Falun Dafa Minghui.org www.minghui.org IMPRIMIR

Novas evidências revelam que Jiang Zemin ordenou a extração de órgãos de praticantes do Falun Gong

23 de Outubro de 2014 |   He Yu, correspondente do Minghui

(Minghui.org) Novas evidencias revelam que Jiang Zemin, o ex-líder do Partido Comunista Chinês (PCC), ordenou a extração de órgãos de praticantes do Falun Gong. Numa chamada telefônica investigativa secreta em setembro de 2014, um ex-ministro da Saúde para o Departamento de Logística Geral do Exército da Libertação Povo Chinês (PLA) discutiu uma ordem de Jiang para iniciar a extração de órgãos.

A seguir está uma cópia da gravação de áudio da conversa ao telefone entre o investigador e o ex-ministro da Saúde, Bai Shuzhong (白书忠):

Clique aqui para ouvir

Na investigação telefônica, Bai diz: “naquela época, o Premier era Jiang... houve uma ordem, um tipo de instrução, para realizar tais coisas, isto é transplante de órgãos. … Naquela época, depois que o Premier Jiang emitiu a ordem, todos nós fizemos muitos trabalhos anti-Falun Gong...” “... quer dizer, não eram só os militares que estavam fazendo transplantes de rim...”

Transcrição da investigação telefônica:

Bai Shuzhong (ex-ministro da Saúde para o Departamento de Logística General do Exército de Libertação do Povo Chinês): Alô?

Investigador: Olá, quem fala é Bai Shuzhong, ex-ministro da Saúde para o Departamento de Logística General do PLA?

Bai Shuzhong: Sim, quem é você?

Investigador: ...nós gostaríamos de pedir algumas informações...

Bai Shuzhong: Vocês estão... o tempo todo... Qual é o assunto? Você (pode) falar.

Investigador: A situação é a seguinte: quando o senhor era Ministro da Saúde para o Departamento de Logística Geral do PLA, sobre a extração de órgãos de prisioneiros praticantes do Falun Gong para transplante, esta foi uma ordem de Wang Ke, então Diretor do Departamento de Logística Geral do PLA, ou a ordem veio diretamente da Comissão Militar Central?

Bai Shuzhong: Na época, o Premier era Jiang...

Sim, houve uma ordem, um tipo de instrução, para realizar tais coisas, isto é transplante de órgãos.

Mais tarde, o Premier Jiang, (eu) soube que havia uma instrução escrita, sobre pessoas vendendo rins para cirurgias de transplante, isto, quero dizer, não eram só os militares que estavam fazendo transplante de rim.

Investigador: Nós também temos algumas informações da inteligência, de que, naquela época, os Departamentos de Logística Conjunta (das regiões militares) mantinham detidos um número de pessoas do Falun Gong como doadores vivos. Isso é verdade?

Bai Shuzhong: Isso, isso foi naquela época. Ah, eu acho, pelo menos é como eu me lembro, porque naquela época, depois que o Premier Jiang emitiu a ordem, todos nós fizemos muitos trabalhos anti-Falun Gong.

Investigador: Vocês (do Departamento de Logística Geral do PLA) têm um relacionamento de supervisão com os Departamentos de Logística Conjunta nº 1 e nº 2, incluindo a subdivisão do Departamento de Logística Conjunta no 40 e os Hospitais Militares sob o encargo deles?

Bai Shuzhong: Nós controlamos diretamente as universidades militares de medicina. Elas são diretamente ligadas com o Departamento de Logística Geral do PLA e receberam repetidas ordens, porque Jiang prestava muita atenção a este assunto, naquela época. Ele dava muita ênfase a este assunto,

Investigador: Quem colocava muita ênfase sobre este assunto?

Bai Shuzhong: Jiang. Isso foi quando Jiang estava no poder... Ele dava muita atenção a este assunto, havia uma ordem por escrito,

Investigador: De 1998 a 2004, você estava...

Bai Shuzhong: Certo, certo, certo, eu fui Ministro da Saúde para o Departamento de Logística Geral do PLA, de 1998 a 2004.

Investigador: Bem, nós terminaremos aqui.

Bai Shuzhong: Ok, ok. Bom, bom. No futuro, se surgir alguma coisa, você pode me perguntar, sem problema.

Investigador: Ok, bom. Obrigado, tchau.

Bai Shuzhong: Tchau.

Isso corrobora a gravação telefônica publicada em agosto de 2013, na qual Bo Xilai, enquanto visitava a Alemanha como Ministro Chinês do Comércio, em 2006, admitiu que Jiang deu ordem para iniciar a extração de órgãos de praticantes vivos. A seguir é a gravação de áudio:

Clique aqui para ouvir

PCC militariza extração de órgãos

Jiang Zemin, ex-lider do PCC, lançou uma perseguição genocida aos praticantes do Falun Gong em julho de 1999 com a política: “arruínem a reputação dos praticantes, desmantele-os financeiramente e destrua-os fisicamente”.

Sob esta política, a extração de órgãos de praticantes do Falun Gong vivos tornou-se uma forma lucrativa de “destruí-los fisicamente”. O PCC utilizou o poder e as instalações militares, bem como os sistemas médicos e legais para aprisionar os praticantes do Falun Gong, estabelecer um grande banco de órgãos e sistematicamente extrair e distribuir órgãos e destruir provas.

Desde que esse crime terrível foi exposto em março de 2006, uma quantidade crescente de evidências, incluindo depoimentos de testemunhas, investigações independentes e gravações de conversas entre investigadores e oficiais e médicos chineses, continua a provar a existência de uma indústria militarizada de extração de órgãos, na China.