Falun Dafa Minghui.org www.minghui.org IMPRIMIR

Fahui de Nova York: Romper com o labirinto com pensamentos retos

29 de Abril de 2020 |   Por uma praticante do Falun Dafa em Nova York

(Minghui.org) Saudações Mestre, e colegas praticantes!

Eu obtive o Fa no início de 1996, o que faz 23 anos de cultivo. Se houvesse um livro cobrindo os períodos do cultivo pessoal à retificação do Fa, isso mostraria que não perdi um capítulo, o que é bastante afortunado.

Quando comecei a cultivar, o único objetivo em minha mente era retornar com o Mestre ao local de origem. Pensei que nunca mais me perderia no labirinto, pois havia obtido o Fa. Obviamente, eu não sabia o quanto esse mundo poderia fazer as pessoas se apegarem a tantas coisas.

Cultivo e esclarecimento da verdade na Austrália

Meu cultivo pessoal não foi agitado. Naquela época, a maioria dos praticantes na China aprenderam a olhar para dentro de si. O cultivo foi uma jornada agradável de purificação de si mesmo. Mas esses dias felizes terminaram rapidamente.

Em maio de 1999, fui estudar na Austrália. Eu me senti mais uma turista do que uma estudante. Eu não tinha planos de imigrar para outro país. O Dafa estava se espalhando pela China e isso tornava-o o lugar mais precioso. Eu fui para o exterior, apenas para ver e conhecer o mundo, nunca pensei que ainda estaria no exterior 20 anos depois. Nada é por acaso. Acabou sendo o meu caminho no período de retificação do Fa.

Naquela época, não havia muitos jovens praticantes na Austrália. Depois que a perseguição começou, eu estava envolvida em vários projetos de esclarecimento da verdade, incluindo criação de cartazes, criação de cartões de felicitações, construção do site local do Dafa, criação da equipe de reportagem da Nova Dinastia Tang, produção de programas de esclarecimento da verdade e esclarecimento da verdade em lugares turísticos.

Praticantes estrangeiros lidam com o cultivo versus questões terrenas

O cultivo no período de retificação do Fa é mais complicado. Não havia estrutura organizada para o cultivo pessoal. Mas agora criamos equipes para trabalhar em diferentes projetos. Na batalha entre o bem e o mal, se somos diligentes se reflete diretamente nos resultados do trabalho.

Em 2006, enfrentei o primeiro grande desafio em meu cultivo. Melbourne estava prestes a sediar a Comemoração do Ano Novo Chinês da Nova Dinastia Tang. Eu estava na equipe de coordenação de uma dúzia de pessoas. Mas, a equipe foi dissolvida por não fazer muito progresso. Antes que isso acontecesse, sonhei com alguns seres gigantes radiantes com luz branca. Eu só conseguia ver metade deles. Um apontou para mim e disse: “Ela tem pensamentos retos fortes. Deixe-a fazer isso”. No final, eu e outro praticante fomos encarregados de toda a operação.

Os praticantes não tinham experiência em realizar eventos tão grandes, mas estavam ansiosos por ajudar. Os corações humanos foram interferidos por entidades malignas. Das estratégias de promoção ao gerenciamento em segundo plano, os problemas continuavam aparecendo. Alguns praticantes insistiram em ir aos bastidores sem permissão. Alguns agiram por conta própria para assinar contratos. Por razões de segurança, não consegui explicar tudo para eles. Aqueles que costumavam ser amigáveis se tornaram hostis. Fiquei exausta com o sentimentalismo e a pressão de vender ingressos, muitas vezes chorei a noite toda.

Depois de um dia inteiro de trabalho no meu dia a dia, tinha que lidar com todos os tipos de problemas relacionados à Comemoração do Ano Novo. Lutando contra a insônia por vários meses, eu estava física e mentalmente exausta. Mas eu estava determinada a fazer sucesso, pois o Mestre salva seres sencientes durante o show. A venda de ingressos correu bem. Pela primeira vez, lucramos com a NTD Television. Quando acabou, pensei: "Está feito e ainda estou respirando".

Melhoria no cultivo resulta em melhoria geral

Após o projeto, comecei a olhar para dentro de mim. Aparentemente, todas as minhas decisões foram baseadas em bases sólidas. Eu poderia facilmente culpar outros praticantes por seus erros. No entanto, o Mestre disse:

"Não importa se o problema seja ou não sua culpa, você deve olhar para dentro de si mesmo; você encontrará a causa do problema." (“Ensinando o Fa na Conferência na Europa - 1998”)

Percebi que, durante muito tempo, estava fazendo coisas como uma pessoa comum, ignorando o estudo do Fa. Ao ser ofendida, tive pouca compaixão por outros praticantes, o que intensificou os conflitos. Meus apegos foram aproveitados pelo mal em momentos críticos. Com a proteção do Mestre, eu vivi as tribulações. Mas, se eu tivesse cultivado bem, teria sido capaz de incorporar contribuições mais positivas dos praticantes.

Depois que olhei seriamente para dentro de mim, o ambiente mudou. Meu relacionamento com os praticantes tornou-se suave novamente. Parecia que eles entendiam melhor os procedimentos e requisitos para executar o programa. Mas eu sabia que a verdadeira razão para a mudança deles era porque eu havia melhorado no cultivo.

Experimentei uma grande tribulação

No início de 2011, experimentei uma grande tribulação. Minha mãe era uma veterana que assistiu às palestras do Mestre em Guangzhou em 1994. Ela costumava ter doenças cardíacas graves e os médicos disseram que não viveria além dos 40 anos. Depois que ela começou o cultivo, todos os seus sintomas desapareceram. Todos nós testemunhamos o poder do Dafa. No entanto, em 2011, minha mãe passou por um período de grave liberação de carma. Eu estava ocupada produzindo um comercial para a NTD e não tive tempo para ajudá-la. Eu apenas pedi ansiosamente que ela olhasse para dentro de si, na esperança de que as coisas melhorassem. Eu pensei que seria capaz de ajudá-la quando o projeto fosse concluído.

Mas, na noite em que terminei o programa, minha mãe faleceu. O médico disse que todos os seus vasos sanguíneos haviam se rompido. Minha sobrinha me disse que minha mãe não conseguia dormir devido à dor, mas ela não queria me distrair. Eu pedi secretamente à minha sobrinha para comprar alguns analgésicos. Minha sobrinha descobriu que o vidro de remédio nunca fora aberto. Assim, minha mãe suportou até o fim, sem violar os princípios do Fa.

Durante muito tempo, fiquei dominada pelo remorso e culpa. Eu estava por perto, mas não lhe dei nenhuma ajuda. Pelo contrário, fui influenciada pelo sentimentalismo e a pressionei para mudar. Eu interpretei sua economia como apego ao dinheiro. Ela não discutiu comigo. Mais tarde, soube que ela doava a maior parte de sua renda mensal para produzir materiais de esclarecimento da verdade.

Às vezes, meu ego ficava encoberto, alegando que eu estava sendo responsável por um projeto do Dafa. Na verdade, minha mãe também desempenhou um papel importante na retificação do Fa. Sua sabedoria e compaixão haviam atraído muitas pessoas a ouvir a verdade. A partida antecipada de qualquer praticante é uma grande perda.

A experiência dolorosa me fez perceber o quanto é valioso ser capaz de cultivar junto com outros praticantes. O relacionamento predestinado pode terminar abruptamente.

Agora, quando fico sabendo sobre as tribulações de outros praticantes, sempre me lembro de ter compaixão e negar o mal com pensamentos puros e retos. Não vou me apegar ao comportamento superficial dos praticantes. Espero que eles possam fazer descobertas o mais cedo possível, porque somos um corpo único.

Mudar a situação requer cooperação

A NTD e o jornal Epoch Times se fundiram em 2013. Eu, que trabalhava de todo o coração a toda velocidade, não consegui encontrar uma maneira de aplicar minha experiência e perdi o controle. Esperando com paciência e esperança, fiquei desanimada e duvidei da minha capacidade. Quando a gerência mais uma vez me transferiu para outro cargo em 2016, decidi deixar o NTD, um projeto em que trabalhava desde 2002.

Naquela noite, tive um sonho, com duas cenas muito claras. Em uma cena, eu estava trabalhando com o Mestre e outros praticantes do exterior. O Mestre me disse para conseguir um relógio que informasse o horário em que todos estavam ocupados no trabalho. Pedi ajuda a um policial dos Estados Unidos. Ele não me entendeu. Antes que eu pudesse explicar o que queria, o Mestre respondeu à pergunta do policial em inglês. Fiquei muito surpresa.

Em outra cena, o Mestre estava nos mostrando os exercícios. Não foi fácil me virar e observar os movimentos do Mestre. Eu pensei que conhecia os exercícios e decidi fazê-los sozinha. Uma voz veio à minha mente: "O que você sabe sobre o que o Mestre vai fazer?" Fiquei chocada e recuei para seguir o Mestre com os outros praticantes.

Percebi que o relógio significa que o tempo é limitado. A cena do exercício em grupo deu a entender que o Mestre tem arranjos para tudo. Não devo agir de acordo com meus próprios pensamentos. Parte das razões para eu deixar a NTD foi que não estava confiante em trabalhar com a equipe inglesa. Mas, no sonho, o Mestre falava em inglês. Como discípula, como não acompanhá-lo?

Embora não tivesse certeza do que aconteceria, não duvidava mais da direção. Abandonando minhas queixas egoístas, comecei a trabalhar na equipe da NTD em inglês. Se o processo exigir, ficarei feliz em pavimentar a estrada, mesmo como parte desta estrada. Surpreendentemente, minhas experiências anteriores se mostraram bastante úteis, incluindo minhas habilidades com mídias sociais, vídeos online, técnicas de inserção de anúncios, regras de direitos autorais e anos de trabalho em empresas ocidentais. Em breve, com os esforços de todos, a NTD inglesa teve mais sucesso em suas operações comerciais do que nunca.

Lidar com interferências

Quanto mais pratico, mais percebo que não é um processo simples se purificar e elevar-se à divindade. Tudo, real ou ilusório, continua testando os praticantes que ainda vivem na ilusão.

Quando a operação da mídia atingiu uma nova altura, encontrei alguns novos testes. Eu tinha ideias diferentes dos meus superiores e não conseguia fazê-los entender. Quando resisti, fui incompreendida. Minhas sugestões para o projeto foram ignoradas e meu trabalho foi reduzido. Eu fui marginalizada. O projeto no qual eu estava tão comprometida foi interferido pelo mal e eu não pude fazer nada a respeito.

A princípio, pensei que ainda devia ter apegos à fama, lucro e sentimentalismo humano, o que me impediu de gerar mais compaixão pelos outros. Tentei melhorar, mas não fiz muito progresso.

Os arranjos das velhas forças na mente das pessoas e seus relacionamentos eram como nuvens escuras pairando sobre mim. Eu fiquei sufocada por algum tipo de força e não consegui romper.

“Talvez eu tenha concluído minhas tarefas na mídia e deva ir para outro projeto”. Esse pensamento constantemente me vinha à mente e comecei a preparar meu currículo. No entanto, meu computador de repente só podia digitar mongol. Não pude preparar um currículo. Ao mesmo tempo, outros problemas surgiram na minha vida e não me deixaram escolha a não ser ficar. Mas ainda mantinha algum ressentimento.

Uma jovem praticante mencionou para mim um problema de organização na mídia. Ela lidou com isso enviando pensamentos retos. "Ajuda?" Eu estava em dúvida. Sua resposta firme me despertou. Percebi que tinha uma grande brecha no meu cultivo. Por muitos anos, não prestei muita atenção ao envio de pensamentos retos. Como não conseguia ver ou sentir nada, apenas o fiz como formalidade. Sempre confiei em meus pensamentos retos no mundo humano. Eu nunca realmente acreditei ou usei os poderes divinos sobre os quais o Mestre nos falou.

Eliminar interferências com fortes pensamentos retos

Esforçando-me mais ao enviar pensamentos retos, mantendo o foco e suprimindo outros pensamentos. Minha mente gradualmente se esclareceu. Percebi que, no período de retificação do Fa, todas as habilidades que o Mestre nos deu devem ser totalmente utilizadas. Qualquer interferência que bloqueie tais poderes deve ser negada.

Quando eu estava enviando pensamentos retos uma noite, minha mente voltou a um estado de vazio. O título de um documentário apareceu. Depois que terminei de escrever os procedimentos de trabalho para o meu projeto atual e certifiquei-me de que minha transferência não afetaria a operação da equipe, entrei para a equipe de produção de um documentário que precisava urgentemente de mão de obra. Com minha experiência em produção de televisão e mídias sociais, reeditei um documentário bem elaborado em chinês pequenos vídeos em inglês e os coloquei na plataforma de mídia social da NTD.

Os vídeos de esclarecimento da verdade, desenvolvidos através do esforço de todos os membros da equipe de produção, foram bem recebidos pelo público ocidental. Milhares de espectadores gostaram dos vídeos e deixaram seus comentários depois de descobrir a verdade. Um deles disse: “Esta é a melhor história que eu já vi”. Também fui encorajada pelos pensamentos retos dos praticantes nas histórias. Enquanto continuo enviando pensamentos retos para eliminar a interferência, meu coração não se move mais pelos problemas que parecem tão reais no mundo humano. Eu posso descobrir facilmente minhas noções humanas. Minha mente fica clara e calma, como um espelho. Não há ressentimento no meu coração. As tribulações que achei impossíveis de superar acabaram sendo nada. Agora eu entendo o poder dos pensamentos retos que o Mestre mencionou em “O que é um Discípulo do Dafa?”:

O Mestre disse:

“Discípulos do Dafa, seus pensamentos retos têm sim efeito. Juntos, o efeito gerado por cada um de vocês é incomparavelmente gigantesco. E se não gera um efeito desse grau, é porque sua confiança e pensamentos retos não são suficientes. Há tantos discípulos do Dafa, se todos enviarem pensamentos retos globalmente, ao mesmo tempo, mais de 100 milhões de discípulos do Dafa enviando pensamentos retos globalmente e ao mesmo tempo, isso não é terrível para as velhas forças e as perversidades? Até para os Deuses isso também é um assunto sumamente grandioso. Que grande é a força! Discípulo do Dafa, se seu pensamento reto é muito forte, a força pode partir uma montanha, com um só pensamento pode fazer isto.” 

As pessoas comuns podem achar a vida de um cultivador entediante. Dia após dia estudando o Fa, enviando pensamentos retos, fazendo exercícios e esclarecendo a verdade. Mas meu caminho de cultivo está cheio da luz do sol, tempestades, salgueiros com sombra e flores brilhantes. Sinto como se tivesse passado por vários ciclos de vida. Vida e morte, bem como dificuldades e obstáculos, são uma jornada de enriquecimento e elevação. Não importa quão difícil seja, desde que sigamos os padrões de um cultivador, podemos sentir a orientação do Mestre. Seremos capazes de atravessar a névoa. Depois de deixar de lado os apegos, a beleza da elevação na Grande Lei do Cosmo é indescritível.

Obrigada Mestre! Obrigada, colegas praticantes!

(Apresentado no Fahui de Nova York de 2019)