Falun Dafa Minghui.org www.minghui.org IMPRIMIR

Falun Dafa em Yunnan (Parte 1)

12 de Maio de 2020 |   Por um correspondente do Minghui na província de Yunnan, China

(Minghui.org) O Falun Dafa, também conhecido como Falun Gong, é uma prática de cultivo da escola de Buda. O Sr. Li Hongzhi o apresentou pela primeira vez ao mundo na cidade de Changchun, China, em 13 de maio de 1992.

O Falun Dafa foi introduzido em Yunnan em agosto de 1994, com o primeiro local de prática, composto por uma dúzia de praticantes, sendo estabelecido próximo ao Centro de Cultura dos Trabalhadores da Cidade de Kunming. Um mês depois, o segundo local de prática foi montado na floresta da província de Yunnan em 16 de setembro de 1994. Em pouco tempo, esse local de prática cresceu, tendo mais de 100 praticantes.

A primeira sessão de palestras de nove dias de ensino em vídeo do Falun Dafa foi realizada em maio de 1995. Como muitas pessoas se inscreveram, a classe teve que ser transferida do Centro de Cultura dos Trabalhadores da Cidade de Kunming para o Estádio Tuodong para acomodar todos os participantes. Enquanto assistia às palestras do Mestre Li, muitos praticantes tiveram a visão do terceiro olho aberta e viram belas paisagens em outras dimensões. Muitos praticantes sentiram um Falun (roda da lei) girando e experimentaram a energia pacífica e compassiva do Dafa.

Após as aulas, muitos praticantes tiveram seus corpos limpos, melhoraram seu caráter e mudaram sua visão da vida. O Falun Dafa então se espalhou rapidamente em Yunnan de boca em boca. Os locais de prática continuaram crescendo nos parques e vilas residenciais de Kunming.

Os praticantes eram provenientes de todas as profissões, incluindo funcionários do governo, professores, estudantes, operários, agricultores, soldados, médicos, empresários, etc. O Falun Dafa foi amplamente apoiado e aprovado por diferentes níveis do governo por sua melhoria da saúde e elevação moral.

Praticantes do Falun Dafa em Yunnan.

O Falun Dafa ensina os praticantes a se tornarem pessoas melhores

O Falun Dafa é uma prática de alto nível da escola Buda que cultiva a mente e o corpo. Seus princípios fundamentais são a verdade, a benevolência e a tolerância. A prática visa à melhoria do caráter do praticante. Os cinco séries de exercícios permitem a pessoa alcançar reinos de alto nível. O Falun Dafa exige que seus praticantes não revidem quando agredidos, não xinguem quando insultados, olhem para dentro quando enfrentarem conflitos e sempre considerem os outros em primeiro lugar. Cada praticante se cultiva para se tornar uma pessoa melhor.

Um oficial amado

O Sr. Kong Qinghuang era o vice-gerente da cidade de Lin'an Town, condado de Jianshui, em Yunnan. Ele iniciou a prática do Falun Dafa em 1997, e se esforçou para se tornar um oficial melhor e seguir os princípios Verdade, Benevolência e Tolerância. Ele não abusou de seu poder e nunca usou um carro do governo nos seus dias de folga. Ele não se corrompeu ao suborno e doou dinheiro para apoiar as bolsas escolares de duas crianças pobres em nome de seu consultório local.

Ainda sim, um funcionário tão amado foi perseguido até a morte em setembro de 2000.

Nunca tomar as coisas que não são suas

Um praticante do Falun Dafa da Kunming Steel Company foi membro da Liga da Juventude do Partido Comunista Chinês (PCC) durante a Revolução Cultural. Ele levou para casa o vaso mais valioso quando os membros da Liga da Juventude invadiram um templo.

Depois de aprender o Falun Dafa, ele entendeu a relação entre perda e ganho. Então, decidiu devolver o que não era dele e devolveu o vaso ao templo.

Abandono do benefício pessoal

Chen era dono de uma empresa de minério. Alguns de seus clientes deviam milhões de yuans a ele. Ele estava ansioso para recuperar o dinheiro e não conseguia se acalmar. Depois que começou a praticar o Falun Dafa, em 1996, deixou de lado o ganho pessoal e o apego ao dinheiro, quando entendeu sobre perda e ganho e relacionamentos predestinados com as pessoas.

Logo após o início da perseguição, ele foi condenado à prisão por causa da sua fé. Mas ele permaneceu firme no Dafa e informou às pessoas os fatos sobre o Falun Dafa na prisão.

Manter os padrões morais

Agui era um fazendeiro. Para ganhar mais dinheiro com a venda de seus vegetais, ele sempre embebia os vegetais em água para fazê-los pesar mais, permitindo-lhe obter mais lucro. Depois de praticar o Falun Dafa, ele não enganou mais seus clientes.

Dar um basta na corrupção

Xiaoyang era uma funcionária que trabalhava nos pedágios da rodovia. Ela costumava ter uma parcela de renda extra corrupta no trabalho. Embora fosse uma boa quantia para ela, ela percebeu que não deveria receber o dinheiro depois de começar a praticar o Falun Dafa. Assim, ela trouxe para casa menos renda, mas sua mente estava em paz.

Nunca adquirir comissões de forma desonesta

A gerente de escritório Xiaoqing é responsável pela compra de suprimentos para sua empresa, envolvendo mais de 100 mil yuans por ano. Ela se comporta de acordo com o padrão de um praticante do Falun Dafa e não aceita nenhuma comissão dos fornecedores de forma desonesta.

Uma vez, ela rejeitou uma grande quantidade de comissão desonesta de um proprietário de fábrica. O proprietário disse a ela que toda a papelada foi feita sem nenhum vestígio de seu nome, e que ela poderia apenas pegar o dinheiro. Ela disse ao proprietário que daria o dinheiro ao departamento de contabilidade se ele insistisse.

O proprietário ficou intrigado: “Todo mundo me pede comissão, mas você a rejeitou. Os praticantes do Falun Dafa são realmente boas pessoas. Você se importaria em me emprestar o livro do Falun Dafa para eu ler?”.

Mudança de caráter

Xiaolian falou sobre sua transformação depois de praticar o Falun Dafa:

Ela disse: “Há oito filhos na minha família. Como a única garota, fui mimada por meus pais e pelos sete irmãos. Eu também sou uma pessoa espontânea, mas tinha mau humor. Eu facilmente entrei em brigas com os outros. Dentro da minha família extensa, sempre fui eu quem tomava decisões e brigava com todos quando se tratava de meus interesses pessoais. Certa vez, briguei com minha cunhada por um pequeno interesse pessoal. Mordi o dedo dela com tanta força que o fraturei. Todo mundo tinha medo de mim.

Mas depois que pratiquei o Falun Dafa, mudei completamente. Eu encarava com um sorriso amigável as insultas dos outros sobre mim. Certa vez, uma das minhas cunhadas me zombou severamente. Os outros acharam que ela havia exagerado. Mas eu não discuti com ela. Depois que ela terminou, eu disse calmamente a ela que não brigava mais nem discutia com as pessoas, já que praticava o Falun Dafa agora. Minha família acredita que o Falun Dafa é bom depois de testemunhar minhas mudanças."

Abandono do vício dos jogos de azar

Xiaohui disse que seguiu o fluxo na sociedade atual. Ela gostava da vida de fumar, beber e jogar. Ela era a rainha da família dela. Ela disse: “Eu não ligava para minha família nem para meu filho, e ninguém na minha família podia me controlar. Perdia de 10 mil a 20 mil yuans todos os anos no jogo, alguns anos até 70 mil a 80 mil yuans. Eu era infeliz. Meus amigos me evitavam. Eu sofri várias doenças, incluindo um ombro congelado, uma doença estomacal, uma doença ginecológica e miomas uterinos.

Eu sabia que esses hábitos não eram bons e queria parar. Mas era incapaz de me controlar. Pelo contrário, meu vício piorou.

Mas iniciei a prática do Falun Dafa, que me deu a força de vontade para abandonar meus vícios. Eu eliminei todos os meus maus hábitos e as doenças desapareceram. Meu temperamento mudou. Meu marido, minha filha e todos os meus parentes me disseram que eu me tornei uma boa pessoa.

Meu marido, minha filha e meu irmão também começaram a praticar o Falun Dafa.

O poder do Falun Dafa de tratar doenças

Antes do início da perseguição ao Falun Dafa, em 1999, foram realizadas pesquisas em Guangzhou e Wuhan entre os praticantes do Falun Dafa. Os resultados mostraram que 98% dos praticantes haviam se recuperado de suas doenças, mesmo doenças difíceis de curar como câncer, leucemia, insuficiência renal crônica, lúpus eritematoso, doença reumatoide e depressão. O Falun Dafa também ajudou os praticantes a eliminar seus vícios em drogas. A vida de muitos praticantes foi renovada.

Agricultor paralisado volta a andar

O fazendeiro Li, do condado de Jianshui, ficou paralisado por vários anos e foi incapaz de cuidar de si mesmo, muito menos de sua família.

Sua esposa começou a praticar o Falun Dafa em 1997. Ele testemunhou suas mudanças e ingressou na prática também. Desde que ficou paralisado, ele apenas assistiu aos vídeos das palestras do Mestre Li Hongzhi e leu o Zhuan Falun, o livro principal do Dafa.

Um milagre aconteceu. Ele se levantou, caminhou e depois se recuperou completamente. Ele pode trabalhar no campo novamente e a felicidade de sua família foi restaurada.

Perna recuperada

O irmão de uma praticante de Nanxi, em Yunnan, se envolveu em um acidente de trânsito em 1998. Seu trator atravessou o trilho de uma ponte e caiu no rio. Ele estava a salvo. Embora não tivesse nenhum sinal de lesão física, algo estava errado com suas pernas. Ele não conseguia andar e sua perna direita estava mais curta, cerca de dois centímetros mais curta que a perna esquerda.

Ele consultou hospitais em Kunming e disseram que a cirurgia seria complicada. Então, decidiu não fazê-la.

Depois que a praticante soube da situação de seu irmão, ela trouxe os vídeos das palestras do Mestre Li, o livro Zhuan Falun e o vídeo do Ensino dos Exercícios do Falun Dafa ao seu irmão. Ele começou a praticar. Então, em dez dias ele pôde andar novamente e se livrou de suas muletas. Suas pernas foram recuperadas e têm o mesmo comprimento.

Quando ele voltou ao hospital para um check-up, a fratura mostrada antes no raio-X não pode mais ser vista. O médico que o tratou não pôde acreditar em sua recuperação e ficou impressionado com o poder do Falun Dafa.

Leitura do Zhuan Falun cura viciado em drogas

Após o início da perseguição ao Falun Dafa em julho de 1999, a mídia estatal, a TV, o jornal e a rádio na China mostraram programas agressivos que difamaram o Falun Dafa. O Zhuan Falun foi proibido.

Um dia, durante esse período, um jovem viciado em drogas foi à uma farmácia fazer compras. Ele viu que uma praticante que trabalhava na loja estava lendo o Zhuan Falun. Depois de confirmar que o livro era o Zhuan Falun, ele perguntou se podia lê-lo. A mulher ficou surpresa e disse: "Você se atreve a ler?". Ele respondeu: “Por que não? Acho que aquilo que o PCC não gosta deve ser bom”.

Uma vez que começou a lê-lo, não conseguiu mais largar. Quando chegou a hora de fechar a farmácia, pediu emprestado o livro dela.

O jovem voltou à farmácia alguns dias depois. Ele disse à praticante: “Fiquei em casa nos últimos dias lendo o Zhuan Falun. É um livro tão bom. Desde o dia em que emprestei o livro a você, não tomei nenhum medicamento. Meu vício se foi. Eu quero praticar o Falun Dafa. Você pode me ensinar?".

Ele vinha à farmácia todos os dias para estudar o Fa e fazia os exercícios com a praticante, e ele se tornou um verdadeiro praticante. Seus pais, que tinham dificuldade em lidar com seu vício de drogas, o apoiaram na prática do Falun Dafa, apesar da perseguição.

LES desaparece

Um dia em 1998, um casal de meia-idade foi a um local de prática do Falun Dafa. A esposa sofria de lúpus eritematoso sistêmico (LES). Ela estava muito fraca devido aos efeitos colaterais da ingestão de hormônios a longo prazo.

Enquanto aprendia os exercícios, ela sentiu o Falun girando por todo o corpo. Ela acreditava que o Mestre Li estava limpando seu corpo. No terceiro dia, ela decidiu parar de tomar hormônios, embora soubesse que sua saúde poderia piorar e que sua vida poderia estar em perigo. Mas ela ficou melhor dia a dia.

Ela foi totalmente recuperada um mês depois. Seu marido, que a acompanhou até o local de prática, ficou surpreso com a recuperação dela e também começou a praticar o Falun Dafa.

Renascer da beira da morte

O Sr. Zhang falou sobre sua experiência de renascer da beira da morte:

"Eu tenho 86 anos. Fui apresentado ao Falun Dafa em 1998, mas não me cultivei verdadeiramente.

Minhas antigas doenças retornaram em 2001, incluindo reumatismo, reumatoide, infarto cerebral, gastrite crônica e muito mais. Procurei a medicina ocidental e chinesa para uma cura, mas sem sorte. Mais tarde, sofri apendicite aguda. Fiz a cirurgia, mas não me recuperei bem, devido a infecções. Acabei ficando incapaz de andar, fiquei acamado e, depois, em um estado vegetativo, incapaz de me mover e de falar.

Depois de duas semanas sem comida ou bebida, eu só tinha um suspiro. Minha esposa teve que reunir todos os parentes para se preparar para minha partida.

Foi quando um médico me visitou. Ele disse: 'Reúna sua energia. Você ainda tem trabalho inacabado a fazer. Você tem que ser forte para que o Mestre possa ajudá-lo'. Ele começou a ler o Zhuan Falun para mim. Mais praticantes vieram nos dias seguintes e se revezaram na leitura. Um mês depois, fiquei melhor e me recuperei.

Agora estou cheio de energia. Ainda estou gerenciando minha própria loja. Eu ando de bicicleta elétrica para trabalhar todos os dias."

Paciente com câncer em estágio avançado se recupera

Xiaoqian compartilhou sua história:

"Fui ao hospital para um check-up em novembro de 2010, pois estava com tontura e com sangue na urina e nas fezes. O resultado chocou a mim e à minha família: câncer de cólon em estágio médio a avançado. Eu precisava fazer uma cirurgia.

Como somos agricultores, nossa família não tinha dinheiro para uma operação. Meu marido teve que pedir dinheiro emprestado para amigos e parentes, então eu fiz a cirurgia em dezembro de 2010. Saí do hospital um mês depois e iniciei o tratamento quimioterápico.

Eu fiz seis sessões de quimioterapia durante o tratamento. Entre eles, fiz duas operações para pólipos. Acabei ficando muito fraca, e pesava apenas 40 kg. Tinha 41 anos, mas parecia uma avó.

Quando voltei ao hospital para um acompanhamento em novembro de 2013, tinha dores no peito e sentia nódulos nas mamas. Eu descobri que o câncer metastizou e atingiu os meus pulmões, e eu precisaria de mais tratamentos quimioterápicos.

Eu havia gastado mais de 100 mil yuans no meu tratamento, deixando uma grande quantia de dívida para meu marido. Eu não tinha dinheiro para realizar mais tratamento. Nesse momento desesperado, meu vizinho, praticante do Falun Dafa, me apresentou a prática. Comecei a praticar imediatamente.

Meu corpo começou a mudar quando segui os princípios Verdade, Benevolência e Tolerância para me aperfeiçoar. Meus cabelos grisalhos ficaram pretos novamente, meu estômago melhorou e meus movimentos intestinais se tornaram regulares. Três meses depois, os caroços nas minhas mamas sumiram, eu recuperei minhas forças e meu peso voltou.

Eu me recuperei completamente. O Dafa me deu uma vida nova."

(continua)