Falun Dafa Minghui.org www.minghui.org IMPRIMIR

Após um esforço de dez anos para disseminar a verdade, o público percebe a fraude do "Incidente da autoimolação" (Foto)

29 de Janeiro de 2011 |   Por Lu Zhenyan

(Minghui.net) O site Minghui publicou uma carta do leitor em 4 de janeiro de 2007, intitulada "O meu despertar e a mudança". Está escrito: "Eu sou empregado em uma empresa de transporte. Logo depois de ter sido contratado, um colega me falou sobre os fatos do Falun Gong, dizendo que os relatos de TV sobre Falun Gong eram falsos, que o então chamado "Incidente de imolação de Tiananmen" foi um programa de TV encenado. Achei sua análise razoável. Eu estive na Praça Tiananmen várias vezes antes e nunca vi os oficiais de patrulhamento transportarem extintores de incêndio. Como a polícia apareceu com vários extintores dentro do espaço de um minuto? Não só isso, quais eram as chances de que os repórteres da CCTV estivessem lá apenas quando ocorreu o incidente? Além disso, no momento em que as chamas engolfaram os autoimoladores, a câmera estava ali e conseguiu filmar os eventos com tal detalhe. Foi coincidência demais! Tudo era uma mentira para enganar o público! Eu secretamente observei vários praticantes de Falun Gong na minha empresa e achei que eles eram excelentes; eles eram bons em tudo o que eles faziam. O que me despertou totalmente foi quando os secretários e líderes da empresa disseram a um praticante: "Se você faz alguma coisa, seja jogo ou prostituição, não nos importa. Mas se você praticar Falun Gong, nós temos que lidar com você. '" O que me despertou totalmente foi quando os secretários e líderes da empresa disseram a um praticante: "Se você faz alguma coisa, seja jogo ou prostituição, não nos importa. Mas se você praticar Falun Gong, nós temos que penalizar você. '”

Ao longo dos últimos dez anos, inúmeras pessoas tiveram experiências semelhantes como a deste leitor chinês. Para desacreditar o Falun Gong, o PCC fabricou mentiras visando as mentes dos chineses modernos e aproveitando o alto grau de cobertura e transmissão rápida das mídias modernas. Na verdade, não é um trabalho fácil dissipar cada mentira. Mas uma vez que as pessoas entendem que a "autoimolação" encenada foi uma fraude, eles entenderão a natureza sinistra do PCC e outras mentiras colapsarão por conta própria.

O chamado "incidente da autoimolação" ocorreu em janeiro de 2001, há dez anos. Passaram-se 18 meses desde que o então chefe comunista Jiang lançou a perseguição do Falun Gong em julho de 1999, quando afirmou que "erradicaria" o Falun Gong em três meses. Ao mesmo tempo, cada vez mais pessoas, desde as pessoas comuns até a polícia, particularmente aqueles que tiveram oportunidades de ter contato pessoal com praticantes do Falun Gong, estavam cansando e enojados com a campanha para perseguir as pessoas no novo século. Ao longo de 18 meses, os praticantes do Falun Gong não se retiraram apesar da prisão e do campo forçado, tortura e até ameaças de morte. Uma e outra vez, eles foram para a Praça Tiananmen para fazer os exercícios, desdobrar banners, e gritar mensagens positivas sobre o Falun Gong para expressar sua oposição à perseguição. O renomado jornalista Ethan Gutmann publicou um longo relatório investigativo intitulado "Into Thin Airwaves" em 6 de dezembro de 2010, no The Weekly Standard. Ele ressaltou: "De 2000 a 2001, os praticantes - talvez 150 mil ou mais - foram para a Praça Tiananmen para protestar contra a proibição do Falun Gong".

O PCC parecia incapaz de suprimir o Falun Gong, e havia muitos praticantes para prender todos. Se houvesse um "incidente" de autoimolação na Praça Tiananmen, eles poderiam culpar o Falun Gong e reavivar o ódio das pessoas em relação a eles. Parecia um "estratagema inteligente" para resolver o dilema.

O PCC não esperava que as muitas inconsistências e imprecisões no "incidente da autoimolação" fossem percebidas. As pessoas dentro da China e da mídia ocidental foram céticas desde o início. Por exemplo, como o leitor anterior mencionou, o programa da CCTV mostrou tudo de forma clara, tanto de longe quanto de perto, e até mesmo o grito do slogan de Wang Jindong podia ser ouvido com clareza. As câmeras de vigilância nas proximidades da praça não poderiam ter conseguido isso. Para explicar como o governo pode gravar o incidente com tantos detalhes e em tão pouco tempo como se não fosse um evento encenado, o PCC mais tarde mentiu, dizendo que esse vídeo foi retirado da fita de vídeo confiscada da CNN. Mas Eason Jordan, principal executiva de notícias da CNN, disse: " Um produtor e um cinegrafista testemunharam as autoimolações porque estavam fazendo uma verificação de rotina da praça para os protestos do Falun Gong no dia anterior ao Ano Novo Chinês, que há um ano foi marcado por protestos. A filmagem utilizada nas reportagens da televisão chinesa não poderia ter vindo da fita de vídeo da CNN porque o operador de câmara da CNN foi preso quase imediatamente após o incidente ter começado. "(Washington Post : "A China pode cobrar repórteres estrangeiros sobre a queima em Tiananmen", de Philip P. Pan, em 9 de fevereiro de 2001, [Dow Jones Publications Library])

Muitos chineses que mantêm uma mente clara também encontraram brechas no "incidente da autoimolação" encenada. Por exemplo, a carta do leitor no site do Minghui, em 16 de março de 2003, afirmou: "O CCTV fez um filme de autoimolação apenas para nós cidadãos comuns. Ontem, quando eu estava cozinhando, um pouco de óleo quente derramou em meu braço; machucou tanto que eu pulei. De repente, me lembrou a cena de Wang Jindong no programa de TV que se incendiou ... Ele estava gravemente queimado por toda parte. Se fosse verdade, Wang Jindong teria saltado e corrido pela praça Tiananmen. Como é que ele se sentou lá, imóvel, esperando que o policial colocasse um cobertor de fogo nele? E o cobertor não foi colocado sobre ele até que ele tivesse terminado de gritar para a câmera. Parem de tentar me enganar! A CCTV fez esse filme para nós cidadãos comuns! "

A análise do leitor foi razoável. Um desejo espontâneo de se contorcer e até de saltar depois de ser queimado. É uma resposta instintiva e protetora que a mente não pode anular. Ou seja, não se podia suportar, mesmo que se quisesse.


Na filmagem da autoimolação produzida pelo programa da CCTV
Focal Point Interview, o ator Wang Jindong tinha uma garrafa de plástico contendo gasolina entre suas pernas. A garrafa não foi danificada pelo fogo. Um policial segurou uma manta de extinção de incêndio enquanto caminhava atrás de Wang Jindong, mas não o colocou até ele terminar de falar para a câmera.

Nos últimos dez anos, milhares de sites de produção de material de esclarecimento da verdade do Falun Gong foram criados na China para imprimir materiais e gravar DVDs que explicam a verdade. Um conteúdo importante desses materiais é a exposição do "incidente da autoimolação" encenada. Muitos usuários da Internet aprenderam a verdade depois de contornar o bloqueio da informação do PCC. Não podemos listar todos os exemplos de como as pessoas viram através das mentiras do PCC depois de saber a verdade sobre a "autoimolação" encenada. Aqui está um incidente interessante que aconteceu em uma sala de aula do ensino médio.

Uma carta do estudante de ensino médio para o site Minghui publicado em 12 de janeiro de 2007, intitulado "Uma normal e usual aula tranquila", conta o que aconteceu: "... De repente, a professora mudou de assunto e disse:" Deixe-nos falar sobre a ciência. Como acreditamos na ciência? Na minha opinião, Falun Gong não acredita na ciência ".

"Um estudante levantou-se e disse:" Professor, o que você disse não está certo. O Falun Gong é ótimo, e os praticantes do Falun Gong são pessoas boas. O incidente da autoimolação da Praça Tiananmen foi falso. Outro aluno acrescentou: "Sim, o incidente da autoimolação não era real. Liu Siying, uma menina de 12 anos, foi gravemente queimada, mas suas queimaduras deveriam ter sido tratadas expondo as feridas ao invés de cobri-las com um curativo que causaria infecção.

"Outro estudante juntou-se à conversa, dizendo:" Eu sabia que era falso. O corpo inteiro de Wang Jindong pareceu ser gravemente queimado, mas a garrafa de refrigerante de plástico que ele usou para a gasolina permaneceu intacta em suas mãos.

"Mais alunos se juntaram. Eles conversaram uns com os outros em grupos de três a cinco. Quanto mais eles falavam, os pontos mais suspeitos foram identificados, como o vídeo que mostra a morte de uma mulher causada por um policial em cena que a atingiu; Por que havia tantos extinguidores de fogo na mão? e como poderia Liu Siying falar quando tinha tido uma traqueotomia. Muitos estudantes haviam observado a construção passo a passo do incidente em um DVD e sabiam a verdade: foi encenado, e os praticantes do Falun Gong não tiveram nada a ver com isso.

"O professor perguntou:" Onde você conseguiu o DVD? " Os alunos responderam: "Você pode encontrar facilmente um em qualquer porta. Alguém sempre envia panfletos e DVDs e cartazes para nós. Nós sabemos muito sobre o Falun Gong. '"

Isso mostra que muitas pessoas na China aprenderam pela primeira vez a verdade sobre a "autoimolação" encenada e foram capazes de ver completamente as mentiras do PCC. Com mais e mais pessoas que têm acesso a informações gratuitas e aprendendo a verdade, imagine o que será acontecer na China!

Em outra questão, o relatório de investigação de Ethan Gutmann "Into Thin Airwaves" registrou as verdadeiras reações das pessoas em relação ao incidente de interceptação de TV na cidade de Changchun. Ele respondeu à questão da "Autoimolação" de outro ponto de vista. Em 5 de março de 2002, os praticantes do Falun Gong pela primeira vez aproveitaram com sucesso a rede de TV de Changchun e transmitiram vídeos de esclarecimento de verdade, como "Autoimolação ou fraude", e "Falun Dafa ao redor do mundo".

Gutmann escreveu: "A transmissão do Falun Gong foi transmitida em oito canais por 50 minutos, conquistando uma audiência de mais de um milhão de pessoas, o índice de audiência foi subindo conforme a notícia era divulgada, as pessoas se chamando, dizendo que eles deveriam ligar sua TV imediatamente. Em alguns bairros, os oficiais locais do Partido ficaram desesperados e cortaram a energia elétrica, mergulhando as ruas na escuridão. Em outros, como os que estão perto da Praça Cultural, as pessoas se espalharam pelas ruas para comemorar. "A proibição acabou! Falun Gong é reabilitado!" Alguns praticantes emergiram de fábricas e esconderijos, distribuindo abertamente os livros. Vizinhos, crianças, estranhos aleatórios, até as senhoras com braçadeiras vermelhas se aproximaram deles, todos falando ao mesmo tempo, borbulhando, rindo, se confraternizando de forma lúdica, felicitando-os.

O PCC conspirou a "autoimolação" para enganar o público, mas as pessoas que estão ansiosas para saber a verdade foram libertadas de suas mentiras. As consciências das pessoas estão despertando, o que realmente faz o PCC entrar em pânico, porque isso vai contra o tema principal do Partido. Mas é a vontade do Céu e uma tendência incontrolável.