Falun Dafa Minghui.org www.minghui.org IMPRIMIR

A cura milagrosa de uma mulher

13 de Abril de 2016 |   Liu Yong Wu

(Minghui.org) Meu nome é Liu Yongwu. Tenho 47 anos e moro em Toronto. Nas últimas décadas, a parte mais difícil da minha vida foi a minha doença. Eu estava muito fraca e tinha vários tipos de males: insônia, artrite, osteofitose na vértebra cervical, úlceras em meu ombro, doença ginecológica, um esporão ósseo no meu pé e atrofia muscular. Além disso, depois que eu dei à luz ao meu primeiro filho, em 1981, eu comecei a ter diarreia crônica. Durante quase 4 anos eu tomei remédio herbal chinês, mas nunca tive um único dia confortável.

Em 1996 eu tive uma hemorragia forte por causa de um tumor no meu ventre, que precisou de cirurgia. Após a cirurgia eu sofri fortes dores, causadas pela incisão. Eu não conseguia dormir nada e perdi o apetite. A cada dia eu estava ficando mais fraca e não sabia exatamente o porquê.

Médicos ocidentais não conseguiram descobrir o que havia de errado comigo. Os médicos chineses disseram que eu estava fraca demais, que o meu corpo não podia digerir alimento suficiente. Eu desmaiei. Na época, eu estava tão magra, com cerca de 1,5 m de altura, pesando menos de 32 kg. E, embora fosse abril, eu ainda usava um casaco pesado. Eu ficava fria como gelo, mesmo se eu ficasse coberta na cama com uma colcha grossa. Eu descobri o significado da antiga expressão chinesa “a doença atingiu os órgãos vitais e é incurável”.

Em 1995, meu marido teve que voltar a Pequim para ganhar a vida, deixando a mim e as minhas duas filhas no Canadá. Minha filha mais velha tinha acabado de começar o ensino médio, e a mais jovem tinha apenas quatro anos de idade. Eu estava confinada à cama e não podia nem mesmo cozinhar, por isso as crianças às vezes não tinham comida quente para comer. Minha filha mais velha teve que pedir licença de longo prazo da escola para cuidar de mim. Essas pobres crianças choravam todos os dias. Isso preocupava muito o meu marido, mas ele não podia me ajudar porque ele não podia deixar o trabalho dele na China. Eu perdi toda a esperança.

Um dia, meu vizinho de baixo me emprestou um livro intitulado Zhuan Falun, e disse que era muito bom. Eu li o livro e senti que era realmente muito bom, porque o autor tinha um raciocínio muito coerente. Mas, naquela época eu não compreendi o verdadeiro significado do livro, então eu o devolvi para o meu vizinho e disse: "É um bom livro, mas ele fala que não é para curar doenças, e eu ainda tenho que curar a minha doença, então eu não posso usá-lo”. Agora, sempre que eu penso nessa minha decisão eu lamento imensamente, porque foram desperdiçados mais dois anos antes que eu pegasse o livro novamente.

Toda vez que eu ia para o hospital, eles tiravam pelo menos cinco tubos do meu sangue para ser analisado. Já não me restava muito sangue, então eu parei de ir ao hospital. Mas eu não queria morrer no Canadá, então eu decidi voltar a Pequim. Um dos meus amigos é médico, mas ele temia que eu não fosse capaz de aguentar a viagem. Ele disse que era impossível para mim voltar para a China, porque eu estava tão fraca que eu nem sequer tinha força para falar: eu não conseguia recuperar o fôlego depois de falar uma única frase e meu pulso estava tão fraco que parecia ter desaparecido. Ele pensou que com certeza eu iria morrer no avião.

No entanto, eu acreditava que eu poderia ir. Meu amigo teve que me colocar em uma cadeira de rodas. Mas o pessoal da companhia aérea recusou-se a me deixar ficar a bordo, porque eles também estavam com medo de que eu pudesse morrer no avião. Depois que eu assinei uma declaração de assumir toda a responsabilidade por meu estado, eles me deixaram entrar no avião. Eu estava equipada com oxigênio e acompanhada pelo meu amigo médico, que estava pronto para me aplicar acupuntura a qualquer momento. Quando eu cheguei em Pequim, fui imediatamente encaminhada para um hospital. Passei dois anos em Pequim tentando encontrar uma cura, no entanto, o sofrimento continuava. Todos os dias eu dependia de pílulas para dormir e infusões de longo prazo. Minhas mãos estavam todas cobertas com buracos de agulha, os quais ulceraram.

Em 1998, eu tive que arrastar meu corpo fraco de volta para o Canadá, porque a minha filha precisava entrar na escola primária. Antes de eu sair da China, o médico lembrou-me várias vezes que diariamente eu tinha que tomar comprimidos para dormir e hormônios; caso contrário, um ataque cardíaco poderia tirar a minha vida a qualquer momento. Depois de voltar para o Canadá, um pensamento recorrente me vinha continuamente: "Eu devo ler o Zhuan Falun. Eu devo lê-lo novamente!" Então, eu finalmente o peguei e me concentrei firmemente, enquanto eu o lia várias vezes. Finalmente, eu entendi por que as pessoas têm doenças, como elas podem se livrar da doença, e como elas podem ficar longe da doença. Eu também percebi o quão importante é ser virtuoso e não fazer quaisquer más ações. Eu sabia que eu tinha obtido algo inestimável!

Daquele dia em diante eu nunca parei de ler o Zhuan Falun, e eu nunca vou parar de ler este livro! Depois que eu comecei a ler o livro e fazer os exercícios, fiquei surpresa ao descobrir que todas as minhas doenças desapareceram dentro de um único mês. Quando eu trabalhava em Hong Kong, o meu empregador gastou enormes somas de dinheiro tentando me ajudar a tratar a atrofia muscular na perna, mas os médicos especialistas de lá não puderam reduzir a minha dor, nem mesmo um pouco. A medicina moderna não pôde resolver o meu problema, mas o Falun Gong me curou em um mês, sem ter que gastar um único centavo! Dá para acreditar? Eu sei que parece bom demais para ser verdade, mas esta é a verdade absoluta! O Falun Dafa verdadeiramente me salvou do meu desespero!Agora eu posso comer e dormir normalmente, e eu não estou mais sofrendo de nenhuma doença! Eu estou com a aparência forte e cheia de energia. Posso andar muito rápido e estou parecendo mais jovem a cada dia. Meu marido ainda está trabalhando na China, mas está muito aliviado, já que ele não tem mais que se preocupar comigo. Minha vida familiar está harmoniosa de novo e as crianças estão indo muito bem na escola. O Falun Dafa trouxe a verdadeira felicidade para a minha família. Verdadeiramente, o Falun Dafa me deu uma vida completamente nova. Essas palavras brotam verdadeiramente do fundo do meu coração: o Falun Dafa é ótimo!