Falun Dafa Minghui.org www.minghui.org IMPRIMIR

Taoyuan, Taiwan: Recebendo os turistas chineses e aumentado a divulgação da perseguição (Parte 2)

6 de Março de 2019 |  

(Minghui.org) (Continuação da Parte 1)

Aumentando a divulgação no aeroporto de Taoyuan

Taiwan é próximo à China e por isso tornou-se um destino popular para os turistas chineses. Quando eles aterrissam no Aeroporto Internacional de Taoyuan, os praticantes de Falun Gong estão presentes para saudá-los e ajudá-los. Os praticantes também falam sobre a perseguição do Partido Comunista Chinês (PCC).

Os praticantes distribuem informativos sobre o Falun Gong aos turistas chineses no Aeroporto Internacional de Taoyuan.

Mudança de atitude da polícia aeroportuária

Quando a praticante Chen Rui-Jiao começou a conversar com as pessoas sobre a perseguição no Aeroporto Internacional de Taoyuan, ela disse que alguns policiais aeroportuários xingaram os praticantes.

Quando um policial gritou com ela, vários passageiros pararam e ficaram olhando. Nesse momento ela lembrou o ensinamento do Mestre,

“...cultivadores não revidam quando são agredidos nem reagem quando são insultados, além disso, quando os outros fazem vocês sofrerem, em vez de tratá-los do mesmo modo, vocês são gratos a eles.” (Nona aula, Zhuan Falun, versão de 2018)

Pacificamente, Chen explicou o porquê de os praticantes estarem distribuindo materiais informativos sobre o Falun Gong no aeroporto. Ela falou com o policial sobre a perseguição do PCC e como as pessoas no mundo todo queriam que essa brutalidade acabasse.

A polícia finalmente mudou de atitude e começou a cumprimentar os praticantes quando os viam.

Jiang Ren-Sheng disse que inicialmente o departamento de polícia aeroportuária não entendia o porquê de os praticantes do Falun Gong estarem lá para distribuir os informativos. Depois de lerem os materiais, eles entenderam a dimensão da brutalidade na China, e disseram aos praticantes que, desde que não atrapalhassem os grupos turísticos no embarque ou no desembarque, eles poderiam falar e oferecer-lhes os informativos.

Antes dos praticantes explicarem a razão de estarem lá, o guia turístico e o segurança os impediram. Depois que explicaram a urgência do que estavam fazendo, ambos permitiram que falassem com os turistas.

Os praticantes também auxiliam os grupos turísticos a se organizarem e a carregarem as bagagens. Além disso,  cumprimentam os guias, desejando-lhes uma boa viagem.

Recentemente, os praticantes tiveram permissão de colocar pôsteres com informações sobre o Falun Gong dentro do aeroporto.

Distribuindo informações todas as horas

Passageiros geralmente tem pressa em: aterrissar, coletar a bagagem e pegar um transporte terrestre. Quando a Sra. Chen e outros praticantes, veem as pessoas esperando os ônibus, eles entregam o informativo sobre o Falun Gong e explicam o porquê de milhões de chineses já haverem declarado suas renúncias ao PCC e às suas organizações afiliadas.

Turistas chineses às vezes procuram os praticantes para obter os materiais, ou para pedir ajuda para renunciarem ao PCC.

A Sra. Chen tem ido ao aeroporto há nove anos. Ela disse que algumas vezes haviam tantos turistas que ela tinha que correr entre os ônibus para entregar os informativos enquanto eles embarcavam. Muitos, avidamente, aceitavam os materiais.

Um dia, quando ela quase estava deixando o aeroporto ao redor da meia noite, cinco ou seis grupos de turistas chineses chegaram, então ela permaneceu no local e continuou a distribuir os materiais. Ela somente retornou para casa à 1h30 da manhã.

Um dia que estava muito frio, um oficial do aeroporto viu a Sra. Chen e disse com surpresa: “Está muito frio e tarde agora, e mesmo assim você veio!”

Motoristas e guias turísticos expressam apoio

Os praticantes também cumprimentam os motoristas de ônibus e desejam bons negócios para os guias turísticos. A atitude dos motoristas de ônibus gradualmente têm mudado, da indiferença para respostas calorosas.

Um grupo de estudantes chineses estava esperando para embarcar no ônibus. Chen foi até eles e começou a distribuir cópias do “O objetivo final do Comunismo” .

Quando um dos estudantes se recusou a pegar uma cópia, o motorista do ônibus disse: “Ela está oferecendo à você algo bom. Por que você não iria aceitar? Você não é educado!” O jovem aceitou a cópia e os outros estudantes, também aceitaram. A Sra. Chen agradeceu o motorista e desejou uma ótima viagem. O motorista disse a Chen: “Você trabalha duro”.

A praticante Yang Hsiu-Ya disse uma vez que conheceu uma idosa de 70 anos, a qual desesperadamente estava procurando por um banheiro. A Sra. Yang a levou ao banheiro e aconselhou a idosa a renunciar ao Partido.

A Sra. Yang pensou: “O aeroporto é tão grande que essa senhora pode se perder, e o seu grupo de turismo teria que esperar por ela.” Então, Yang esperou pela idosa e a levou de volta para o ônibus. Quando o guia viu a bondade da Sra. Yang, ele a elogiou e disse: “Você é a pessoa mais gentil que eu já conheci. Você a trouxe de volta.”

A Sra. Yang ficou satisfeita porque esse guia não tinha uma boa impressão dos praticantes do Falun Gong.