Falun Dafa Minghui.org www.minghui.org IMPRIMIR

Declarações solenes de dois praticantes do Dafa

7 de Outubro de 2015 |  

(Minghui.org)

Declaração solene

Certa vez eu fui levado para uma delegacia de polícia local depois que o Partido Comunista Chinês (PCC) começou a perseguir os praticantes do Falun Gong em 20 de julho de 1999. Eu fui condenado a difamar o Falun Dafa. A difamação foi gravada e, em seguida, transmitida por uma estação de televisão. 

Eu também entreguei vários livros do Falun Dafa, dei as minhas impressões digitais e assinei documentos para renunciar à prática. Estou cheio de profundo pesar.

Dessa forma, declaro solenemente que tudo o que tenho dito e feito que não se conforma aos princípios do Dafa é nulo e vazio. Eu diligentemente cultivarei no Falun Dafa e compensarei as perdas que eu tenha causado à prática.

Shun Jun (舜 君), 20 de janeiro de 2015

Declaração solene

Fui preso várias vezes em centro de detenção, centro de lavagem cerebral e campo de trabalhos forçados depois que o PCC proibiu o Falun Dafa em 20 de julho de 1999.

Fui preso por produzir materiais informativos sobre a perseguição ao Falun Dafa em fevereiro de 2006. A polícia confiscou meu computador, gravador, impressora, telefone celular, materiais informativos, cerca de 20.000 yuanes e informações de contato de companheiros praticantes. Eu fui condenado a uma pena de prisão de 13 anos e levado para uma prisão em janeiro de 2007

Eu fui interrogado e torturado por detentos, comandados por funcionários da Agência 6-10 e da Divisão de Segurança Doméstica. Eles raspavam minha cabeça, me vestiram com o uniforme da prisão e eu tinha que ficar agachado em uma única perna por um longo tempo. Se eu não seguisse as suas instruções, eles torciam os meus dedos e punho, me espancavam e algemavam as minhas mãos atrás das costas.

Eu fui alimentado à força, jogavam água gelada sobre mim e fui privado de usar o banheiro. Fui mantido em confinamento solitário durante o dia e privado de sono durante a noite. Fui monitorado por câmeras de vigilância 24 horas por dia.

Devido aos apegos e a falta de estudo diligente dos livros do Falun Dafa, eu não tenho pensamentos retos. Por isso, eu fui transformado. Eu decepcionei o Mestre e o Dafa e sinto profundo pesar.

Com isso, declaro solenemente que tudo o que tenho dito e feito que não se conforma com os princípios do Dafa é nulo e vazio. Vou estudar o Fa diligentemente, fazer os exercícios, enviar pensamentos retos e conversar com as pessoas sobre o Falun Dafa. Vou firmemente cultivar no Falun Dafa até o fim.

Li Qiaosong (李 峭 松), 19 de janeiro de 2015