Falun Dafa Minghui.org www.minghui.org IMPRIMIR

Um homem de 96 anos de idade recupera a visão em dias

28 de Março de 2021 |   Por um praticante do Falun Dafa em Chongqing, China

(Minghui.org) Tio Li tem 96 anos de idade. Ele mora ao longo do rio Yangtze em Chongqing. Ele gosta de fotografia e quando era jovem abriu um estúdio fotográfico. No ano passado, em uma certa manhã, ele teve um desentendimento com sua esposa. Ele gritou com ela: "Você é cega!" De repente, mais tarde naquele dia, ele não conseguia enxergar.

Sua súbita perda de visão o perturbou terrivelmente. Ele pediu que sua filha ligasse para sua irmã que praticava o Falun Dafa para vir vê-lo. Quando sua irmã chegou, ela perguntou: "Você fez ou disse algo errado?"

A esposa de Li disse: "Esta manhã ele disse que eu era cega e à tarde, ele ficou cego".

Sua irmã disse: "Peça ajuda ao Mestre Li, o fundador do Falun Dafa. Continue dizendo: "Falun Dafa é bom, Verdade, Compaixão e Tolerância são bons valores".

Tio Li, repetidamente, durante dia e noite, disse a frase e após dois dias pôde ver as luzes. Após alguns dias, ele conseguiu enxergar novamente e sua visão voltou ao normal. Ele ficou muito feliz e sinceramente agradeceu ao Mestre do Falun Dafa por salvá-lo.

O Partido Comunista Chinês (PCC) iniciou a perseguição ao Falun Dafa em julho de 1999. O Partido usou a mídia para difamar o Falun Dafa com mentiras, enganando muitas pessoas a odiar a prática espiritual. Li estava na casa dos 70 anos de idade quando a perseguição começou e ele foi enganado pelas mentiras do PCC.

Uma das parentes do tio Li praticava o Falun Dafa e explicou os fatos da perseguição para ele, mas ele não acreditou nela.

Ele perguntou ao irmão da parente um dia: "Quanto dinheiro sua irmã paga para praticar o Falun Dafa?" O irmão disse: "Se minha irmã quisesse dinheiro, ela poderia ensinar inglês e ganhar algumas centenas de yuans por hora. Após começar a praticar o Falun Dafa, a doença incurável da minha irmã foi completamente curada. E ela não precisou gastar um centavo. O Falun Dafa não cobra taxas, nem paga os praticantes".

Quando o tio Li tinha 90 anos, ele começou a sofrer de Alzheimer. Ele perdeu o controle das mãos e não conseguia apertar nem o cinto. Para caminhar ele tinha que se apoiar e não conseguia limpar sua própria saliva. Um parente lhe disse para recitar com sinceridade: "Falun Dafa é bom, Verdade, Compaixão e Tolerância são bons valores".

Tio Li, sinceramente, recitava a frase todos os dias. Seus familiares também as recitaram. Seus sintomas de Alzheimer desapareceram.

Todos os artigos, gráficos e conteúdo publicado no Minghui.org são protegidos por direitos autorais. A reprodução não comercial é permitida, mas requer a atribuição do título do artigo e de um link para o artigo original.