(Minghui.org) Recentemente em nosso município, vários praticantes idosos faleceram em alguns meses, um após o outro. Eles eram todos praticantes veteranos que acreditavam firmemente no Dafa e foram protagonistas em proteger e validar o Fa no início da perseguição.

Lembro-me de como uma praticante frequentemente carregava um saco pesado cheio de materiais do Dafa. Ela caminhava de uma aldeia para outra distribuindo-os de porta em porta, mesmo nas noites mais frias de inverno. Nenhuma dificuldade era muito grande e ela nunca reclamou ou disse que estava cansada, no entanto, seu filho faleceu e por vários anos ela não conseguiu abandonar seu apego a ele. Depois que ele morreu, ela sentiu que estava envelhecendo e continuou indo ao cemitério, chorando e em luto por seu filho. Ela não conseguia se concentrar no cultivo e perdeu seus pensamentos retos. Isso deixou uma brecha para o mal se aproveitar e ela faleceu.

Um praticante costumava ser muito firme. No início da perseguição quando a situação estava muito difícil, ele se recusou a desistir de praticar, mesmo quando foi detido em um centro de detenção. Ele tomou a iniciativa de limpar vários quilômetros de uma estrada que liga a aldeia ao centro da cidade e, enquanto trabalhava na estrada contava às pessoas os fatos do Falun Gong e expunha a perseguição, no entanto, nas fases posteriores da retificação do Fa, ele de repente sentiu que estava ficando velho e quis usar toda a sua poupança para construir uma casa para seus filhos, apesar de todos os seus filhos já terem casas. Quando a casa estava construída, ele gradualmente deixou de fazer as três coisas. Ele ficou doente e acabou perdendo sua vida.

Alguns praticantes ficam dizendo: “Estou muito velho e tenho dificuldade em me lembrar das coisas, enxergar bem ou andar rapidamente”. Eles colocam restrições sobre si mesmos e somente fazem uma curta caminhada para esclarecer a verdade às pessoas, porque eles sentem que não conseguem ir muito longe. Eles se consideram “idosos”.

O nosso Mestre nos arrancou do inferno, pagou por todos os pecados que cometemos ao longo de nossas muitas vidas e nos deu esta lei do universo, que cultiva ambos: natureza e longevidade.

O Mestre disse no Zhuan Falun:

Quando isso acontece, a energia é armazenada em cada célula do corpo; e não apenas nas células desta dimensão física, como também em todas as moléculas, átomos, prótons e elétrons de todos os corpos em outras dimensões, até alcançar as partículas extremamente microcósmicas. Elas são preenchidas com essa energia. Com o passar do tempo, o corpo da pessoa é completamente preenchido com essa matéria de alta energia. (Segunda Palestra)

Essa matéria de alta energia possui inteligência e capacidades. Ao aumentar sua quantidade, ela se torna mais densa e preenche todas as células do corpo da pessoa. Ela pode restringir as células físicas, as menos capazes.(Segunda Palestra)

O Mestre também disse:

Nesse processo de transformação, à medida que as células humanas vão sendo gradualmente substituídas pela matéria de alta energia, o envelhecimento se retarda e o corpo gradualmente rejuvenesce. Transforma-se de forma progressiva, até que, finalmente, o corpo é completamente substituído por matéria de alta energia... (Quinta Palestra)

Portanto, como podem os praticantes do Dafa ficarem velhos?

Eu estou com 60 anos de idade, mas nunca uso o conceito de “velho” para me restringir. Porque eu cresci pobre e sem quaisquer vínculos, eu tive que abandonar a escola quando eu tinha 14 anos e mal conseguia ler. Eu nunca aprendi qualquer habilidade moderna da alta tecnologia, no entanto, por meio do cultivo do Dafa, o Mestre abriu a minha sabedoria e eu sou capaz de navegar em um computador, ler artigos dos Minghui e também fazer as três coisas. Antes de me tornar um praticante eu fui diagnosticado com gastroptose e tinha de manter o calor pelo uso de camadas extras de tecido para cobrir o peito e abdômen no inverno e outono. Depois que eu comecei a praticar, sinto-me saudável, revitalizado como um homem jovem. Eu como mais rápido e posso terminar uma refeição em minutos. Eu nunca tenho problemas de estômago e nunca me sinto “velho”. Eu já não penso se estou recebendo alimentação suficiente e paro de comer quando me sinto satisfeito.

Quando eu estava com 50 anos fui a uma autoescola para obter uma carteira de motorista. Um jovem de outro grupo perguntou como eu conseguia andar tão rápido. Eu respondi: “Eu pratico o Falun Gong e eu tenho 50 anos de idade”. Eles não podiam acreditar. Uma pessoa disse: “Minha mãe tem apenas 44 anos, mas ela parece mais velha do que você e tem todos os tipos de problemas de saúde”. O outro homem disse: “Minha mãe também”. Quando estávamos praticando na aula de direção, eles ficaram surpreendidos com a flexibilidades dos meus braços e pernas e a clareza da minha mente. Uma vez, quando nós tivemos que ir para a estrada fazer um teste de direção, um jovem disse: “É difícil para os motoristas idosos passarem neste teste. Você pode pagar um extra se desejar comprar o certificado”. Eu disse a ele que gostaria de fazer o teste real e passá-lo. Eu acreditava que o dinheiro que eu tinha era recursos para o Dafa e eu não deveria desperdiçá-lo. Como resultado, eu passei em todos os testes e disse aos rapazes: “Praticar o Dafa acalma a mente”.

Em um certo momento eu descobri que estava perdendo o meu cabelo, e eu podia ver o meu couro cabeludo. Após isso, eu adicionei um pensamento quando eu enviava pensamentos retos: Eu eliminaria todos os fatores em outras dimensões que perseguiam o meu corpo e causava-me a perda do cabelo e eliminaria e limparia todas as substâncias deterioradas do meu corpo. Depois que eu fiz isso várias vezes, o meu cabelo parou de cair e agora voltou ao normal.

Várias vezes, enquanto eu lia os artigos no computador, as palavras tornavam-se borradas e me pareceu que eu precisaria de óculos bifocais. Há um velho ditado que quando se atinge 48 anos é hora de usar óculos bifocais. No entanto, eu pensei que isto é para as pessoas comuns e não para os discípulos do Dafa.

O Mestre nos disse no Zhuan Falun:

Dizemos que o bem ou o mal vêm de um único pensamento. A diferença em um pensamento traz diferentes consequências. (Quarta Palestra)

Eu não admiti estar com problemas de visão e enviei pensamentos retos para eliminar os maus elementos e as substâncias que faziam os meus olhos ficarem borrados. Agora eu sou capaz de enxergar os mínimos detalhes, até mesmo as pernas de uma formiga.

Enquanto a retificação do Fa precisar que faça eu vou fazê-lo. Eu posso dirigir um carro tão facilmente quanto um homem jovem, com uma mente clara e pensamentos rápidos. Eu nunca me atraso para fazer as três coisas.

Sou grato por tudo o que o Mestre me deu e tenho mergulhado no Dafa. Eu memorizei o Zhuan Falun por 27 vezes. Eu começo o meu dia memorizando o Fa, e quanto mais eu memorizo mais clara a minha mente se torna. Eu persisto no envio de pensamentos retos nas quatro vezes ao dia. Às vezes, eu envio em outros horários e aumento o envio de pensamentos retos em mais quatro ou mais cinco vezes ao dia.

Somos discípulos do Dafa que andam no caminho da divindade e temos grandes missões e responsabilidades. Devemos fazer as três coisas todos os dias e fazer delas a nossa prioridade. Não devemos usar o conceito de “velho” para restringir a nós mesmos e não percamos um minuto do precioso tempo que o Mestre nos deu. Devemos seguir o Mestre, fazer bem as três coisas e voltar para casa com o Mestre.

Para concluir, como incentivo, vamos compartilhar um poema de Hong Yin II.

Quem é o Senhor dos Céus
Reino após reino, seres se desviaram do Fa
Cada um alegando governar o firmamento
O tempo de retornar à posição se aproxima
Veremos quem permanece confundido
(“Sem confusão” de Hong Yin II)