Falun Dafa Minghui.org www.minghui.org IMPRIMIR

Shizuoka, Japão: 1.600 assinaturas apelam para levar Jiang Zemin à justiça

10 de Dezembro de 2017 |   Por um praticante do Falun Dafa no Japão

(Minghui.org) A mundialmente famosa 26a Copa do Mundo Daidogei, foi realizada no Parque Sunpujo, cidade de Shizuoka, não muito longe de Tóquio, de 2 a 5 de novembro. O festival, que mostra os artistas mais criativos do mundo, é realizado em Shizuoka desde 1992 e cresce a cada ano. Os praticantes do Falun Dafa conscientizaram as pessoas sobre a perseguição na China durante o evento e realizaram uma unidade de coleta de assinaturas apelando para que o ex-ditador chinês, Jiang Zemin, seja julgado por ter iniciado e dirigido a brutal perseguição, que já dura 18 anos.

Os praticantes colocaram banners na entrada do Parque Sunpujo, em japonês e em inglês, e distribuíram folhetos em muitos idiomas para os visitantes que vieram do mundo todo.

Muitas pessoas assinaram a petição a caminho para o parque. Outros visitantes levaram folhetos e assinaram a petição depois de saírem do parque.

Os praticantes receberam um grande apoio público durante a atividade de coleta de assinaturas, e coletaram um total de 1.600 assinaturas ao longo dos quatro dias de festival.

Dois idosos disseram a um praticante que entenderam que o crime extração forçada de órgãos, sancionado pelo Estado na China, é sancionado pelo Partido Comunista Chinês. Eles sentiram que o governo japonês não deveria ficar à margem e deveria, em vez disso, apoiar os manifestantes pacíficos e ajudar a China a entrar em uma era sem o Partido Comunista.

Ao sair, dois idosos apertaram a mão dos praticantes e disseram: "Nós os apoiamos! Sigam em frente!"

A Sra. Wang do sul da China, estava visitando sua filha no Japão. Depois que um praticante lhe falou sobre os seus parentes estarem sendo perseguidos na China, ela disse que acredita nas histórias e expressou sua indignação sobre a situação ilegal na China. Ela assinou a petição e disse que iria visitar o site para anunciar sua retirada nos Jovens Pioneiros, uma organização juvenil afiliada ao Partido Comunista Chinês.

Um cavalheiro japonês mais idoso, que ajudou a causa ao coletar mais de 20 assinaturas entre seus vizinhos e amigos, viu os praticantes na entrada do parque. Ele imediatamente comprou alguns alimentos aos praticantes para demonstrar seu apoio.

Houve muitos encontros similares ao longo do festival.