Falun Dafa Minghui.org www.minghui.org IMPRIMIR

Lembranças dos primeiros seminários do Mestre

16 de Setembro de 2015 |   Escrito por uma praticante de Pequim, China.

(Minghui.org) Meu pai foi considerado um "contrarrevolucionário" e preso durante a Revolução Cultural. Toda a minha família foi perseguida e levada para uma aldeia rural na província de Hebei. Moramos lá por mais de dez anos e sobrevivemos comendo vegetais selvagens e casca de árvores. Sofremos bastante. Isso durou até que meu pai foi inocentado e liberado da prisão.

Mudança do meu irmão mais velho

Meus pais eram budistas e nós fomos criados para ser compassivos. Mas uma das minhas cunhadas não se dava bem com a nossa família e muitas vezes havia desentendimentos.

Há dez anos minha cunhada foi diagnosticada com uma doença da tireoide, ela tinha um grande tumor crescendo no seu pescoço. Em 1993, quando o qigong se tornou popular na China, minha cunhada praticou certo qigong por quase dois anos, mas sua saúde não melhorou.

Uma de suas amigas que foi diagnosticada com insuficiência hepática praticava o Falun Dafa. Ela disse à minha cunhada que praticou o Falun Dafa por aproximadamente um mês, e que era uma prática maravilhosa. Seu rosto estava rosado e saudável. Ela desejava que a minha cunhada praticasse o Falun Dafa também.

Minha cunhada temia ser enganada, então pediu ao seu marido, meu irmão, para que experimentasse a prática. Ele estava combatendo a doença de Ménière na época. Já havia tentado diferentes tratamentos e sua doença estava em um estágio avançado. Ele decidiu praticar o Falun Dafa, pelo bem da sua esposa. Em curto tempo, tornou-se saudável. Depois minha cunhada começou a praticar o Falun Dafa também, sua personalidade melhorou e ela se dava melhor com todos. Este fato me surpreendeu bastante.

Quando minha cunhada e eu fomos às compras, de repente ela sentiu uma coceira na garganta, tossiu e um pequeno pedaço de carne, do tamanho de um amendoim, voou para fora de sua boca. Ela pegou aquele pedaço de carne e levou ao hospital para exame; eles disseram que era um tumor. Daí em diante, ela não teve problemas de tireoide e tornou-se saudável.

Quando seus filhos viram a mudança repentina que seus pais tinham experimentado, ambos começaram a praticar o Falun Dafa. O filho tinha rompido o tímpano durante uma briga, e era surdo de um ouvido. Durante a Exposição Oriental de Saúde em Pequim de 1993, o mestre Li Hongzhi (o fundador do Falun Dafa) curou sua surdez.

Corrigindo a coluna vertebral

Em janeiro de 1994, meu irmão e minha cunhada levaram nossa mãe para o primeiro seminário do Falun Dafa em Tianjin. Minha mãe já tinha 73 anos de idade. Suas costas estavam curvadas em um ângulo de 90 graus, e não podia manter o pescoço e a cabeça erguidos. Ela já tinha perdido a esperança de ter as costas retas novamente.

Durante a palestra do Mestre Li Hongzhi, minha mãe, que era surda, não conseguia ouvir nada e ficou muito ansiosa. O Mestre Li então disse: "Algumas pessoas que não podiam ouvir, agora podem". Desde então minha mãe pode ouvir novamente.

Ela sentiu que estava crescendo, e então perguntou ao meu irmão se ele notou algo incomum nela. Meu irmão respondeu: "Você não cresceu, mas já não é mais corcunda".

Minha mãe também se sentiu como se tivesse 38 anos de idade novamente e experimentou um estado livre de doenças.

Não muito tempo depois, os cabelos grisalhos da minha mãe escureceram. Ela participou de mais dois seminários, inclusive foi ao seminário em Changchun. Quando o seminário começou, todos esperavam ao longo do caminho que o Mestre tomaria. Minha mãe ficou ao lado deste caminho, mas o Mestre apareceu na frente dela, e com a palma de uma mão sustentada na frente do peito dele, o Mestre disse: "Estamos aqui por causa da nossa relação predestinada".

Sem doações

Quando meu irmão mais novo viu as mudanças extraordinárias de saúde de nossa mãe, também começou a fazer os exercícios do Falun Dafa. Imediatamente, sentiu o Falun (roda da lei) girando no seu abdômen inferior. Ele me disse como o Falun se parecia, e fez um desenho dele. Ele também insistiu que a nossa irmã praticasse o Falun Dafa.

Minha irmã é uma sobrevivente do terremoto de Tangshan em 1976. Ela teve três vértebras fraturadas na lombar, além de uma fratura no quadril e na pelve. Os músculos de sua perna direita eram flácidos e inertes. Ela não conseguia controlar seus intestinos, e tinha sequelas graves de pós-traumático e doenças cardíacas. Ela esperava morrer em breve e me pediu para ser a guardiã de sua filha.

Quando nosso irmão insistiu que ela praticasse o Falun Dafa, ela respondeu: "Eu já estou quase batendo as botas, qual a razão de praticar?" No entanto a minha família mostrou o vídeo dos exercícios para ela. Em seguida, ela foi para o hospital para um check-up e lhe informaram que já não tinha câncer. Tudo o que ela fez foi assistir o vídeo dos exercícios uma vez! Ela decidiu cultivar o Falun Dafa.

Em março de 1994, minha irmã e um dos meus irmãos foram para o seminário do Mestre na cidade de Shijiazhuang. Durante o seminário, quando minha irmã estava fazendo o exercício postura parada Falun, um pilar grosso apareceu entre seus braços. Quando ela perguntou sobre isso ao Mestre, ele disse a ela que era Falun em forma de pilar.

Ao voltar para casa, minha irmã jogou toda a sua medicação no lixo, inclusive seus óculos, e ela tinha a visão perfeita. Depois de meio ano de cultivo, todas as doenças da minha irmã desapareceram.

Para agradecer ao Mestre, ela doou 500 yuanes para o local de prática do Falun Dafa, mas alguns dias depois, ela recebeu um reembolso com uma mensagem: "Muito obrigado, Falun Dafa". O Falun Dafa abnegadamente salva as pessoas de dificuldades e sofrimentos, mas isso não acontece porque requer remunerações ou doações. Este fato conquistou o profundo respeito da nossa família.

Minha irmã teve poliomielite quando criança, o que afetou sua perna direita. Ela não podia mover a perna para os lados. Era impossível para ela se sentar na posição de lótus completa. No entanto, após um árduo processo, ela pode sentar-se na posição de lótus completa. Não dá para saber que um dia sua perna já foi paralisada.

Pronto para participar do seminário do Mestre

Apesar de testemunhar as mudanças milagrosas nos meus parentes, não me sentia motivada a cultivar. O meu terceiro irmão, que cultivava o Budismo Terra Pura há anos, tampouco podia aceitar o Falun Dafa.

Um dia, o gerente da unidade me pediu para falsificar os livros de contabilidade e ajudá-lo a desviar dinheiro. Quando eu recusei, ele me esbofeteou duas vezes. Nessa ocasião perdi o controle das minhas emoções, todas as tribulações que sofri na minha vida explodiram neste momento crítico. Peguei todas as peças de automóvel que estavam ao meu lado e as atirei uma por uma no meu gerente. Se ele tivesse sido atingido por uma dessas peças pesadas de metal, ele poderia ter sido gravemente ferido ou mesmo morto.

Justo quando eu estava prestes a realmente machucar alguém, eu comecei a vomitar e desmaiei. Quando recuperei a consciência, já era noite. Quando cheguei à minha casa, pensei em suicídio, mas eu não podia abandonar meus pais nem a filha.

Quando eu estava melhorando de uma dor de cabeça agonizante, minha cunhada pediu para ajudá-la a preparar o café da manhã. Recebemos muitos convidados que tinham vindo participar do seminário do Falun Dafa do Mestre Li na Universidade de Segurança Pública em Pequim, organizado pela Fundação Bom Samaritano. De repente eu senti vontade de participar do seminário do Mestre Li.

Aproveitando ao máximo a oportunidade

Quando eu vi o Mestre no palco, a dor em todo o meu corpo imediatamente desapareceu. Eu achei o Mestre estranhamente familiar, como se tivesse encontrado com ele antes. Quanto mais o Mestre falava, mais eu queria ouvir. Este não é um Mestre de qigong – eu pensei – este é um ser divino que veio para oferecer a salvação para a humanidade. Temi perder esta oportunidade

O Mestre doou todos os lucros do seminário, 65 mil yuanes, para a Fundação Bom Samaritano.

Na manhã seguinte, fui com minha cunhada para o parque fazer os exercícios. Quando fechei meus olhos, vi que toda área dos exercícios era vermelha, e havia Falun de várias cores em todos os lugares. Ao segurar um Falun, vi pequenos Falun girando em cada dedo da mão esquerda, e uma grande cadeia de Falun que se estendia para baixo, desde o meu braço esquerdo até a perna. Eles estavam me ajudando a ajustar meu corpo; o lado esquerdo do meu corpo tinha estado dormente por um longo tempo.

Quando começou o quinto exercício, eu não conseguia me sentar na posição de lótus completa. Eu não conseguia manter a posição meia lótus por mais de dois minutos. Eu cerrei os dentes, mas não conseguia ficar tranquila. Por fim, alguns praticantes me disseram para chamar silenciosamente o Mestre para me ajudar. Eu chamei pelo Mestre três vezes e ele apareceu todas as vezes e me ensinou os exercícios.

Experiências extraordinárias

Quando o meu terceiro irmão viu que até eu, a pessoa mais teimosa na família, tornei-me uma praticante do Dafa, ele decidiu ir com a gente para Jinan, mantendo uma atitude de "só vendo para crer". Nós todos participamos do segundo seminário do Falun Dafa em Jinan em junho de 1994.

No início do seminário, eu vi o meu terceiro irmão sentar-se na posição de sua prática original, ouvindo a palestra do Mestre com os olhos fechados. Então o Mestre disse: "Alguns budistas leigos vieram aqui abrigando uma intenção de ‘só vendo para crer’. Vocês não vão obter coisa alguma. Até mesmo monges profissionais hoje têm dificuldade em se salvar, o que dizer de um budista amador como você..." Meu terceiro irmão abriu os olhos em choque. Ele mudou de posição e, em seguida, sinceramente ouviu a palestra. Este irmão decidiu praticar o Falun Dafa, apesar de muitos budistas leigos tentarem mudar sua decisão mais tarde, ele permaneceu inabalável.

Todo dia eu chegava cedo à sala da palestra para fazer os exercícios. Quando eu realizava a postura parada Falun, eu mantinha meus braços erguidos até que eles ficassem muito doloridos e minhas pernas tremiam de fadiga. No entanto, a minha mente não estava tranquila: "Meu gerente é tão terrível, agora que eu comecei a praticar o Falun Dafa ..." Então, eu percebi que o Mestre havia citado este mesmo exemplo nas suas palestras. Como o Mestre sabia o que eu estava pensando? Fiquei muito intrigada. Então, meu colega me disse: "Enquanto você praticava a postura parada Falun, o Mestre passou por você". Um praticante veterano disse: "O Mestre sabe de tudo ..."

Em agosto de 1994, eu tive a sorte de participar de um seminário do Mestre em Harbin.

Durante o seminário em Harbin, uma pessoa contou ao Mestre que tinha lhe conhecido algum tempo atrás. O Mestre respondeu: "É isso mesmo, algumas pessoas me conhecem há décadas". Esta frase imediatamente desbloqueou minha memória. Durante o seminário em Harbin, eu também assisti à palestra do Fa. Enquanto ouvia o Mestre falar, de repente eu vi que o Mestre era o Buda gigante que eu tinha visto quando era criança. O Buda gigante era tão alto quanto o céu.

O bem e o mal surgem de um único pensamento

Durante o seminário em Jinan, eu e mais duas praticantes estávamos atravessando uma rua quando a luz verde no semáforo ficou vermelha. Uma praticante veterana disse: "Faça os carros pararem". Como eu tinha acabado de começar, eu não acreditava que tinha capacidades sobrenaturais, então eu casualmente exclamei "pare!" e os carros pararam. Eu não fiquei convencida e pensei que era uma coincidência, então eu gritei "pare" novamente. Desta vez eu parei quatro carros de uma vez, e nós três atravessamos a rua.

Só então eu percebi que tinha capacidades sobrenaturais, mas por usá-las desta forma, não estaria perturbando o estado da sociedade humana comum? Fiquei com medo e disse em voz alta: "Isto é horrível, nós fizemos algo ruim".

Nós entramos em um ônibus público, e não muito tempo depois que o ônibus partiu, um motociclista de repente caiu na frente do ônibus. O motorista do ônibus imediatamente freou e desviou. Todos os passageiros ficaram bem, exceto nós três.

A praticante veterana imediatamente percebeu que tinha feito algo errado. Enquanto esfregava o inchaço na cabeça, ela disse: "Eu fiz algo errado. Sou uma praticante veterana e levei duas novas praticantes a cometer más ações. Fui punida". Arrependida, ela esfregou a cabeça e estranhamente o inchaço desapareceu.