Falun Dafa Minghui.org www.minghui.org IMPRIMIR

Histórias do honesto Yan Shu

28 de Abril de 2020 |   Por um correspondende do Minghui

(Minghui.org) Yan Shu foi um poeta, calígrafo, estudioso e oficial da corte da Dinastia Song (960-1279). Desde a infância, ele era honesto, correto e muito inteligente.

Yan Shu já era capaz de escrever poesia aos 7 anos de idade e foi apresentado ao imperador Zhenzong de Song (que reinou de 968-1022) aos 14 anos como "prodígio infantil" por Zhang Zhibai, governador do Região de Jiangnan.

Yan shu foi para a capital em 1005 para participar do exame imperial juntamente com mais de 3.100 candidatos aprovados de todo o país.

Embora tenha recebido o privilégio de ser entrevistado pelo imperador sem ter que prestar exame, ele insistiu em fazer a prova com os outros.

Yan Shu ficou muito calmo durante a prova e respondeu as questões muito bem no primeiro dia de exames. O imperador Zhenzong ficou muito satisfeito com sua performance e lhe concedeu o título de “Candidato Bem Sucedido do Mais Alto Exame Imperial”.

Na segunda série de exames no dia seguinte, quando Yan Shu viu que o tópico do exame era idêntico ao que ele tinha feito antes, ele perguntou ao examinador chefe se podia receber um novo tópico.

O examinador disse para ele “não importa se você trabalhou no tópico anteriormente. Somente escreva suas respostas. Avaliaremos seu trabalho da mesma maneira. Se eu lhe der outro tópico, você pode falhar se não conseguir fazer bem”.

Yan Shu respondeu: “se você não me der um novo tópico, mesmo que eu passe no exame, isso não será feito com meus verdadeiros méritos.

Se eu falhar em fazer bem com um novo tópico, isso significa que eu continuo não sendo bom o bastante no aprendizado. Eu não vou ter nenhum arrependimento”. Ouvindo isso, o examinador deu a Yan Shu um novo tópico para o exame.

Ele olhou para o novo tópico e pensou por um instante. Então, pegou o pincel e finalizou de uma só vez sua dissertação. O examinador chefe ficou muito impressionado com o talento e rapidez de raciocínio dele, acreditando que ele era realmente um gênio.

Yan Shu pediu um novo tópico com base em seu senso de honestidade. Ele se saiu muito bem no exame graças ao seu talento e excelente conhecimento. Sua conduta e integridade lhe rendeu grande respeito dos outros.

Logo, o imperador Zhenzong soube do que havia acontecido. Ele imediatamente convocou Yan Shu. "Não apenas você tem talentos reais, mas, o mais importante, você tem a excelente qualidade de honestidade e retidão!", disse o imperador.

O imperador ficou muito admirado e o nomeou membro da Academia Imperial.

Naquela época, a dinastia foi abençoada com paz e prosperidade. Os funcionários da capital costumavam passear pelos subúrbios ou realizar banquetes em restaurantes ou casas de chá. Como Yan Shu veio de uma família pobre, ele não tinha dinheiro para sair e se divertir como os outros. Então, ele passava seu tempo livre em casa, lendo e escrevendo artigos com seus irmãos.

Um dia, o imperador Zhenzong desejou escolher um professor para seu filho Zhao Zhen, o príncipe herdeiro. Ele não pediu uma recomendação aos funcionários do tribunal, mas nomeou Yan Shu pessoalmente para o cargo. Ele disse: “Ouvi dizer que Yan Shu costuma ficar em casa lendo e escrevendo, em vez de ir a banquetes. Ele é uma pessoa honesta e consciente, muito apropriada para estar ao lado do príncipe herdeiro”.

Quando Yan Shu foi agradecer ao imperador pela nomeação, ele disse ao imperador: “Não é que eu não queira fazer passeios ou participar de banquetes, mas porque sou de uma família pobre não tenho dinheiro para fazer isso. Se eu tivesse dinheiro, teria feito o mesmo. Vendo que Yan Shu era tão honesto, o imperador confiou ainda mais nele.

O bom caráter e a honestidade de Yan Shu foram muito apreciados pelo imperador e pelos oficiais da corte. Depois que o príncipe herdeiro Zhao Zhen subiu ao trono, Yan Shu recebeu papéis ainda mais importantes, até a posição de Chanceler da Corte. Ainda assim, ele permaneceu honesto e com os pés no chão em sua conduta diária e foi profundamente amado pelo povo.

Embora Yan Shu fosse um oficial de alto escalão, ele sempre foi amável e acessível. Ele recomendou pessoas com talento, independentemente de suas origens. Essas pessoas incluíam Fan Zhongyan, Kong Daofu, Wang Anshi e outros. Ele também incentivou e ajudou muitos jovens estudiosos talentosos, como Han Qi, Fu Bi, Ouyang Xiu e outros. Yan Shu tratava todos os alunos com honestidade e sinceridade.

Uma vez, ele passou pela cidade de Yangzhou, um lugar conhecido por seus jardins e belas paisagens. Ele se sentiu um pouco cansado enquanto caminhava na cidade com seu criado, então eles entraram no templo de Daming para descansar. Quando eles entraram no templo, ele viu muitos poemas escritos na parede.

Intrigado com o que viu, Yan Shu sentou-se em uma cadeira e pediu ao criado que lesse os poemas para ele, mas sem revelar os nomes dos autores ou seu status social.

Yan Shu ouviu por um tempo e achou que um poema era particularmente bom. Foi descoberto que era escrito por Wang Qi.

Yan Shu enviou o criado para convidar Wang Qi para uma reunião. Wang Qi veio e eles tiveram uma conversa muito agradável. Yan Shu convidou Wang Qi para ficar para uma refeição. Depois, foram passear no quintal.

Foi no final da primavera e o chão estava coberto de pétalas caídas. Quando uma brisa agradável soprava, pétalas flutuavam no ar, criando uma cena verdadeiramente bonita.

Isso lembrou a Yan Shu algo, então ele disse a Wang Qi: “Toda vez que um verso aparece em minha mente, escrevo-o na parede e penso no próximo a seguir. No entanto, eu estou preso em um verso e não consigo chegar à próxima linha há alguns anos”.

"Qual é o verso, se posso perguntar?", Wang Qing questionou.

Yan Shu recitou: "As flores vão morrer, faça o que puder".

“Porque você não coloca ‘As andorinhas voltarão, como supostos conhecidos” como a próxima linha? Wang Qi sugeriu imediatamente

"Isso significa que o clima ficou quente e as andorinhas voltaram do sul, como se tivessem se encontrado no ano anterior".

Yan Shu ficou muito feliz com a linha sugerida e continuou dizendo: "Maravilhoso, maravilhoso, realmente maravilhoso!".

Yan Shu gostou tanto do par de versos que mais tarde os incluiu em um de seus poemas conhecidos "Huan Xi Sha".

Yan Shu ficou muito impressionado com o talento literário de Wang Qi e o recomendou ao imperador depois que ele voltou à capital. Mais tarde, Wang Qi assumiu muitos cargos importantes e os executou bem.