Falun Dafa Minghui.org www.minghui.org IMPRIMIR

Praticante de Dalian relembra dias preciosos ao lado do Mestre (Parte 4)

18 de Março de 2016 |   Por uma praticante do Falun Dafa em Dalian, província de Liaoning

(Minghui.org) Continuação da parte 3.

4. O Mestre realizou um segundo seminário em Dalian

Não fazia muito tempo que o Mestre ensinara o Fa em um seminário em Dalian. Os praticantes do Falun Dafa daquela região tinham bastante sorte, porque o Mestre aceitou realizar um segundo seminário para ensinar o Fa em Dalian. Inicialmente o Mestre havia planejado ir a outra cidade, contudo, por causa de problemas na organização, o seminário fora cancelado.

Ocorreu de eu estar nas proximidades, quando o Mestre fazia novos planos, e pedi para que ele viesse novamente a Dalian.

Duzentas pessoas de outras regiões e quinhentos habitantes locais compareceram ao primeiro seminário na cidade. Eu sabia que muito mais pessoas iriam vir para o segundo. O Mestre concordou e decidiu que 1º de julho seria o primeiro dia do seminário. O coração do Mestre está focado em salvar seres sencientes.

Discussão do preço do ingresso

Ouvi por acaso uma conversa entre o Mestre e um membro da organização, que era um praticante, sobre o preço do ingresso do seminário.

Pelo que eu ouvi, no primeiro seminário o valor era de apenas 50 yuanes. Após pagar uma porcentagem para a Associação Chinesa de Pesquisa do Qigong, sobrara pouco – nem mesmo o suficiente para cobrir as despesas. Além disso, o Mestre sugeriu dar 50 % de desconto para todos os estudantes que vinham pela segunda vez. O membro da organização ficou preocupado – como eles fariam dinheiro suficiente para cobrir todas as despesas?

O Mestre ficou com uma cara muito séria: “Como você sequer pode dizer isso? Você sabe o que eu estou fazendo aqui? Estou aqui para ensinar o Fa. Nada é mais importante que o Fa. Nem pense em subir o preço. Nem todos os estudantes são ricos. Nós iremos cobrar 50 yuanes. Os estudantes que retornarem pagarão metade, 25 yuanes. Em relação à porcentagem que iremos pagar à Associação Chinesa de Pesquisa do Qigong, nós podemos negociar com eles novamente”.

Quis chorar após ouvir isso. Outros mestres de qigong ganhavam dinheiro com as suas práticas – eles cobravam algumas centenas de yuanes, por apenas dois dias de aula. Onde quer que fossem, eles compravam refeições caras, se hospedavam em hotéis cinco estrelas e eram conduzidos pela cidade por motorista, como se fossem alguém muito importante.

Nosso Mestre, ao contrário, raramente viajava de avião para poupar dinheiro. Ele se alimentava de macarrão instantâneo e se hospedava em hotéis baratos. Os membros da organização ajudavam a carregar sacolas pesadas cheias de livros e materiais para o seminário e o seguiam de cidade em cidade.

O Mestre só cobrava 50 yuanes por um seminário de nove dias e metade desse preço para todos os alunos que estivessem retornando. Em que lugar do mundo você pode encontrar alguém tão compassivo quanto o Mestre? Obrigada por todo o seu trabalho duro, Mestre.

3 mil ingressos vendidos

O seminário ocorreu no auditório da Fábrica de Locomotivas de Dalian, e os 2.700 lugares se esgotaram rapidamente. Devido à tremenda procura, nós vendemos outros 300 ingressos para aqueles que ficariam em pé, as palestras tiveram 3 mil pessoas.

A Fábrica de Locomotivas de Dalian era a maior empresa da cidade. Muitos dos empregados e chefes eram praticantes. O auditório frequentemente era usado para realizar Fahuis. Por sua vez, o Dafa trouxe bênçãos à fábrica de locomotivas – ela tornou-se o negócio mais lucrativo de toda a cidade.

Um tenente quis comprar ingressos

Antes do seminário começar, recebi um telefonema de um tenente que quis comprar ingressos para o seminário. Ele veio até à minha casa após conversarmos brevemente no telefone.

Ele me disse que, de Pequim, um general reformado havia pedido a ele para conseguir os ingressos. Esse general e sua família haviam participado de um dos seminários do Mestre e começaram a praticar o Dafa. Desde então, ele percebeu uma melhoria repentina na saúde de toda a família daquele general. O tenente disse ao meu interlocutor que essa era uma prática maravilhosa, e por isso a família daquele general queria assistir ao seminário de novo, em Dalian. O tenente também comprou alguns ingressos para ele e disse que queria tentar essa prática de cultivo.

Quando eu liguei para ele, um ano depois, e disse que eu poderia apresentá-lo ao Mestre, ele ficou muito animado e veio sem demora. Na presença do Mestre, ele se sentou com postura reta e, de pé, usou cortesias militares, saudando o Mestre antes de sair.Eu perguntei a ele, enquanto caminhávamos para fora: “Você tem uma carreira importante no serviço militar, lutou e venceu muitas batalhas. Agora você tem o importante cargo de comissário político militar. Você realmente acredita no Fa-Buda? Você acredita no Mestre Li?”

Ele respondeu: “Acredito sim. O Professor Li tem uma poderosa virtude tão gigantesca – tão grande que, não importa quem seja, essa pessoa tem que ser cortês, respeitosa e mostrar reverência ao Professor”. Fiquei muito impressionada com a resposta dele. De fato, a poderosa virtude do Mestre está acima de qualquer conquista mundana.

Interferências solucionadas

O Mestre veio para Dalian logo após o término do seminário de Zhengzhou. Vários praticantes ficaram sabendo do que ocorreu em Zhengzhou, e o Mestre também mencionou isso em suas palestras. Quando o Mestre falou conosco sobre o assunto, ele acrescentou alguns detalhes.

O Mestre nos contou que um enorme monstro parecido com um dinossauro interrompeu o seminário. O clima repentinamente ficou tempestuoso, caindo pedras de gelo do tamanho de ovos. O teto do auditório foi danificado e a energia cortada. O Mestre teve que interromper o seminário. A tempestade foi noticiada em um jornal local.

Como o monstro atrapalhou o ensinamento do Fa, o Mestre não teve escolha, a não ser lidar com ele. Embora feroz, ele não foi um problema para o Mestre. O Mestre usou grandes gestos de mão, e encolheu o monstro até um tamanho bem pequeno, depois o agarrou com as mãos e o pôs em uma garrafa plástica de água. Após dissolvê-lo, o Mestre jogou a garrafa no lixo.

Muitos demônios tentaram interferir depois que o Mestre começou a ensinar o Fa publicamente, mas eles apenas trouxeram destruição para eles mesmos.

Resolvendo problema com planos de voo

Inicialmente o Mestre planejou voar de Jian até Dalian. Todavia, por conta de interferências malignas, o tempo mudou, e um temporal surgiu repentinamente. Assim o voo do Mestre foi adiado.

Se o Mestre conseguiria chegar a tempo para o seminário, não era possível saber. Nós recebemos muitas ligações, perguntando se o evento ocorreria de acordo com o previsto. Em meio a todo aquele caos e incertezas, eu recebi um telefonema informando que o Mestre e sua equipe iriam pegar um barco em Jinan.

Após ficarem sabendo disso, mais de 100 estudantes foram ao cais, sem ninguém ter pedido para que eles recebessem o Mestre. Eles seguravam uma faixa que dizia: “Bem-vindo à Dalian, Mestre Li Hongzhi”. Câmeras estavam preparadas e as lentes estavam apontadas para as docas, todos esperavam a chegada do Mestre.

Alguns de nós foram até as docas, e os outros se alinharam do lado de fora e esperaram pacientemente. Um barco chamado “Novo Século” se aproximou lentamente do cais e ancorou-se. Será que era uma coincidência? O Mestre estava realmente iniciando uma nova era.

O Mestre ficou próximo à saída do barco. Vendo que tantas pessoas estavam esperando por ele e dando boas-vindas, os passageiros abriram caminho e o Mestre foi para a frente. Muitos estavam curiosos: “Todas essas pessoas estão aqui para ver quem?”

Os alunos estavam muito animados e aplaudiam com entusiasmo. O Mestre também sorria e acenava para todos. Nós caminhamos com o Mestre e fomos até onde os outros praticantes esperavam do lado de fora das docas.

O Mestre me perguntou: “Foi você que organizou isso?”. “Não. Não foi. Não houve organização nenhuma. Os alunos ficaram sabendo da notícia e vieram para cá por conta própria”, respondi com um sorriso bem grande.

O Mestre proíbe terminantemente que qualquer um pague um quarto de hotel luxuoso para ele. Então nós reservamos quartos no Hotel Wuhan, um pequeno hotel empresarial.

Antes do início do seminário, uma praticante, membro da organização, me deu alguns broches para serem distribuídos para os alunos. Ela me disse que 200 foram feitos pelo Mestre e me deu alguns. Eu peguei um e distribuí os outros. Tenho guardado esse broche como recordação – ele tem o selo original do Mestre.