Falun Dafa Minghui.org www.minghui.org IMPRIMIR

Exibição de arte do Falun Dafa no Canadá: “Entrega uma mensagem poderosa”

22 de Janeiro de 2020 |  

Nos dias 16 e 17 de outubro de 2019, foi realizada na Universidade de Toronto a Exposição de Arte de Zhen, Shan, Ren. O clube estudantil,Choose Humanity, sediou a exposição que exibiu dezoito pinturas sobre o Falun Gong e sobre o pacífico protesto contra a perseguição do Partido Comunista Chinês (PCC).

Muitos estudantes e turistas visitaram a Exposição de Arte de Zhen, Shan, Ren na Universidade de Toronto, de 16 a 17 de outubro de 2019.

Xiomara e Christia, universitários do México.

Xiomara e Christia, universitários do México, visitaram a exposição. Foi a primeira vez que eles ouviram falar do Falun Gong. Christia disse: “Obrigado por abrirem meus olhos. É meu prazer encontrar o Falun Gong. Eu gostaria de aprender o Falun Gong”.

Ele ficou chocado ao saber da perseguição do PCC e disse: “Isso é terrível. Acredito que esses crimes serão punidos”.

Xiomara disse: "A minha pintura favorita é “After the Parade”, porque acho que através da prática, é possível alcançar o estado da mulher na pintura. Eu realmente quero ser como ela. Ela parece muito calma”.

Ela disse: “Quando estávamos no México, não sabíamos nada sobre a perseguição. Portanto, esta é a primeira vez que ouvimos falar sobre isso. Obrigado por nos informar”.

Universitários: Princípios maravilhosos

Kian disse: “O Falun Gong é incrível” e que ele está interessado em aprender mais sobre a prática.

Kian é um estudante do Departamento de Economia e do Departamento de Biologia. Ele disse que quando estava no ensino médio ele aprendeu chinês e se interessou pela cultura chinesa, mas era a primeira vez que tinha ouvido falar do Falun Gong.

Ele disse: “ Assim que vi as três palavras: Verdade, Compaixão e Tolerância. Eu entrei para ver as pinturas”. E ainda complementou: "Essas três palavras são princípios maravilhosos e muito bons".

Kian, alegremente, aceitou uma flor de lótus feita à mão e a guardou com cuidado para não estragá-la. Ele disse: "Participarei das palestras de nove dias do ensino do Falun Gong".

Gerente do escritório de advocacia: “A exposição entrega uma mensagem poderosa”

Perouz (primeira da esquerda) viu as pinturas. Ela disse: "A extração forçada de órgãos feita pelo PCC é terrível”.

Perouz, uma gerente de recursos humanos de um escritório de advocacia internacional, disse: "A pintura 'Homeless' é muito tocante. Sua composição é boa e mostra claramente a perseguição na China: uma garotinha não pode entrar em sua casa e tem lágrimas nos olhos. Ela realmente está triste”.

Ela disse: "A exposição transmite uma mensagem poderosa: a extração forçada de órgãos feita pelo PCC para fins lucrativos é apavorante".

A pintura “Homeless” descreve uma história verdadeira que ocorreu em uma vila na China. Ao voltar da escola, uma garotinha descobriu que seus pais tinham sido presos por acreditarem no Falun Gong. Sua casa foi lacrada pela Agência 6-10, uma organização extralegal encarregada da perseguição. Ela ficou sem teto.

Alaa, um estudante do Departamento de Artes, admira as pinturas.

A Exposição de Arte de Zhen, Shan, Ren, tem sido realizada em mais de 300 cidades de 50 países, desde sua estréia, em julho de 2004, no Capitólio dos Estados Unidos localizado em Washington.