Ensinando o Fa no Fahui na Capital dos EUA

Li Hongzhi ~ 22 de julho de 2006

(Aplausos calorosos)

Olá a todos! (Os discípulos respondem: “Olá Mestre!”)

Muita gente veio a este Fahui. Vieram estudantes de várias regiões. Um único salão não seria suficiente para acomodar todo mundo, por isso preparamos outros salões. Por terem cultivado até este ponto, os discípulos do DaFa já são capazes de saber de forma mais clara o que é o DaFa que estão cultivando; podem entender melhor as responsabilidades dos discípulos do DaFa e a importância de tudo o que os discípulos do DaFa estão fazendo. Vocês estão cada vez mais maduros e, por isso, podem fazer cada vez melhor o que é preciso ser feito para salvar seres conscientes, para se cultivarem individualmente e para validarem o Fa como discípulos do DaFa do período da retificação do Fa. Isso pode ser visto claramente nas mudanças que se refletem no estado geral das coisas.

No que se refere à situação atual, ela é completamente diferente do que era na época em que o mal começou a perseguição. No entanto, essa terrível perseguição não conseguiu derrubar o Falun Gong. Em vez disso, [o mal] está derrubando a si mesmo. (Aplausos) Esta não é apenas uma perseguição a um grupo de pessoas na sociedade humana comum, ou a um grupo de cultivadores. É uma batalha entre o bem e o mal no Universo, é uma batalha que está ocorrendo na retificação do Fa contra seres egoístas, seres que fazem as coisas em benefício próprio, que se desviaram e foram afetados no processo da retificação do Fa. Eu tenho dito há muito tempo que a retificação do Fa terá êxito, definitivamente, e que ninguém pode detê-la. (Aplausos) Não é apenas uma questão de cultivo nem de um grupo de pessoas boas na sociedade humana comum: os praticantes de Falun Gong. Na realidade, a sociedade das pessoas comuns reflete em escala menor a retificação do Fa do Cosmo; e [a batalha] é a manifestação na sociedade humana do que está ocorrendo no Cosmo. Por meio das manifestações que ocorrem aqui, podemos ver a situação geral da retificação do Fa em todo o Cosmo. Mesmo que não apareça aqui como um evento grandioso e espetacular, algo tão extenso e comovente como no Cosmo, ainda é a manifestação da batalha entre o bem e o mal condensada aqui na sociedade humana comum, e na qual podemos ver a interferência de seres perversos no processo da retificação do Fa.

No passado, eu disse: “Quando os Céus querem que algo aconteça, ninguém pode impedir”. (Aplausos) O que dizer então de um partido perverso e insignificante? O que ele vale? Se o cultivo dos discípulos do DaFa terminasse hoje, se apenas essa quantidade de pessoas fosse salva – se o número de pessoas do mundo a serem salvas fosse somente esse tanto – e tudo terminasse nesse ponto, esse partido perverso se desintegraria no mesmo dia. (Aplausos) Isso porque o propósito desse partido existir, a razão principal de a história tê-lo criado e o mantido até o momento atual, foi simplesmente para que hoje os discípulos do DaFa validem o Fa. Isso foi arranjado pelas velhas forças. Quando o partido não for mais útil, para que mantê-lo? Ele é insignificante no Universo. Somente o cultivo dos discípulos do DaFa e a salvação dos seres conscientes são concretos e reais. Somente a elevação dos discípulos do DaFa e a poderosa virtude que estão estabelecendo durante esse processo se eternizarão. São coisas para o futuro. De que valem as outras coisas? Não valem nada. Qualquer um ou qualquer coisa que interfira com este período será desintegrado, completamente aniquilado durante o processo em que paga por suas dívidas.

Claro, tudo o que os discípulos do DaFa manifestam durante o processo de cultivo e de validação do Fa deve ser visto como uma manifestação de um estado de cultivo. Durante esse processo, certamente há os que fazem bem e há os que fazem um pouco pior; há os que são instáveis e vacilam e há os que são firmes e bons. Tudo isso são manifestações durante esse processo, o cultivo é assim. É diferente das provas de xinxing focadas somente no indivíduo e que são vistas nas formas de cultivo do passado. Todos sabem sobre as formas de cultivo do passado. Seja qual for o caso, todas as provas de xinxing que eles encontravam durante o cultivo resumiam-se a lidar com questões individuais. Agora é diferente. O Fa é imenso, e agora o propósito principal é a retificação do Fa do Cosmo. O que se manifesta enquanto os discípulos do DaFa percorrem os seus caminhos de cultivo é completamente diferente do que acontecia nos caminhos de cultivo do passado, onde o propósito era apenas a perfeição pessoal.

Há muito tempo eu venho dizendo que o cultivo dos discípulos do DaFa tem uma forma que se adapta ao máximo à sociedade humana comum. A pessoa cultiva ambientada ao máximo ao modo de vida das pessoas comuns. E esse tipo de cultivo que se adapta ao modo de ser da sociedade humana comum produz um certo tipo de estado de cultivo. Esse estado de cultivo é diferente do estado de cultivo produzido por qualquer outro método de cultivo na história. Não adianta tomar como referência qualquer outro método ou forma de cultivo, pois nunca houve algo assim na história. Nunca houve algo tão grande como a retificação do Fa, nem nada que forjasse um grupo tão grande de seres e produzisse tão elevados estados de fruto. Além disso, o que é ainda mais importante é que nenhuma pessoa jamais teve êxito no cultivo. Os que se cultivaram com êxito [no passado] foram todos espíritos-assistentes. Um ser humano se tornar um Deus é algo que nunca ocorreu na história. Então, o que estamos fazendo não se encaixa em nenhuma forma de cultivo do passado. Neste ambiente de cultivo, no processo de cultivo dos discípulos do DaFa, algumas vezes vocês cooperam bem uns com os outros, mas algumas vezes não, e há momentos de prolongados conflitos e tensões. Há momentos em que os discípulos do DaFa são capazes de resolver os problemas enquanto se elevam juntos. Contudo, ondas de conflitos e coisas do tipo continuarão aparecendo. Às vezes [os conflitos] se manifestarão de forma intensa, às vezes se manifestarão de forma leve, e depois de algum tempo de cultivo, as coisas podem se repetir e novos conflitos emergirem, inclusive mais severos que os anteriores. Devido a isso, alguns pensarão: “Oh... nós nos cultivamos tanto, mas ainda temos conflitos tão intensos? Por que ainda temos conflitos depois de termos cultivado tanto? Cultivamos e cultivamos, mas parece que pioramos, por quê? Já cultivamos há bastante tempo, então, por que será que não vemos nenhuma melhora?” Muitas pessoas pensam assim. Na realidade, essa é uma conclusão errada e reflete uma falta de entendimento de como funciona fundamentalmente a forma de cultivo dos discípulos do DaFa.

Eu estabeleci que o cultivo dos discípulos do DaFa deveria ser em meio à sociedade humana comum, e embora isso tenha aberto o caminho mais conveniente – pois permite que se cultivem em Budas e Deuses sem terem que se afastar do mundo secular –, isso cria enormes dificuldades devido às várias coisas que se manifestam diante de todo tipo de apego comum e do estado geral das pessoas em meio à realidade de uma sociedade onde a moral declina e se esfacela. E não é só isso. Aos olhos dos Deuses, este lugar é sujo e perigoso, e por toda parte há carma. O carma nos corpos das pessoas é tanto que se espalha pela calçada enquanto a pessoa caminha. Além disso, há os demônios do qing e os fantasmas perversos que permeiam o mundo humano. Todas essas coisas são matérias deformadas que se manifestam no nível mais baixo. Então, em termos de cultivo, esse tipo de ambiente não somente impõe testes para ver se você pode se elevar aqui, como também pode contaminar seriamente a sua parte cultivada com êxito em razão de sua elevação. Não há como evitar isso. Como é possível cultivar desse modo? Você se cultiva e se contamina; novamente se cultiva e novamente se contamina, e assim sucessivamente. É possível se ter êxito no cultivo dessa forma? Não, não é. Por isso, quando eu estabeleci a nossa forma de cultivo, eu levei essa questão em consideração. Durante o processo de cultivo, assim que um cultivador cultiva bem uma parte, seu reino se eleva e passa uma prova, aquela parte é imediatamente separada, sem restrição de tempo. (Aplausos) Essa parte cultivada deixa de ter qualquer tipo de contato com o mundo humano, e é separada por imensos espaços-tempos. Por exemplo, essa parte cultivada pode estar separada por milhões ou dezenas de milhões de anos no futuro. Dessa forma, como você poderia contaminá-la? Ela está completamente fora de alcance. Ela pode estar muito próxima, mas a enorme diferença entre espaços-tempos não permite que esta nossa dimensão possa causar qualquer tipo de interferência nas partes dos discípulos do DaFa cultivadas com êxito.Eu estou apenas ilustrando a ideia: as partes são separadas. Então, assim que uma parte é completamente cultivadas, ela é separada. Continuamente, as partes bem cultivadas são separadas. Enquanto isso, as partes que não foram completamente cultivadas continuam se cultivando até que não reste nada e tudo tenha sido cultivado com êxito. Este é o caminho de cultivo que vocês devem percorrer.

Então pensem no seguinte: à medida que vocês passam por esse processo de separação, a parte de vocês que se manifesta na sociedade humana comum, a parte que ainda não foi cultivada com êxito, não é justamente a parte de um ser humano que ainda está cultivando? Já que é um ser humano cultivando, então ele tem pensamentos e comportamentos humanos. Um ser humano que cultiva tem todo tipo de maus pensamentos formados ao longo do tempo ou decorrentes da exposição a novas contaminações na sociedade. Então, como cultivador, “o que conta como cultivo?”. Bem, fazer o que os discípulos do DaFa devem fazer, coisas que validam o Fa e salvam seres conscientes, etc., são suas responsabilidades e faz parte do estabelecimento da poderosa virtude de cada um de vocês. Porém, o mais importante é elevar a si mesmo, pois se você não se elevar, não será capaz de fazer bem nenhuma dessas coisas. Por isso, quando você é rigoroso consigo mesmo, você consegue descobrir constantemente as próprias deficiências e se livrar delas, e assim, você está realmente se cultivando. Sempre que você estiver passando por um teste, se você chegar a um entendimento – iluminar-se quanto ao problema – e lidar bem com a questão, então você terá se elevado. A parte elevada é separada e, à medida que essa elevação continua, mais partes são separadas. O que fica é novamente a parte que não foi plenamente cultivada, e já que é uma parte que não foi plenamente cultivada, essa parte continua no mundo humano. Então pensem: não parece que essa pessoa está sempre se cultivando e fazendo isso em vão já que não se vê grandes melhoras? Por que ela não pode mostrar esse seu lado divino? Quando a pessoa está cultivando bem, os outros só podem ver que ela é muito diligente. Ser diligente significa que a pessoa é capaz de prestar atenção constante às suas próprias palavras e ações, que é capaz de prestar atenção aos seus próprios pensamentos, ser rigorosa consigo mesma e normalmente capaz de conduzir-se estritamente bem. Isso descreve uma pessoa diligente no cultivo pessoal. Mas enquanto uma pessoa ainda está cultivando, o seu lado divino não pode se apresentar, e você não verá a verdadeira manifestação de um Deus na sociedade humana. Essa forma de cultivo assegura que o lado bem cultivado não volte a se contaminar, e também assegura que, neste ambiente de ilusão, a pessoa continue cultivando sem ver a verdade, e isso garante que os discípulos do DaFa possam validar e alcançar estados de fruto ainda mais elevados. Ao mesmo tempo, essa forma também assegura que durante o processo de cultivo o mundo humano não seja afetado nem alterado pelo lado divino. Quando um ser humano persevera dessa forma e é capaz de cultivar incansavelmente neste ambiente árduo e sob a perseguição, quando consegue ser diligente, inclusive salvando seres conscientes e fazendo cada vez melhor, isso não é extraordinário?

É isso que os discípulos do DaFa estão enfrentando atualmente: uma forma de cultivo que resulta da interferência das velhas forças. Então, durante o seu processo de cultivo, quando sua parte bem cultivada se vai, tudo aquilo em você que ainda não foi bem cultivado irá se manifestar. Tanto os apegos humanos como os elementos maus irão se manifestar. Por isso, quando surgem conflitos e tensões, não se pode dizer que os discípulos do DaFa não se cultivaram bem, nem dizer isto ou aquilo sobre um grupo particular de cultivadores ou que as pessoas envolvidas não sejam diligentes. Você nunca poderá ver o lado da pessoa que cultivou bem, pois tal lado já é divino e só o lado que ainda não foi bem cultivado é que se manifesta aqui. Porém, são pessoas que estão cultivando verdadeiramente. Não só estão cultivando, como também já alcançaram seus próprios imensos estados de fruto e enormes mudanças ocorreram em seus corpos com muitas partes já cultivadas em Deuses. As pessoas comuns podem comparar-se aos discípulos do DaFa? Não, não podem.

Se olharmos somente por um momento para as situações onde as tensões e conflitos [entre os discípulos do DaFa] emergem, veremos que elas também são diferentes das que ocorrem na sociedade humana comum. As tensões e conflitos que os discípulos do DaFa encontram estão unicamente relacionados ao cultivo e a validação do Fa. Ainda que paixões humanas, corações de ostentação, apegos individuais e outros fatores humanos que querem validar a si mesmos estejam envolvidos nisso, os discípulos do DaFa sabem que uma vez que tenham descoberto esses apegos, eles poderão eliminá-los. Isto é completamente diferente das pessoas comuns. Então, haverá conflitos entre os discípulos do DaFa e, além disso, esses conflitos também cumprem um papel adicional. Quando um conflito ou tensão se apresentar, isso afetará outras pessoas. Uma vez que essas pessoas perceberem o conflito, a tensão aumentará e os cultivadores envolvidos perceberão isso. Se, em meio ao conflito, o cultivador puder olhar para dentro, ele poderá descobrir suas deficiências. Se os conflitos e as tensões não emergissem, não aparecessem, você não poderia descobrir nem identificar os seus apegos. Se tudo estivesse calmo e tranquilo, vocês poderiam cultivar?

Hoje em dia, há muitos grupos religiosos que dizem assim: “Olhem, vejam como as coisas vão bem entre nós. Somos prestativos e amorosos uns com os outros”. Mas o que eles amam? (A audiência ri) Amam os apegos, amam a felicidade do mundo humano secular e amam manter a tranquilidade entre as pessoas. Isso é cultivo? Não! Absolutamente não. Isso é somente uma capa para proteger apegos humanos. Eu espero que os conflitos entre os discípulos do DaFa se reduzam, pois quanto menos conflitos, melhor. Mas quando os conflitos diminuem, isso deve refletir um estado e um ambiente criado pela capacidade de todos de olhar internamente e estar alerta quando as tensões aparecerem. Esse é o meu desejo, e será bom se todos puderem alcançar esse estado. E se não alcançarem? Se não alcançarem, ainda assim é cultivo. Isso indica que vocês não estão sendo suficientemente diligentes ao lidar com essas situações no estado e ambiente de cultivo de vocês. Ainda assim, todos estão cultivando, com certeza. Esse é precisamente o estado do ambiente de cultivo que os discípulos do DaFa têm na presente etapa. Vou repetir a todos mais uma vez: quando surgirem conflito e tensões, não há o que a temer: simplesmente cultivem e ajam com retidão. Mesmo para aqueles na China continental, que não agiram bem o suficiente ou que fizeram coisas muito ruins, enquanto essa situação não terminar, todas essas coisas são consideradas como manifestações do cultivo pessoal. Porém, o tempo não espera ninguém e há cada vez menos oportunidades.

Quando uma pessoa quer cultivar para ser um Deus, pensem sobre isto, que tipo de coisas e estados essa pessoa poderá manifestar durante o doloroso e amargo processo de eliminar apegos? Ela poderá manifestar qualquer estado. Mas quando ela perceber o problema, poderá se aperfeiçoar. E por que ela pode se aperfeiçoar? Porque não está fazendo isso somente para ser uma boa pessoa comum, mas para cultivar à perfeição. (Aplausos) Isso é sagrado, é percorrer um caminho para tornar-se divino. É muito diferente do que acontece nos conflitos das pessoas comuns. A forma aparente dos conflitos não será em nada diferente daquela que ocorre entre pessoas comuns. Porém, o ponto de partida e a finalidade são diferentes. Além disso, as coisas que as pessoas fazem e os seus estados mentais não serão iguais aos dos cultivadores. Todos devem ver claramente este ponto. Hoje, estou me aprofundando em questões ligadas à forma e ao estado de cultivo. Estou falando de forma mais clara sobre essas coisas. Então, ao fazerem as coisas juntos, não mantenham mais os corações em guarda uns contra os outros. (Aplausos) Quando vocês culpam uns aos outros, quando se afastam uns dos outros usando os apegos como justificativa, ou quando surgem outros tipos de estados, eu posso assegurar que tudo isso decorre de novos apegos devido à falta de entendimento sobre a forma de cultivo [no DaFa]. Não é assim? Sim, é assim! Então, não desenvolvam novos apegos por não entenderem esse estado de cultivo. Tais apegos são em si mesmos enormes obstáculos para o avanço de vocês no cultivo. Portanto, eliminem também esse tipo de apego.

[De qualquer modo], durante o cultivo dos praticantes, quando certos apegos não foram ainda eliminados, o ambiente não é bom, mas quando ocorre o contrário, o ambiente é bom. Quando surgirem problemas e conflitos, se vocês não buscarem interiormente as causas disso, então, os conflitos aumentarão e isso será uma consequência de seus próprios apegos. Alguns conflitos se tornam mais e mais proeminentes e, na realidade, isso se deve ao fato de o cultivador não ter se cultivado bem. Isso continua até o ponto em que não conseguem resolver o problema. Os cultivadores ficam confusos e aborrecidos pelo estado em que se encontram. O que eles fazem então? “Vamos perguntar ao Mestre”. Toda vez que as coisas saem do controle, as pessoas vão procurar o Mestre. Sempre que elas procuram o Mestre, é porque não conseguem superar os problemas ou porque não querem superá-los. Acaso elas estão ajudando o Mestre a se cultivar? (O Mestre ri) (A audiência ri) Ou isso faz parte cultivo delas? (Aplausos)

O cultivo é sobre cultivar a si mesmo. Não importa que situação surja durante o cultivo, cada um deve sempre olhar para dentro de si mesmo. Eu digo a vocês que, se uma pessoa comum puder olhar para dentro de si sempre que se deparar com problemas, ela se tornará aquilo que as pessoas chamam de um sábio. Quando um discípulo do DaFa encontra dificuldades diante de alguma coisa e precisa analisar a situação, ele deve começar olhando para dentro de si e agir de acordo com o ambiente necessário aos discípulos do DaFa e à retificação do Fa. Quando um problema persiste, é porque o discípulo está obstinadamente indo contra os princípios do Fa. Procure onde está o problema, abandone essa obstinação e coloque as coisas em ordem. Quando você encontrar um problema, a melhor maneira de agir não é ir contra os outros. Em vez disso, siga em frente e procure solucioná-lo. Abandone o seu apego, dê um passo para trás e, assim, resolva o problema. (Aplausos) Se toda vez que ocorrer algo, você começar a questionar para saber quem está com a razão, de quem é o problema ou quem fez o que, ainda que na superfície pareça que você está resolvendo a tensão ou conflito, na realidade, esse não é absolutamente o caso. Na superfície, isso parece perfeitamente racional, mas na realidade não é nada racional. Você não deu um passo para trás nem deixou completamente o seu apego para poder refletir sobre o problema. Só quando a pessoa se acalma e se coloca fora do conflito para poder observá-lo tranquilamente é que ela pode resolvê-lo verdadeiramente.

Se você puder agir assim diante de todas as situações, no mínimo, você encontrará uma maneira de resolver o problema. Do contrário, como você poderá resolvê-lo? Quando a pessoa cria polêmicas e vai contra os outros, quanto mais ela buscar resolver o problema, menos ela conseguirá. Em meio a essa situação, você ainda não abandonou o apego e continua insistindo na sua posição e em querer determinar quem está certo e quem está enganado e, mesmo que você esteja equivocado, ainda assim, você busca os erros dos outros. Quando você lida com as coisas desse modo, não há como resolver os problemas. Muitas coisas terminam assim e, quando não podem resolvê-las, vocês procuram o Mestre. Há razões para que eu não queira muitas vezes me encontrar com os estudantes, mesmo que, na realidade, eu goste muito de estar com vocês. (Aplausos) Todos veem no que se converteram as pessoas na sociedade atual. Eu não quero sequer olhar para os seus comportamentos e corações sujos. Prefiro estar em contato com os discípulos do DaFa. Porém, assim que eu me encontro com vocês, vocês levantam um monte de questões (A audiência ri) e empurram para cima de mim muitas coisas que cabem a vocês resolvê-las na medida em que cultivam. Então, fico sem escolha e não me atrevo a me encontrar com vocês. (A audiência ri)

Se vocês puderem olhar para dentro, muitos problemas serão resolvidos, não haverá tanta tensão nem reações inflamadas. Mesmo que o Mestre tenha dito essas coisas, no final das contas, vocês são seres humanos cultivando. Ainda que os discípulos do DaFa tenham percorrido essa longa jornada e tenham cultivado até o ponto em que estão hoje, antes de tudo, ainda são seres humanos cultivando. As partes boas já são divinas e estão separadas, por isso, seus corações humanos ainda se manifestam. Alguns estudantes me perguntam: “Mestre, eu tenho cultivado por tanto tempo, por que meus pensamentos maus ainda são tão fortes? Por que não posso expulsá-los?” Isso ocorre. Enquanto você não tiver completado o seu cultivo, estará sujeito a essa contaminação. Enquanto não tiver completado o seu cultivo e os seus velhos elementos não tiveram sido completamente eliminados, eles irão se manifestar. Somente quando não houver mais elementos maus, não haverá mais problemas. Mesmo tendo dito isso, ninguém deve relaxar e pensar: “Ah, então é assim. Nesse caso eu não tenho que me preocupar. (A audiência ri) Deixarei que essas coisas se manifestem, não preciso mais me preocupar”. Não é assim! O cultivo está em primeiro lugar. Eu acabei de dizer que se vocês não forem capazes de reprimir esses maus elementos, nem olharem para dentro de si mesmos ao encontrarem conflitos, se não puderem se corrigir nem abandonar os apegos humanos, vocês não terão partes plenamente cultivadas que se tornarão divinas, então, isso não contará como cultivo. Por isso, vocês necessitam cultivar constantemente as suas partes que não estão bem cultivadas, de modo que elas sejam plenamente cultivadas e alcancem a divindade. É preciso ser rigoroso consigo mesmo, somente assim é cultivo. Do contrário, para que serve o cultivo?

Como todos sabem, muitas religiões chegaram ao período final do Fa. Não é que as pessoas realmente queiram se comportar da maneira como o fazem; é que as pessoas estão confusas e perdidas. Elas confundem fazer coisas e salvaguardar as formas religiosas com cultivo. Na realidade, os Deuses não dão a mínima importância a essas coisas. Eles só consideram importante a elevação do coração da pessoa, e isso é a verdadeira elevação. Esse ambiente é meramente para proporcionar aos cultivadores, e a quem acredita nos Budas ou Deuses, uma ocasião para que possam se elevar juntos, e assim, possam aprender uns com os outros. É como os discípulos do DaFa quando se reúnem em um Fahui, ou se reúnem para estudar o Fa, trocar experiências e praticar os exercícios. Os discípulos do DaFa passam relativamente pouco tempo nesses ambientes e, ainda assim, essas são as únicas oportunidades que têm para se reunirem e trocar experiências juntos. Vocês passam mais tempo na sociedade humana comum, e assim os conflitos e tensões que vocês encontram emergem principalmente na sociedade humana comum. Esta é, precisamente, a nossa forma de cultivo. Então não se pode dizer que vocês não se cultivam bem, nem que os discípulos do DaFa não são diligentes. Haverá conflitos e problemas entre as pessoas. O importante é o modo como vocês lidam com eles.

Hoje eu apenas levei a discussão deste assunto um passo adiante. Na realidade, todo o Fa que eu venho ensinando é parte do Fa contido no livro. Leiam atentamente Zhuan Falun, todo o Fa que eu ensinei depois da publicação do livro é uma explicação de Zhuan Falun. Se não acreditam, leiam. Cultivar de acordo com Zhuan Falun os levará ao êxito em seus cultivos. (Aplausos)

Quero aproveitar esta oportunidade para dizer mais uma coisa: quando os discípulos do DaFa fazem coisas juntos, todos devem cooperar verdadeiramente uns com os outros. As mudanças nas circunstâncias gerais têm sido grandes. Vocês podem notar que muitas coisas ainda enfrentam obstáculos. Porém, uma vez que todos os obstáculos forem vencidos, essa situação finalizará. O estado atual das coisas deve-se precisamente ao fato de que esses obstáculos ainda não foram superados, ainda há muitas pessoas enganadas pelas mentiras, e também há muitas pessoas que não querem entender a verdade. Porém, esse estado está constantemente se dissolvendo, derretendo como gelo, e uma vez que tenha se dissolvido completamente, esse ambiente não existirá mais. As pessoas que quiserem se cultivar e se elevar não terão um ambiente para isso. As pessoas que quiserem salvar seres conscientes, verão que todos os seres humanos já entendem as coisas, e então não será mais necessário esclarecer nada. Em outras palavras, uma vez que as coisas realmente chegarem a esse ponto, não haverá mais nada a fazer. Justamente pelo fato de muitas pessoas ainda não estarem conscientes do que está acontecendo, é que surgiu a situação que estamos vendo hoje. É necessário que vocês façam muitas coisas. Por sua vez, as mudanças no estado das coisas são inseparáveis de tudo o que os discípulos do DaFa estão fazendo ao esclarecerem os fatos e salvarem seres conscientes. Claro, os efeitos produzidos pela situação da retificação do Fa também são parte disso. Porém, se cada discípulo do DaFa não sair para esclarecer a verdade às pessoas individualmente, nem sair para esclarecer a verdade à sociedade, então o processo de transformação da mentalidade das pessoas comuns no nível superficial não avançará. Isso não é algo que será feito pelos Deuses. Então, cabe aos discípulos do DaFa fazerem as coisas que envolvem o nível superficial dos seres humanos.

Os Fashen do Mestre, os Deuses retos e o enorme campo que o DaFa formou no mundo podem fazer que as pessoas predestinadas e aquelas que podem ser salvas apareçam diante de vocês em qualquer lugar, dando a elas a oportunidade de conhecerem os fatos verdadeiros. Mas vocês precisam fazer a parte de vocês, e nada vai funcionar se vocês não fizerem as coisas que cabem a vocês. Mesmo que a situação tenha mudado enormemente, a pressão que todos enfrentam não diminuiu. Nesse momento, salvar pessoas é urgente, ainda há muitas pessoas que não sabem a verdade. O que vale para as pessoas comuns também vale para os vários governos: independente de eles terem ou não entendimentos corretos e sem importar as ideologias deles, quando os fatos forem apresentados aos governos, eles se convencerão e passarão a ver as coisas corretamente. Seja cultivando ou salvando seres conscientes, devemos focar o coração da pessoa, e não o tipo de instituição. As coisas não foram estabelecidas de modo a se preservar certas nacionalidades e se descartar outras. Não há tal coisa. Não importa a que povo ou nação a pessoa pertence ou em que parte do mundo ela vive, nós nos dirigimos somente ao coração da pessoa e não a algum grupo.

Muitos discípulos do DaFa viram cenas verdadeiras do futuro; não são cenas falsas. Pouco a pouco, com as mudanças que surgem com o tempo, as coisas estão cada vez mais próximas. Então, como discípulos do DaFa, vocês devem fazer bem as coisas que cabem a vocês. Não precisam se preocupar com o que virá com o futuro, basta que vocês saibam interiormente o que devem fazer, guardando o Fa em seus corações e fazendo o que é preciso fazer segundo as necessidades do DaFa. (Aplausos) Vocês não devem ir a extremos; façam as coisas racionalmente e com uma mente clara. Essa é a poderosa virtude dos discípulos do DaFa. Quem puder se manter firme enquanto segue essa forma de cultivo na sociedade humana comum, está realmente agindo da melhor maneira nesse cultivo. Se, nessa forma de cultivo, alguém exibe um comportamento desalinhado ou que destoa dela, então é possível que essa pessoa não esteja agindo bem o suficiente. Como o cultivo dos discípulos do DaFa é dessa forma, esse formato é capaz de forjar os discípulos do DaFa e pode produzir estados de fruto extremamente elevados no futuro. Desviar dessa forma de cultivo ou não se conformar a ela de alguma maneira, criará obstáculos em seu cultivo. Na realidade, esses desvios são produtos dos apegos.

Eu disse essas coisas hoje e falei sobre esses assuntos com vocês porque, no presente, há muitas coisas que não foram feitas bem o suficiente, e há muitos problemas proeminentes. Vocês têm trabalho juntos, mas têm havido situações que são menos que satisfatórias, e por isso o Mestre abordou esses assuntos. Hoje eu vim principalmente para ver todos vocês. O Fahui é uma boa oportunidade para que todos aprendam uns com os outros. O Mestre não falará mais. Eu vou concluir aqui. Obrigado a todos! (Aplausos calorosos)

Estou feliz por ter podido ver todos vocês. (Aplausos) Sempre que os vejo, eu posso dizer que ocorreram grandes mudanças na situação e no estado geral das coisas. É sempre assim. Sendo assim, eu diria que o ambiente dos discípulos do DaFa pode forjar as pessoas. Como discípulo do DaFa nesta sociedade, não importa o ambiente ou lugar na sociedade, você sempre exerce um papel positivo onde se encontra. Não importa se você está esclarecendo os fatos e validando o Fa ou se está fazendo coisas que não se relacionem diretamente com o DaFa, de um modo ou de outro, você está salvando seres conscientes e cumprindo um papel enorme. (Aplausos) E isso ocorre porque os seus pensamentos retos e a sua compaixão estão exercendo um efeito positivo. Eu espero que vocês possam fazer ainda melhor no tempo que ainda lhes resta. (Aplausos) Tudo o que os discípulos do DaFa têm feito se revelará em breve. Obrigado a todos! (Longos Aplausos)

_______________
Baixar o arquivo em DOC

Última atualização: 23 de setembro de 2015