-19. Foi hospitalizado e colocado em um respirador. Ele estava bem consciente do que poderia acontecer a seguir e preparou-se para o pior com a sua mulher, fazendo os preparativos para as finanças da sua família e tentando cuidar dos seus assuntos imobiliários.

Parecia muito fraco ao telefone, conseguia ouvi-lo ofegante. A sua vida estava em perigo e nós estávamos muito preocupados com ele. Nesse momento, apesar de saber que o meu telefone poderia estar sendo monitorado, disse-lhe: "Lamento. Devia ter-lhe dito isto mais cedo. Por favor, escreva o que vou lhe dizer". Ele concordou.

Disse-lhe para escrever "Falun Dafa é bom, Verdade, Compaixão, Tolerância são bons valores".

Ele disse que sim.

Então eu disse: "Por favor, recita sinceramente estas frases auspiciosas repetidamente. Se não as conseguir dizer em voz alta, pode recitá-las em sua mente. Você vai ficar bem."

Ele disse: "Está bem, eu recitarei."

Fiquei muito surpresa por ele ter realmente ouvido os meus conselhos, uma vez que normalmente não os ouve. Talvez fosse o seu instinto de sobrevivência. Quando ele visitou a China, sempre que tentei falar com ele sobre o Falun Dafa, ele simplesmente interrompeu-me e evitou o assunto. Ele dizia impaciente: "Não sabe que os nossos pais sofreram durante todos os movimentos governamentais do passado? Como pode ainda praticar isto (Falun Dafa)? Não tem medo de ser presa?" Depois, continuou dizendo coisas mais desrespeitosas.

Na realidade, o meu irmão é muito amável, sincero e simpático. Ele viveu o massacre de 4 de junho na Praça Tiananmen e sabe como o Partido Comunista Chinês é mau. Ele sabe que os praticantes do Falun Dafa estão sendo perseguidos, mas não sabia o quão grande é o Falun Dafa nem acreditava que fosse sobrenatural. Talvez isso seja algo comum para muitos intelectuais na China.

Dois dias depois de ter lhe dito para recitar as frases auspiciosas, voltei a chamá-lo. A sua febre tinha baixado e ele estava respirando de forma regular novamente. Estava prestesa receber alta.

Como médico, o meu irmão acredita na ciência moderna, mas a ciência moderna não conseguiu encontrar a cura para o Covid-19. Ele se recuperou rapidamente depois de ter recitado sinceramente: "Falun Dafa é bom, Verdade, Compaixão, Tolerância são bons valores".

Enquanto ele estava se recuperando, recomendei uma série de vídeos chamada "A história do Falun Dafa: Agora e para o futuro”, para ele assistir. Depois de ter visto o último episódio, recusou-se a continuar a explorar a dura verdade. Disse que precisava relaxar e que não queria pensar em temas sérios.

Eu disse: "Claro que todos queremos uma vida melhor, mas a perseguição ao Falun Dafa que está ocorrendo na China não pode ser ignorada. A indiferença para com pessoas más e coisas más apenas leva as pessoas a se tornarem complacentes. Ninguém esperava o surto de uma pandemia global, mas todos devem enfrentá-la de frente."