Vinte anos de transmissão do Fa

Li Hongzhi ~ 13 de maio de 2012 ~ Nova Iorque, EUA

(Todos ficam em pé, fortes aplausos; o Mestre gesticula diversas vezes para que todos se sentem).

Olá a todos! (Discípulos: “Olá, Mestre!”). Todos têm trabalhado arduamente (Discípulos: “O Mestre é quem tem trabalhado arduamente”; aplausos). Acho melhor eu ficar em pé, assim vocês podem me ver melhor (aplausos). Faz tempo que não os vejo, e todos querem me ver, é melhor então eu me levantar (risos; aplausos; o Mestre retribui com Heshi).

Todo ano, muita gente vem à conferência de Nova Iorque, a capacidade do auditório não suporta tanta gente assim. Já disse a eles que, para o próximo encontro, procurarem um ginásio (risos; aplausos).

Por falar em trabalho árduo, vocês realmente têm feito isso. Trata-se da retificação do Fa, uma coisa tão grande, sem precedentes históricos. Na verdade, ao longo da história, todos os acontecimentos de maior relevância cultural, inclusive o modo como os cultivadores e seres iluminados fizeram em diferentes períodos históricos, todos foram para servir como referência aos discípulos do Dafa e para estabelecer as bases para a difusão do Dafa. Digo que, desde os primórdios até hoje, tudo foi para isso. Sendo mais claro: a civilização chinesa de cinco mil anos foi criada justamente para este último evento. Um evento de tamanha proporção – pensem todos –implica na possibilidade ou não de salvação de todos os seres do Universo, se é que é possível salvar todos em um período em que tudo já está insustentável. Antes de a retificação do Fa no Universo começar, ninguém tinha certeza se daria certo ou não; quando comecei, muitos Deuses refletiram sobre isso. Eles frequentemente me diziam: “Desejo-lhe sucesso”, porém havia outro significado oculto nas entrelinhas. Outros Deuses me disseram: “Nunca houve algo assim”; eles também viram o quão difícil seria.

Na verdade, o cenário da perseguição aos discípulos do Dafa em meio ao cultivo é um reflexo na sociedade humana da manifestação dos conflitos entre os seres bons e os maus em meio à reconstrução do Universo. Digo que os horrores dessa perseguição maligna e a perseverança e retidão dos discípulos do Dafa voltada à salvação dos seres é uma pequena manifestação desse grande processo de retificação do Fa no gigantesco Universo. Na verdade, é um evento extremamente gigantesco, magnífico a ponto de não ser possível descrevê-lo com palavras. Todas as dimensões do Universo estão sendo reconstruídas, e em todas, há diferentes manifestações. O conflito entre o novo e o antigo, o bem e o mal, representa as diferentes posturas dos seres. O mundo humano é apenas a manifestação de uma dimensão. No passado eu disse a todos que a qualidade de cultivo de um discípulo do Dafa determinaria a sua capacidade de salvar seres, bem como o sucesso ou não do mundo humano atender aos padrões da retificação do Fa. Na verdade, em todas as outras dimensões está se fazendo o mesmo, o processo de retificação do Fa é unificado. O que os seres humanos podem ver é apenas a manifestação dos discípulos do Dafa no mundo humano. Em outras dimensões, as manifestações são outras, trata-se de enfrentar diretamente a desintegração da vida, sua permanência ou não dentro do processo de renovação do Universo e dos corpos celestes; é algo assombroso. Ocorre assim porque só o ser humano pode cultivar, os discípulos do Dafa, sem importar o fardo que suportam, são seres humanos cultivando. Já que são seres humanos fazendo as coisas, a maioria não consegue ver as coisas que ocorrem; alguns poucos podem ver uma diminuta porção. Cada um pode sentir a pressão das forças malignas dentro de seu estado limitado, e fazer o que deve ser feito em meio às tribulações.

De uma perspectiva histórica e tratando-se de algo tão grande, pensem todos nos preparativos que foram necessários para isso. Na verdade foi tudo minuciosamente organizado, inclusive o modo como cada discípulo do Dafa trilhará seu caminho, como procederia diante das mais diferentes situações e sob circunstâncias que não deveriam ter ocorrido. De todo modo, cada vida deve tomar as próprias decisões: Você quer cultivar, quer obter, quer fazer, não quer fazer, não quer obter... Tudo isso é uma decisão da própria pessoa, por isso é bem difícil. É assim também para a qualidade do cultivo de um discípulo do Dafa e para a capacidade de poder ou não cumprir sua promessa histórica. Do ponto de vista de uma pessoa comum, ao olhar para a perseguição aos discípulos do Dafa - que enfrentam repressão total através de todos os mecanismos de um país e são alvo de difamações e mentiras fabricadas pela mídia – na situação de pessoa comum, ela acha razoável acreditar no governo, especialmente em um ambiente no qual o partido sempre usou de mentiras para mascarar as mazelas e criar o “cenário perfeito” ao longo de um período de mentiras e de fabricação de falsos heróis. Nesse contexto, é realmente muito difícil para um chinês distinguir entre o verdadeiro e o falso. Vendo por outro lado, as velhas forças julgam que tanto o Universo como os seres humanos já não atendem ao padrão; por isso é preciso tirar aqueles com grandes pecados desse labirinto de ilusões e mentiras. Cada um que ajudar o partido perverso em suas maldades, terá que arcar com as consequências e suportar tudo o que fez. Se você conseguir se libertar, muito bem; se não, será eliminado. Na verdade, tudo isso, por mais que pareça maligno e aterrorizante até para as pessoas comuns, trata-se da manifestação da retificação do Fa no Universo em uma pequena dimensão; o que ocorre no mundo humano é um pequeno evento em meio à reconstrução dos colossais corpos celestes. Ainda assim, foi deixado um lado da rede aberta em meio à rigorosa e séria retificação do Fa: no processo de salvar as pessoas, aqueles que forem capazes se libertarão, e os que não forem serão eliminados.

Como um discípulo do Dafa, todos já viram que a situação se modifica aceleradamente, também se trata de um reflexo da situação da retificação do Fa no Universo. No início da perseguição aos discípulos do Dafa, em 20/07/1999, todas as coisas más e entidades a serem eliminadas de outras dimensões recaíram sobre esta dimensão, cabendo aos discípulos do Dafa eliminá-las, causando assim uma gigantesca pressão sobre vocês. Foi maligna e aterrorizante demais; vocês passaram por isso, vocês já sabem o que aconteceu, o Mestre não precisa descrever. Isso tudo somado à crueldade do perverso partido comunista, criou-se uma pressão sem precedentes na história. Porém, os padrões de cultivo em meio à retificação do Fa, os padrões exigidos das divindades depois da renovação, são rigorosos; são padrões exigidos pelo novo Universo. No entanto, os seres que não passaram pela retificação do Fa agem conforme os princípios do Universo antigo, e utilizam esses mesmos princípios para avaliarem os discípulos do Dafa. Esses seres só acharão justo se vocês atingirem o padrão que eles reconhecem, e só assim eles permitirão que vocês ascendam sem interferências, só assim eles considerarão vocês dignos de salvá-los. Na verdade, os governantes dos diferentes níveis do Universo que também estão criando obstáculos à retificação do Fa, só aprovarão você quando eles se sentirem satisfeitos e considerarem que você atende aos padrões estabelecidos por eles. Alguns sabem que estão dentro do processo de retificação do Fa; outros acreditam que eles próprios são os governantes supremos; outros não concordam com as exigências da retificação do Fa. Seja qual for o caso, eles não sabem como ficarão as coisas após a retificação do Fa; os diversos Deuses de cada nível estão nesse estado e pensam dessa maneira. Se eles pensarem: “Não está bom; não satisfaz o padrão”, eles usarão do poder deles para destruírem diretamente tudo a seu alcance que não satisfaça seu padrão, incluindo a situação da retificação do Fa. Embora eles não tenham capacidade de realmente impedir a retificação do Fa, eles constituem um obstáculo; independe de eles serem capazes ou não de fazer isso, eles irão destruir. Na verdade, coisas assim ocorreram inúmeras vezes, mas não conseguiram destruir os discípulos do Dafa nem a humanidade, nem conseguiram barrar a retificação do Fa, porém eles criaram muitas complicações, as quais se refletiram no mundo humano e tornaram-se obstáculos. Essas coisas sempre existiram.

Caso os discípulos do Dafa não façam bem, caso baixem seus padrões de cultivo, então, todas essas velhas forças de altos níveis - camadas e mais camadas com uma quantidade infinita de Deuses e reis dos diversos níveis - farão isso. Pensem todos, quanta dificuldade a mais não seria adicionada à retificação do Fa? No momento em que esses Deuses e reis forem eliminados, os inúmeros seres dentro do alcance de seus domínios não poderão mais ser salvos. Se em todo o Cosmo ocorrer isso, então ninguém poderá ser salvo. Essa é uma dificuldade encontrada pela retificação do Fa e pelos discípulos do Dafa, manifestada no mundo humano na forma de todo tipo de problemas. Todos pensam: “O nosso Mestre tem poder absoluto sobre a retificação do Fa, tudo que ele disser será feito”. Mas vocês não pararam para pensar que, para salvar isso tudo, a vida a ser salva não pode ser forçada a isso; fazer obrigatoriamente não resultará em uma mudança essencial, e mudar à força significa recriar essa vida. Recriar é extraordinariamente fácil, salvar uma vida é o mais difícil; recriar é simples demais.

Todos sabem que Sakyamuni disse que um Buda pode criar um mundo com inúmeros seres com um simples pensamento, pois dentro de seu alcance ele possui tal poder. A partir do nível em que se encontra, ele possui poder desde as partículas mais microcósmicas às mais macrocósmicas; possui poder para criar seu mundo simultaneamente em todos os níveis, desde o menor ao maior, independente da densidade das partículas. Com um simples pensamento, ele pode criar tudo, inclusive seres. Caso também fosse feito assim na retificação do Fa, significaria recriar tudo, e o que existia antes deixaria de existir, e isso não seria salvar seres. Se você quer salvá-los, o que significa salvar? É preciso que ele mesmo queira mudar. O Universo e todo esse mundo já estão insustentáveis; salvar tudo isso é muito difícil! É por isso que quando alguns de vocês encontram uma tribulação, às vezes, pensam: “Por que tamanha tribulação? Não dá para o Mestre retirá-la?”. Também já pensei assim; quando vejo os discípulos do Dafa sendo perseguidos severamente, mas sem possuir suficientes pensamentos retos, realmente quero retirar-lhes a tribulação; porém, se eu a retirasse, então vocês não teriam passado nessa provação, tampouco teriam feito o que é de sua responsabilidade, tampouco se elevariam no cultivo. Se tudo isso fosse retirado, então não seriam nada; vocês não seriam cultivadores, não seriam discípulos do Dafa. Além do mais, cada pessoa reencarnou amarrotada de carma acumulado nas vidas anteriores; embora o Mestre tenha cuidado de vocês durante todas as suas vidas, o carma acumulado não é pequeno. Caso você tenha no passado feito alguma promessa, alguma dívida, ou causado algum problema, são coisas muito difíceis de quitar. Tudo isso deve ser quitado, e é uma coisa muito difícil de ser feita; muitos sofrimentos no cultivo provêm dessas coisas. Salvar uma vida não é uma coisa tão fácil quanto se possa imaginar.

Porém, independentemente do quanto é difícil ou quanta interferência e tribulação essas vidas nos causam antes de serem salvas, cada discípulo do Dafa possui seu próprio caminho. Como um discípulo do Dafa – sempre digo isso – digo que com uma missão histórica desse tamanho, carregando a responsabilidade de salvar seres, com certeza vocês têm o seu caminho pelo qual têm condições de trilhar. Esse caminho precisa ser um que possa satisfazer aos padrões; assim os seres do Universo vão respeitá-lo, e só assim não poderão interferir, só assim você deixará de ter complicações e trilhará o caminho fluentemente. Caso contrário, levando consigo apegos e corações humanos, você terá muitos problemas em seu caminho que o impedirão de avançar. Na verdade, o desvio do caminho reto se dá em razão do carma e isso inclui todo tipo de pendência, promessas, e diversos vínculos com outras vidas, entre outros; e também em razão do próprio apego a corações humanos, em especial as noções formadas, que geram uma forma de raciocínio, o qual dificulta a percepção de corações humanos que você não tem consciência. Como renunciá-los se não são percebidos? Especialmente no ambiente da China, onde o partido perverso arruinou a cultura tradicional chinesa, substituindo-a por um conjunto de coisas do partido perverso chamada de “cultura do partido”. Usando uma forma de raciocínio construída sob essa cultura, é realmente difícil conhecer as verdades do Universo, é difícil até mesmo dar-se conta de que alguns pensamentos distorcidos são contraditórios com os valores amplamente aceitos no mundo. O que fazer quando não é possível dar-se conta de vários pensamentos ruins? Só resta agir conforme o Dafa.

Como já disse a todos, os chineses de hoje são todos reis de diferentes etnias, reis de diferentes períodos históricos. São reis de níveis muito altos que baixaram do Céu e reencarnaram todos na China. Salvá-los resultará na salvação dos inúmeros seres representados por eles. Por isso, não é nada fácil. Para salvá-los você terá que salvar todos os outros; mas quem eliminará todo esse carma? Como fazer para que eles atravessem as tribulações? O que deve ser feito para que as velhas forças se aproveitem o menos possível das suas brechas? E para que os seres de diferentes níveis que seguem os princípios e conceitos do Universo antigo se convençam? Para que esses seres se sintam satisfeitos e deixem você passar? Isso é muito difícil. O Mestre disse: “Se o discípulo possui fortes pensamentos retos, o Mestre terá como usar sua força para mudar o destino dos céus”. Se alguém ousar fazer algo, e se seus pensamentos retos forem fortes, nós estaremos com a razão e o Mestre poderá resolver tudo. Se você se afasta da retidão, o que o Mestre pode fazer? Você mesmo fala que está agindo errado, mesmo assim, o Mestre livra você das tribulações – Isso é possível? Se você não age bem, e assim que as tribulações veem, as eliminamos, como podemos salvar alguém desse jeito? Não dá para ser assim.

De qualquer forma digo que, ainda que sejam princípios antigos, apesar de estarem totalmente corrompidos e insustentáveis, ainda são princípios amplamente aceitos; na linguagem dos seres humanos são os chamados valores universais; no Céu, em todo o Universo há padrões amplamente aceitos. Se eles não aceitam você e o Mestre elimina todos eles por causa disso, a quem nós salvaremos? O difícil está justamente aí. Eu poderia, sem me importar com as coisas velhas, fazer conforme os meus padrões, porém, ao finalizar o processo, talvez nenhuma vida pudesse ser salva, pois todas seriam eliminadas, explodidas. É para salvá-los que o caminho a trilhar e os sofrimentos a serem suportados pelos discípulos do Dafa são tão difíceis; as tribulações que encontramos são para permitir que os seres possam ser salvos. Faça de um modo que satisfaça esses seres – e assim, os discípulos do Dafa poderão passar – e ao mesmo tempo, poderão ser salvos. Não importa o que você pensa a respeito disso, todos os seres dos diversos níveis do Universo pensam assim. Todos os níveis possuem reis e soberanos, seres colossais do Universo, são imensuráveis, vocês não são capazes de imaginar o quão grande é tudo isso; todos os níveis geram esse efeito, e os seres de todos os níveis encaram os fatos dessa maneira. Pensem todos, você ainda tem de salvá-los, então o que você deve fazer? O Mestre poderia eliminá-los, mas assim não sobraria nada, e passando por lá, você veria que nenhuma vida foi salva; passando em outro lugar, você veria o mesmo; quem se oporá? Eliminando todos e passando por cima de tudo e todos, não sobraria nenhuma vida. Caso fizéssemos dessa maneira, não teríamos destruído tudo? É por isso que o discípulo do Dafa deve se conduzir de forma reta em seu caminho, pois só assim poderá salvar seres e completar seu caminho; é difícil assim; sem isso criam-se dificuldades para salvar seres. Muitas pessoas sem discernimento falam sobre salvar seres, mas nem sequer sabem o que “salvar os seres” implica.

Mas de qualquer forma, se um discípulo do Dafa consegue salvar seres, então ele é formidável. Sim, percorrendo todo o caminho, os discípulos do Dafa já salvaram centenas de milhões de pessoas durante a retificação do Fa; muito bem, o Mestre está muito satisfeito. Muitos discípulos do Dafa suportaram muito e com isso estabeleceram uma grandiosa virtude. Por que vocês têm de suportar tudo isso? Há muitos que me perguntam o porquê de ele ser tão severamente perseguido. Talvez seja porque ele suporta vidas que estão atrás dele; talvez porque o que ele deve proteger e salvar seja grandioso e numeroso demais; talvez seja em decorrência dos seus próprios elementos e da vida a ser salva por ele, talvez por ter carma demais ou devido a fardos históricos, sejam conflitos de difícil resolução, alguns dos quais só possíveis de serem quitados com a vida. Por isso essas complexas manifestações foram geradas. Algumas são obras das velhas forças. Em meio à interferência, o Mestre também está se aproveitando das artimanhas das velhas forças, no entanto, o Mestre tem os próprios padrões, tudo o que as velhas forças fizerem terá que ser compensado.

Já disse a vocês que tudo o que existe dentro dos Três-Reinos existe para a retificação do Fa, incluindo os que admitem ou não o Dafa; seja como for, todos os seres sabem que a retificação do Fa está em andamento, porém ninguém sabe a grandiosidade desse evento. Especialmente esses reis e governantes, os que se julgam muito poderosos, nenhum deles pensou que além deles ainda há incontáveis Universos. Todos eles se acham grandiosos, por isso ousam fazer o que fazem, e assim criam dificuldades muito grandes. Seja como for, os discípulos do Dafa salvaram grande quantidade de seres e agora a retificação do Fa está no fim. Daqui para frente, como todos já viram, o mal já não tem força suficiente, e o ambiente maligno que as velhas forças usam para testar os discípulos do Dafa enquanto eles salvam pessoas em meio a toda essa pressão, gradualmente se dissipa, pois a maldade já não é suficiente. Quando as velhas forças acharem que não têm mais forças para testar os discípulos do Dafa e as pessoas do mundo, não contará mais, e, então, o processo de salvar as pessoas, no qual o Mestre utilizou as interferências das velhas forças, terminará. Aqueles que não forem salvos, que nesse período não deram ouvidos ao esclarecimento da verdade dos discípulos do Dafa, ou que ouviram a verdade mas não foram tocados por ela, não terão outra chance e essas pessoas serão deixadas de lado, e assim a próxima etapa começará logo em seguida.

O dia em que a história irá terminar não será adiado sob nenhuma circunstância; poderão ocorrer alterações apenas em fatos específicos e no processo deles; o que não for bem feito terá influência sobre os fatos posteriores. No entanto, no geral, a hora não poderá ser adiada; não se trata de o Mestre ser ou não benevolente. Na verdade, mesmo para os que forem salvos no final, se o que foi reconstruído não estiver conforme o que eu quero, se não atingir os padrões requeridos, então terá sido em vão, terá de ser destruído. Digo: a hora estabelecida não será ultrapassada; no que se refere às vidas que não puderam ser salvas, só restará deixá-las de lado.

Claro, por ter falado até aqui, os discípulos do Dafa talvez achem que muitas coisas que fizeram deixaram a desejar, e com isso levarão algumas decepções. Com certeza é assim. Na verdade, desde que comecei a fazer isso já sabia disso: a humanidade chegou a esse ponto, soma-se a isso a tamanha interferência das forças malignas, as mentiras e a confusão gerada nas pessoas pela perseguição aos discípulos do Dafa – realmente é difícil esclarecer a verdade. Desde aquela época já havia visto que é impossível salvar todas as pessoas, mais ainda é salvar todos os seres do Universo. Contudo, buscamos salvar o máximo possível e o mais rápido possível, salvar o máximo de vidas antes de chegar a hora.

Falando até esse ponto, vou falar alguns assuntos do cultivo. Na verdade as coisas que os discípulos do Dafa fazem têm um andamento: uma vez passado aquele período, já passou; olhando para trás, se alguma coisa não foi bem feita, não haverá chances para compensá-la. Claro, o cultivo ainda não chegou ao fim, você ainda pode continuar a fazer o que um discípulo do Dafa deve fazer, e fazer bem as coisas daqui para frente; se fizer assim, ainda restarão várias oportunidades para você e tempo suficiente para fazê-las. Porém, se houver muitas coisas que não foram bem feitas, realmente, as decepções serão muitas. Por exemplo, há pouco vocês falavam do Shen Yun; vou ser bem claro com todos, o Shen Yun é para salvar os seres, isso todos sabem. Porém, vocês já pensaram que também é uma oportunidade que o Mestre está dando a vocês para que cooperem bem entre si, para que os que ainda não fizeram que comecem a fazer. A influência do Shen Yun aumentou, agora todos já sabem que se trata de talentos de primeiríssimo nível, sem comparação com os talentos da humanidade, sem dúvida, não há comparação. Todos vocês sabem que, no palco, são os próprios Deuses que ajudam durante o espetáculo; é algo que pode salvar pessoas; quem pode se comparar a isso? Ninguém. Além disso, são discípulos do Dafa atuando; a técnica de atuação já é de nível internacional, ninguém pode superá-la. No entanto, durante o processo de promoção do Shen Yun, praticantes de cada localidade, quando se deparam com algum problema, não dão o braço a torcer, pois cada um quer fazer do seu jeito – não é que vocês não queiram fazer; se não quisessem não haveria nenhuma discussão; todos querem fazer. Esses fortes corações humanos impedem a cooperação e o entrosamento. Nas discussões alguns possuem corações humanos muito fortes que os levam a brigar entre si, demonstrando apatia, ou mesmo, fazendo a contragosto.

Digo a todos: durante todos estes anos, sempre disse que a capacidade de um discípulo do Dafa é muito grande, e muitos insistem em não acreditar, tampouco é permitido que você veja isso claramente. Sob o efeito de seus pensamentos retos, tudo ao seu redor e seu próprio corpo passam por transformações, e você nem mesmo pensa em tentar. As velhas forças e as interferências de elementos malignos vêm se aproveitando de brechas em seus pensamentos, eles têm feito isso durante todos esses anos. As velhas forças manipulam demônios podres e elementos do partido perverso para que façam isso, elas agem assim para impedir que vocês tenham êxito na salvação das pessoas, e porque não são capazes de vencê-los em um combate direto. Assim que você emite pensamentos retos, imensas hordas de maldade viram poeira e desaparecem, são aniquiladas. Desse jeito, a interferência dos demônios e do partido perverso logo se extinguirá. Se todos os discípulos do Dafa pudessem emitir pensamentos retos bem fortes, com bastante concentração, tentem todos: se hoje vocês conseguirem fazer isso, a metade da maldade que ainda existe desaparecerá. Devido à existência de diversos corações humanos e à falta de cooperação, elas se aproveitam dessa brecha, impedindo que vocês consigam fazer o que devem fazer, e enfraquecendo suas forças no processo de salvação dos seres. O mal não tem muito mais a fazer. No mundo humano, um malfeitor se mostra mau e agressivo, porém isso se dá só porque o mal está atrás dele sustentando isso; se você eliminar esse mal, a pessoa não será mais capaz de ser hostil. Se todos os discípulos do Dafa se unirem em uma só força, e emitirem pensamentos retos muito fortes, então serão os “Deuses presentes na humanidade”. Para as forças do mal, isso é extremamente amedrontador!

A manifestação dessa pessoa como malfeitor resulta do mal estar sustentando isso atrás dele. Vocês sempre olham para o homem no plano superficial: como ele é mau, como ele é perverso, esse policial maldoso, é isto ou aquilo, como essa pessoa é irracional... Vocês sempre se prendem a esses aspectos superficiais. Eu vivo dizendo a vocês: esse envoltório de pele que é o ser humano é como uma roupa; quem verdadeiramente controla o corpo humano é o espírito-original, principal ou assistente. Além do espírito-original, qualquer coisa que tenha inteligência pode controlar o ser humano. As atrocidades cometidas contra os discípulos do Dafa não estão na superfície; se você resolver os elementos que estão por trás, você verá como será na superfície: sem elementos atrás, um ser humano fará tudo o que você lhe disser, pois você é um cultivador, tem capacidades e é uma vida que trilha o caminho dos Deuses, enquanto ele é uma pessoa comum, alguém que não tem poderes. Portanto, não fixem seus olhos na pessoa que está na superfície; o problema só é revolvido fundamentalmente quando cuidamos dos elementos que estão atrás da pessoa, só assim a situação pode mudar e fazer que as pessoas mudem também.

Quando vocês foram vender ingressos, todos sabiam que seria muito difícil. Mesmo sendo difícil, é um caminho a trilhar, resta saber se você irá ou não em busca dele. Alguns dizem: “Basta emitir pensamentos retos”. Se você só ficar aí emitindo pensamentos retos, sem fazer mais nada, isso é cultivo? É como alguns que leem os livros, eles só leem os livros e não fazem tudo aquilo que um discípulo do Dafa deve fazer; agindo assim você é um discípulo do Dafa? Isso não é cultivar em Dafa. Se fosse suficiente emitir pensamentos retos, então não seria necessário você fazer as coisas: bastaria eu organizar um grupo de discípulos em Nova Iorque e já seria suficiente, tudo se resolveria assim. É preciso que você faça as coisas, que cultive e adquira suas próprias experiências, pois o trabalho árduo é uma parte do cultivo, você deve achar um jeito de encontrar os seres que você deve salvar: são todas coisas que um discípulo do Dafa deve fazer. Entrosem-se entre si e, quando percebem que o outro não fez bem, ou quando estiverem em uma reunião discutindo sobre coisas que não foram bem feitas, se sua opinião não for aceita e você realmente achar que deve ser feito do seu jeito, então faça isso sozinho e silenciosamente. É assim que deve ser um cultivador.

Todos sabem que cada vez mais o Shen Yun se aperfeiçoa e ganha reconhecimento. As últimas apresentações deste ano nos Estados Unidos lotaram. Será muito fácil vender ingressos para o ano que vem. Se realmente uma só campanha de propaganda bastasse para que todos viessem, eu não diria para vocês venderem ingressos. Alguns talvez pensem: “Oba! Que bom, uma coisa a menos!” Se você não fizer nada, ainda é cultivo? O Mestre disse para você seguir esse caminho, deu essa oportunidade a você, você fez isso? Claro, você me diz que não está trabalhando no Shen Yun porque está trabalhando em outro projeto; se é assim, não há problema, também está muito bom. Se você se dedica a outros projetos e tem feito isso muito bem, então não há nenhum problema, fico feliz mesmo que você não faça coisas para o Shen Yun. Mas algumas pessoas não têm muitos afazeres, e ainda assim não fazem bem. Se você não quer ter compromissos e complicações, no fundo você quer sossego; ou seja, você não quer fazer e cumprir o que você deve fazer – assim não dá, assim é muito perigoso. Os discípulos do Dafa possuem padrões que lhes correspondem. Você é um cultivador; às vezes, com pensamento reto, uma frase basta para salvar uma pessoa, mas como pessoa comum, ela tem seus padrões para ser salva - há um lugar para onde ela deve ser salva - assim como há padrões para você.

Ademais, como o próximo período está chegando, há muitos estudantes que são capazes de ter contato com ou ver outras dimensões, inclusive ver cenas de coisas que eles próprios estão fazendo durante a retificação do Fa, teoricamente isso tudo é normal. Cada um possui diferentes condições, e o estado que cada um apresenta na retificação do Fa também é diferente, por isso alguns são capazes de ver. Há uma situação para a qual quero chamar a atenção de todos: já houve alguns praticantes que se arruinaram por não se controlarem adequadamente. Ao ver coisas, não alimente corações humanos de apegos nem diferentes formas de euforia, senão você se arruinará. Já existem exemplos que servem de lição; neste ponto todos devem ficar atentos.

Venho dizendo que os discípulos do Dafa são responsáveis por grandes extensões do Universo; talvez você seja um rei de algum Universo, ou até mesmo uma divindade muito maior; então pense no quão grande é este Universo. Sakyamuni disse que há três mil mundos dentro de um grão de areia; então, a areia dentro da areia não tem também mais três mil mundos? E dentro desses mundos não há também areia? E os mundos que estão na areia dentro da areia também têm areia, têm rios, mares, lagos e oceanos. Dentro dessa areia não há mais três mil mundos? Não há também oceanos nesses três mil mundos dentro da areia? Não há mais areia? Não há dentro dessa areia mais três mil mundos? A forma humana é relativamente grande dentro do Universo, pois o ser humano é constituído de partículas grossas; logicamente, ainda existem muitos outros maiores que o ser humano. Sendo assim, desde o menor até o maior do Universo, existem todos esses mundos num grão de areia. Na verdade, o ar também é composto de partículas, que por sua vez também são compostas por partículas de matéria menores, matéria que, obviamente, não se parece com o solo ou com uma pedra vista com olhos humanos, com certeza segue a manifestação material daquela dimensão. O ar também é composto por moléculas, que são compostas por átomos, os quais são compostos por partículas mais microscópicas. Quando visto, o microcosmo é algo que parece infinito até mesmo para os Deuses bastante elevados. Quantas partículas existem no ar? No ar ainda há diversos componentes gasosos. Na verdade, mesmo que o homem não consiga enxergar, há muitos outros elementos. O atual conhecimento da ciência é simplesmente superficial demais, não é?

Segundo a noção humana, se uma pessoa pode pisar na Terra então é solo, e se não puder pisar não é. Não é assim para os Deuses, pois para eles tudo o que é composto por átomos é solo, é terra. Se os Deuses são compostos por átomos e núcleos atômicos, essa camada de partículas também abrange todo o alcance do Universo. Os Deuses encaram as coisas diferentemente dos humanos, a noção é diferente. Os olhos humanos são compostos por moléculas, só conseguem ver esse pouco de coisa; um Deus é diferente: dentro de seu alcance, não há nada que ele não possa fazer, ele pode ver tudo. Em um Universo deste tamanho, desde o macrocosmo ao microcosmo, quantas vidas existem? De quantas partículas são constituídas cada uma dessas vidas? Cada partícula contém um mundo, e esse nível também é composto por incontáveis Universos, quantos mundos de Deuses existem lá dentro? Quão longa é a história dentro de cada mundo dos Deuses? Lá há histórias de quantas vidas? Para mim cada vida parece com um épico, um conto histórico, presente em todas as reencarnações, todas pulsando vividamente. É incontável e imensurável o número de vidas dentro do Universo; dos mais variados tamanhos, cada homem, cada Deus, cada vida possui a própria história, todos parecem uma estória. O processo da vida de cada pessoa parece um atlas histórico. Pensem todos no quão complexo é este Universo. O que vocês veem e têm contato no cultivo pode ser de qualquer lugar; mas quando está diante de seus olhos, quando você consegue ter contato com ele, não importa o quão minúsculo for, é uma grandiosa manifestação do Universo, pois para adentrar e presenciar seu ambiente, você precisa ter o mesmo tamanho que o das vidas que estão lá dentro. Você descobre que aquele mundo é extremamente grandioso, sua mentalidade também segue a forma de raciocínio daquele mundo; adentrando em qualquer ambiente, sua mentalidade segue as manifestações daquela dimensão. Inclusive há pessoas que viram um mundo minúsculo ao extremo; mas dentro desse mundo, a manifestação dos Deuses, dos seres e os milagres evidenciados não diferem em muito das de dimensões grandes e formas de vidas maiores. Os seres são iguais, não importa o tamanho físico, e podem igualmente alimentar seu coração de euforia; com relação a todos esses seres, você poderá achar: “Nossa, como é esplêndido!”. Na verdade, ele é pequeno a ponto de ser insignificante em meio ao gigantesco Cosmos. Isto é o que eu quis dizer; vocês entendem o que estou dizendo? (aplausos)

Esse Universo é grande demais, tem incontáveis vidas, de todos os tamanhos. Quando você entrar nesse estado, você seguirá sua forma de encarar as coisas e de observar as vidas. Por razões de cultivo, pode ser que você também pareça um Deus, inclusive mais divino que eles, ainda mais poderoso que eles. Você carrega um corpo humano, por isso, sem perceber, seu coração pode inflar: “Nossa, sou extraordinário!”. Quando você retornar para esta realidade dos humanos, você se considerará extraordinário. Na verdade, muitos realmente viram algum ponto, porção ou fato do Universo, e assim seus corações desequilibraram-se. Quando transmitia o Fa há alguns anos, alguns viram ou receberam mensagens inatas: “Eu também pareço com um Buda”; e assim, ele se considerou um Buda, começou a ficar orgulhoso, inclusive parou de vir às palestras. No início, ele falava por todos os cantos que era um Buda, que não precisava cultivar, tampouco poderia mais cultivar; o coração se inflou completamente. No cultivo, sem abandonar os corações humanos, qualquer coisa pode despertar apegos do homem, qualquer coisa pode se tornar um obstáculo para o cultivo humano. Não crie nenhum coração de apego; o Mestre já disse que você não pode ver de jeito nenhum a completa verdade do Universo, pois, se nem os Deuses de níveis menores podem ver, o que dizer de você que carrega consigo um corpo humano. Por mais que as vidas daquele mundo digam que você é extraordinário, você não será nada antes de atingir a Iluminação. Talvez inatamente você tenha sido uma vida naquele lugar, talvez tenha sido o rei deles, apenas isso. Agora você é um humano, tampouco pode voltar; você não pode voltar sem completar todo o percurso de seu cultivo ou se fracassar no cultivo. Por isso, não crie corações de apego de jeito nenhum. Faça o que você deve fazer, serenamente, com fortes pensamentos retos. Esse Universo é grande demais.

Há coisas que estão na minha boca, mas que não quero falar, pois me preocupo que vocês possam fazer diversas analogias, e aí queiram perguntar o porquê disso e daquilo, e comecem a buscar e assim despertar alguns apegos. Na verdade, o Mestre conta a vocês: o nosso Universo – refiro-me ao que tem relações com a nossa vida – este colossal Universo já terminei há muito tempo; o Mestre já voltou ao seu lugar no alto há muito tempo. Nosso Universo já é extremamente maravilhoso. Quando eu terminei tudo isso e quis avançar para a próxima etapa, descobri que a superfície do mundo humano ainda não podia se libertar. Por quê? O nosso Universo é gigantesco a ponto de ser inimaginável, até uma pequena área tem muitas vidas e é imensurável, o imenso Cosmos é indescritível. Por isso, quando ensinava o Fa, nunca falava com vocês sobre o tamanho do Universo; pois quanto mais se avança, maior fica. O pensamento e a linguagem humanos não são capazes de descrevê-lo. No final da retificação do Fa eu percebi que as vidas de outros Cosmos, que não tinham nenhuma relação com o nosso Cosmo, ao perceberem o quão bom ficou o nosso Cosmo – como uma cintilante pedra preciosa no Universo, como um diamante (Vajra; no chinês são o mesmo termo) – todas gostaram, e todas quiseram esse Fa, todas quiseram obter esse Fa (aplausos).

Já havia falado a vocês sobre a noção do Universo, quantas galáxias compõem uma extensão, e esse alcance é o que chamamos de “pequeno Universo”. Centenas de milhões de Universos assim constituem o segundo nível do Universo. No final, quão grande é nosso sistema cósmico: uma camada de um bilhão de universos gigantes é como uma extensão e agrupa-se em dez quatrilhões de Universo em grupos de cem nonilhões. Uso cem nonilhões de universos para descrever apenas uma molécula de ar, moléculas que estão em todo esse auditório. Tantos Universos assim, ainda assim não passa de uma pequena partícula sem destaque dentro de uma dimensão do Universo. Chegando no final da retificação do Fa, as formas de vida vistas já não são mais compreensíveis pelas vidas de nível menor; os princípios elevados do Fa tampouco podem ser entendidos por Deuses de níveis mais baixos. Chegando a tal nível de consciência, no fim percebe-se que não passa de um grão de poeira do Universo.

Sei profundamente que uma vida, independente do nível de consciência na qual se encontra, acha que a vida é maravilhosa, excluindo-se os Três-Reinos, logicamente. Como um discípulo do Dafa, cumprindo suas responsabilidades, salvando as vidas que você deve salvar em meio ao ambiente de seu cultivo, libertando as vidas que você deve libertar em meio aos homens, e concluindo as responsabilidades de um discípulo do Dafa, você se sentirá extremamente glorioso quando retornar ao seu lugar, também sentirá que o alcance de seu Universo é imenso e colossal. Tudo isso, como um Deus; não há o desejo gerado por insatisfação típico dos humanos, não é mais o estado dos humanos. Para um Deus, não importa em qual reino ele se encontra, se você oferecer uma troca por um reino mais elevado, ele não ficará contente, pois pensará que não possui relações com aquele lugar; ele não pensa como um ser humano. Aquele Cosmos gigantesco é grande a ponto de ser inimaginável, apenas estou comentando a noção dessa grandiosidade, não mergulhem suas mentes em pensar absurdos, não tem utilidade, pois é grande demais.

Às vezes penso: sendo uma vida, parece ser muito minúscula, mas possui a história de sua própria vida: algumas são muito solenes e comovedoras, algumas tortuosas, algumas possuem muitos dramas, há alegria, há amarguras, há benevolência, há bondade; além disso, possuem diferentes características de vida. Tenho muito apreço por elas. Mas os reis e Deuses maiores de diferentes níveis do Universo não dão valor às vidas de níveis inferiores, isso é algo determinado pelo estado de consciência. Eles só dão valor ao padrão geral, e não dão importância a uma vida específica ou a uma grande extensão de um grupo de vidas, justamente por serem grandes demais. Atualmente, já terminei tudo o que diz respeito à retificação do Fa, tudo está pronto e feito, os outros Cosmos irão usar como referência e seguir. No entanto, a hora para toda a retificação do Fa não será adiada; na hora em que for para terminar, terminará.

Num período passado, eu precisei aguardar que alguns discípulos do Dafa se revelassem e voltassem à prática, fiz de tudo para que eles voltassem. Agora, esse tempo é cada vez mais escasso. Assim que eu via praticantes que vinham da China continental, eu lhes dizia para que despertassem os praticantes que ainda não tinham se mostrado, para que esses praticantes que se perderam começassem a esclarecer a verdade o quanto antes, caso contrário, eles se deparariam com o mais trágico destino. Afinal, o cultivo não é brincadeira. Especialmente os discípulos do Dafa que carregam enorme missão histórica, missão que implica sobrevivência ou destruição de incontáveis vidas. Não é algo grande? É muito grande. Manifesta-se no mundo humano como esclarecimento da verdade, agir contra a perseguição do mal, etc. Quando não fazem bem algo, alguns usam corações humanos para validar-se; estar nesse mundo significa estar em meio a ilusões, o estado de um cultivador é também cultivar entre o acreditar e o duvidar. Ser capaz de genuinamente se considerar como um cultivador, fazer bem suas competências firmemente e com fortes pensamentos retos, isso já é muito formidável, pois isso é determinado por estados da humanidade; não contaria se as coisas fossem feitas aqui do mesmo modo que os Deuses fariam, pois se fosse assim seria o bastante chamar aquelas divindades terrestres das montanhas para que fizessem isso, seria o bastante abrir o gong dos discípulos do Dafa e só então começar a fazer – não pode ser assim, tampouco contaria para algo. As pessoas devem ser salvas em meio à ilusão, pois toda a sociedade humana está em meio às ilusões, e as pessoas devem ser salvas de acordo com a organização da sociedade humana. Isso foi algo planejado propositalmente no ato da criação do mundo.

O Mestre falou muito; o quanto vocês entenderam? (fortes aplausos) Algumas coisas realmente não são como as pessoas imaginam. O mal espalha boatos dizendo: “O Mestre de vocês é poderoso, então por que ele não faz isso ou aquilo?”. Eu sou capaz de fazê-lo, porém não posso. Eu vim para salvar as multidões de seres, dou oportunidades aos seres, mesmo ao pior ser de todos. Você se corrompeu e ousa falar algo assim, também é em decorrência da queda dos valores morais do mundo, e os elementos malignos atrás de você o fazem falar assim. Como uma vida, tenho pena e compaixão por você; quero lhe dar uma oportunidade, e por isso não faço “isto ou aquilo”. Porém, quando precisar, tenha certeza que farei “isto e aquilo”. Na verdade, os outros Deuses irão fazer, pois eles já não conseguem mais se segurar ao verem essas maldades, nem é preciso que eu mesmo o faça.

O Mestre realmente está muito satisfeito com o caminho trilhado pelos discípulos do Dafa todos esses anos. Claro, aqueles que não trilharam bem, aqueles que ainda não se mostraram, ainda não é possível considerá-los discípulos do Dafa. Aqueles que conseguem trilhar e conseguem fazer são realmente grandiosos; também significa negar as interferências das velhas forças e não ter se resignado diante do mal, significa não ter sido derrubado por essa cruel perseguição aos discípulos do Dafa, um suposto “teste” sem precedentes históricos, perseguição que também forjou os discípulos do Dafa. Seja tribulações, seja a perseguição das forças do mal, não importa o que, vocês superaram, realmente superaram. O que restou já não é suficiente para constituir grandes ameaças ao conjunto dos discípulos do Dafa, apenas para os que não se conduzem bem, em algumas regiões, ainda estão sendo “testados”. Assim que o mal vê um coração humano, ele o utilizará para cometer maldades, pois as velhas forças acham que é assim que deve ser feito. Salvando os seres e ao mesmo tempo negando as artimanhas da interferência das velhas forças, todos vocês têm atravessado o caminho assim, agindo contra a perseguição e salvando multidões de seres, os discípulos do Dafa estão forjando a si mesmos; trilhem bem a parte final de seus caminhos!

Digo a todos: deem valor àquilo que vocês trilharam e fizeram, a todos esses anos e meses que vocês passaram validando o Fa. Uma vez que a história passar, não voltará mais. Para forjar discípulos do Dafa, não é mais possível criar ambientes aterrorizantes como aqueles, pois já não há mais tanta maldade. No processo de avanço da retificação do Fa, nível após nível, um grande número de elementos malignos está sendo continuamente destruído, enquanto o novo Universo se constitui incessantemente. Os discípulos do Dafa que estão fazendo bem também eliminam o mal em grandes quantidades nas regiões pelas quais são responsáveis. Por isso, já não é mais possível a essas forças do mal gerarem um efeito mais significativo.

Todos sabem que naquela sociedade da China, todos estão falando mal do perverso partido comunista, vocês sabem o porquê disso. Aqueles com idade mais avançada sabem que antigamente ninguém ousava falar mal do partido perverso. Hoje em dia, todos ousam fazer isso, uma vez que os elementos malignos do partido estão quase se esgotando. No início da perseguição, eles abrangiam uma grande e densa extensão, vigiavam e até substituíam pessoas; quem ousava falar mal do partido perverso? Você nem sequer ousava falar mal do partido perverso trancado no banheiro e sussurrando, você sentia medo; era justamente o efeito dos elementos do mal. Esses elementos malignos foram eliminados em grande quantidade, a ponto de quase desaparecerem. Assim, pessoas com senso de justiça começaram a se revelar e falar, as pessoas começaram a ter coragem de falar mal da perseguição do partido perverso; isso se deu pela diminuição dos elementos malignos. Ou seja, o ambiente de terror desapareceu. Esse ambiente que as velhas forças arquitetaram para perseguir os cultivadores e forjar os discípulos do Dafa está desaparecendo progressivamente. Quando chegar ao ponto de não ser mais suficiente para testar os discípulos do Dafa, ou de constituir pressão no processo de salvação dos seres, isso tudo terá acabado. Mesmo se o Mestre não falasse vocês já viram que o cenário modifica-se acentuadamente. De todo modo, um cultivador é um cultivador, e não participa de assuntos de política das pessoas comuns. Quem fizer algo de bom pelo Dafa, os Deuses lhe terão consideração; é lógico que os discípulos do Dafa também a verão assim, afinal essa pessoa está construindo o próprio futuro.

Isso é tudo que eu direi. Obrigado a todos. (fortes aplausos por longo tempo)

O Mestre irá finalizar com mais algumas palavras. O aspecto do Mestre que vocês veem é o de um ser humano, com a aparência completa e todas as partes de um homem, igualzinho a um homem. Porém, o corpo do Mestre, em cada nível do Universo, corresponde à forma de vida de cada nível do Universo. Aqui também é assim. Também já havia dito a vocês que apesar de aqui ser um lugar para humanos, a parte principal do Mestre está aqui, e por isso aqui se tornou o centro de toda a retificação do Fa no Universo. Sejam as forças do mal, sejam as vidas que queremos salvar, enfim, todos os gigantescos corpos celestiais no universo que querem ser salvos querem entrar aqui. Por segurança, eu guardo comigo todas as vidas verdadeiras dessas vidas que não completaram a retificação do Fa, cada camada de partículas chegando até as minhas células superficiais, estão selando suas vidas. Ainda assim, eu digo a todos, o Mestre se apresenta como um ser humano, não se apresentará a ninguém como um Deus, exceto na hora em que a retificação do Fa terminar. Se eu me apresentasse como um Deus agora, prejudicaria o ambiente de cultivo de vocês, e acabaria com esse enigma que vocês devem compreender por si só no cultivo; consequentemente, aquilo que fizessem e o cultivo de vocês a partir desse ponto, não contaria mais e tudo isso seria destruído, e os seres não poderiam mais ser salvos. Por isso, não usem corações humanos para avaliar o Fa, não encarem o Mestre com pensamentos humanos. Este Fa que o Mestre transmitiu pode fazer que vocês cultivem, e vocês cultivarão com este Fa, usarão este Fa como referência. O Fa não tem erros. Na superfície o Fa possui palavras humanas, sua composição é composta de linguagem humana, porém não se limita de forma alguma à esta superfície; em cada nível há significados internos do Fa.

Obrigado a todos! (Todos aplaudem fortemente por longo tempo)