Falun Dafa Minghui.org www.minghui.org IMPRIMIR

Austrália: Líderes comunitários elogiam a perseverança dos praticantes do Falun Dafa

24 de Junho de 2019 |   Pelo correspondente do Minghui, Li Zheng, em Sydney, Austrália

(Minghui.org) As celebrações do Dia Mundial do Falun Dafa na Austrália no mês passado receberam muito apoio em cartas, proclamações, ou discursos em eventos, elogiando os praticantes do Falun Dafa por aumentarem a conscientização sobre a perseguição enquanto ofereciam os benefícios da prática em suas comunidades.

A seguir estão alguns comentários de vários líderes comunitários que apoiaram as celebrações recentes, bem como os esforços dos praticantes do Falun Dafa ao longo dos anos.

Prefeito: Sou grato ao Falun Dafa por trazer energia virtuosa infinita para nossa cidade

Prefeito Andrew Wilson (à direita) da cidade de Parramatta, Sydney e O candidato de Parramatta Charles Camenzuli (à esquerda) do Partido Liberal da Austrália para o Parlamento Federal, na recepção do Dia Mundial do Falun Dafa na Prefeitura de Ashfield em 12 de maio de 2019.

O prefeito Andrew Wilson, da cidade de Parramatta, apresentou uma carta de apoio, e proclamação da cidade aos praticantes do Falun Dafa. A carta de proclamação e apoio reconheceu o 27º aniversário da introdução pública do Falun Dafa, desejou ao Mestre Li um feliz aniversário e honrou a contribuição do Falun Dafa para a comunidade local.

“Estamos muito orgulhosos de sua contribuição, bem como do esforço que vocês fizeram para melhorar a beleza e a prosperidade desta cidade”. Disse o prefeito Wilson.

Lembrou se de quando ouviu pela primeira vez sobre o Falun Dafa – era inverno quando ele conheceu os praticantes do Falun Dafa. Ele os viu sentados em tijolos frios fazendo a meditação sentada do Falun Dafa no centro da cidade.

Ele pensou consigo mesmo que essas pessoas estavam muito comprometidas e estavam fazendo o que ele nunca havia feito. Um praticante do Dafa pediu-lhe que fizesse um discurso na época. Para isso, ele fez algumas pesquisas on-line. E descobriu que todos os praticantes do Falun Dafa queriam apenas a liberdade básica. Ele disse: “Como não posso ajudar aqueles que estão pedindo apenas direitos humanos básicos e liberdade de crença?”

E continuou: “Eu tenho apoiado o Falun Dafa por cerca de dez anos. Vi que eles são pessoas muito boas. Eles não precisam de muito. Estão apenas pedindo a liberdade de crença, que todos deveriam ter”.

Ele disse que uma vez participou de uma manifestação do Falun Dafa. Neste evento, quando um porta-voz descreveu a tortura do PCC contra os praticantes do Falun Dafa, ele ouviu algumas pessoas na plateia chorando. Foi muito tocante, ele disse.

Ele se perguntou o que mais poderia fazer para apoiar o Falun Dafa contra a perseguição. Disse que estava grato ao Falun Dafa por trazer energia positiva infinita para a cidade.

Candidato do Partido Liberal diz para o Parlamento Federal: o Falun Dafa é bom!

O candidato de Parramatta, Charles Camenzuli, do Partido Liberal da Austrália para o Parlamento Federal disse: “Tenho a sorte de conhecer os praticantes do Falun Dafa. Eu tenho seguido o Falun Dafa por mais de dez anos, começando com a perseguição inicial do crime PCC, mais recentemente exposto, de extração forçada de órgãos de praticantes vivos do Falun Dafa.”

Camenzuli disse que soube que o Falun Dafa se espalhou na China de 1992 a 1999, atraindo cem milhões de pessoas. Ele acredita que a propagação rápida do Dafa foi definitivamente porque é positiva e eficaz.

Ele lembrou que o governo chinês elogiou o Dafa quando foi tornado público. Ele disse: “Então, o PCC temia que muitas pessoas seguissem a Verdade-Compaixão-Tolerância em vez do PCC. Isso é inconcebível. O PCC é realmente malvado!”

O Sr. Camenzuli acredita que os praticantes estão fazendo uma coisa muito boa e grande. Ele ressaltou que o Falun Dafa e seus praticantes são dignos de apoio. Então ele disse: “O Falun Dafa é bom!”

Presidente da União Democrática de Solidariedade da China: aprendendo muito com os praticantes do Falun Dafa

Zhong Jinjiang, presidente da União Democrática de Solidariedade da China.

Zhong Jinjiang, presidente da União Democrática de Solidariedade da China, disse: “Conheço o Falun Dafa desde o apelo pacífico de 25 de abril de 1999 em Pequim. Eu olhava para isso de uma perspectiva política no início. Então, comecei a entender lentamente o que era o Falun Dafa – isso foi há 20 anos.”

“Eu também testemunhei o processo de continuidade da maturidade e crescimento dos praticantes do Falun Dafa como indivíduos e como um grupo. No começo, também via o Falun Dafa como um grupo vulnerável e como um aliado. No entanto, depois de muitos anos, tenho uma atitude diferente e compartilho experiências com os praticantes do Falun Dafa”.

“Eu fiquei muito emocionado todas as vezes que participei das atividades do Falun Dafa. Também fui inspirado e encorajado pela perseverança e espírito inabalável do Falun Dafa. Aprendi muitas coisas que nos tornarão mais firmes em nossas crenças.”

Zhong continuou: “Muitas vezes me pergunto: Que tipo de coragem os praticantes do Falun Dafa têm? O que os motiva para que possam manter sua crença por tantos anos? Como pode um grupo chamado ‘fraco’ ter uma vontade tão forte e continuar a protestar contra a perseguição tirânica? Isso é por causa dos ensinamentos e da magnanimidade do fundador do Falun Dafa, e muitos praticantes dedicados do Falun Dafa que fazem isso sem egoísmo.”

“Mas para o PCC, o fim está próximo: muitos outros grupos alvos de perseguição se juntaram aos esforços contra o controle totalitário do PCC. Acreditamos que o partido está próximo do fim. Devemos continuar fazendo o que estamos fazendo.

Bolsista de Pesquisa Chinesa: Admiro os praticantes do Falun Dafa

Dr. Feng Chongyi, pesquisador chinês na Universidade de Tecnologia de Sydney (UTS).

O Dr. Feng Chongyi, pesquisador chinês da UTS, disse: “Eu admiro os praticantes do Falun Dafa, pois eles resistiram à brutal perseguição do PCC”.

“Acho que o grupo Falun Dafa, devido ao seu espírito de grande bondade e tolerância, conseguiu superar o momento mais difícil.”

“As pessoas podem julgar o certo e o errado, ou o bem e o mal. Um poder estatal é muito irracional para perseguir um grupo espiritual de pessoas tão gentis. Isso deixou as pessoas repugnadas com o regime comunista e, portanto, tornaram-se muito simpáticas aos praticantes do Dafa”.

“Muitas pessoas na sociedade não se atrevem a se levantar e apoiar (Falun Dafa) por medo ou por outras razões. Mas há muitas pessoas que apoiam o Dafa em seus corações há muitos anos”.

“Entre meus amigos, especialmente os da Austrália, eles são contra a supressão da liberdade de crença e liberdade de associação do PCC. Do juízo do certo e do errado, a justiça está do lado do Dafa! Estou feliz pelos praticantes do Dafa!”