No ano passado, muitos praticantes do Falun Gong foram a Zhongnanhai apelar ao governo central chinês sobre os acontecimentos em Tianjin, onde a polícia bateu e prendeu os pacíficos praticantes do Falun Gong. Eles fizeram três pedidos: 1) Libertar os inocentes praticantes presos em Tianjin. 2) Retirar a proibição de publicar e distribuir livros do Falun Dafa na China. 3) Autorizar um ambiente legal e não hostil para praticar o Falun Dafa na China.

Hoje, praticantes do Falun Gong de todo o mundo foram para a Praça de Tiananmen, para as embaixadas e consulados chineses, para os meios de comunicação, para os governos de seus municípios e para todas as classes sociais. Nós fizemos os mesmos pedidos acima. Além disso, pedimos ao governo chinês para rescindir o mandado de prisão para o Sr. Li Hongzhi, o fundador do Falun Gong, e para reassumir a inocência de Falun Gong.

Alguns dizem que estamos envolvidos na política. Vamos ver em que “política” estivemos envolvidos no ano passado:

A enorme maquinaria estatal da China mobilizou todas as suas forças, incluindo policiais, exércitos, tribunais, meios de comunicação, partidos e sistemas administrativos de todos os níveis, e até comunidades e comitês de rua. Várias medidas contra os praticantes do Falun Gong foram tomadas, por exemplo: advertências, dispensas de cargos, dispensas de emprego público, expulsão do Partido e do Exército, bens congelados, prisões arbitrárias, espancamentos, abusos, campos de trabalho, processos judiciais, etc. Em face disso, os praticantes do Falun Gong sempre se mantiveram firmes em Zhen-Shan-Ren. Eles manifestam grande benevolência e tolerância sem qualquer descontentamento ou ódio. Eles sofrem todos os tipos de tratamento injusto e dura perseguição. Suas palavras e atos tocaram os corações de muitos que haviam sido enganados pela propaganda do governo chinês, muitos prisioneiros e policiais que levaram a cabo a repressão. No mundo, mais e mais pessoas e países estão conhecendo o Falun Gong. Mais e mais pessoas de bom coração mostram sua preocupação, simpatia e apoio aos praticantes do Falun Gong. Muitos se juntaram a nós e se tornaram praticantes.

Como praticantes do Falun Gong, sabemos claramente que não temos agenda política, nem somos contra o governo chinês. Mesmo que o governo chinês tenha cometido tantas ações erradas, se eles querem realmente descobrir o que é o Falun Gong e ter um diálogo pacífico, todo praticante ficará feliz em cooperar. Acredite ou não, se os oficiais das embaixadas chinesas tiverem a coragem de ir até nossos praticantes, eles serão sinceramente bem-vindos. Por favor, pense nisso, que tipo de política é essa?

Se todos os cidadãos de um país se mantêm silenciosos por medo diante de uma supressão irracional, o país e o povo terão esperança? Isso não é "tolerância", mas sim submissão. Um cientista chinês disse em particular que, apesar de não entender ou concordar com algumas teorias em Zhuan Falun, ele não quer falar agora para ajudar um tirano a fazer o mal. Um policial chinês disse a alguns praticantes: "A campanha contra vocês definitivamente será revertida mais cedo ou mais tarde". Uma pessoa idosa contou a alguns praticantes em Toronto: "O governo chinês está realmente ajudando você. Caso contrário, como as pessoas no mundo conheceriam o Falun Gong tão rápido?"

Nós comemoramos o 25 de abril, uma vez que mostra que, em um mundo tão cheio de perseguições materiais e desejos egoístas, ainda há muitas pessoas que se iluminaram para a lei do universo, que seguem os princípios de Zhen-Shan-Ren e estão se tornando pessoas melhores. Quanto à "verdade", eles ousaram falar claramente o que pensavam em lugares como Zhongnanhai e a Praça Tiananmen; quanto à "benevolência", eles são bons para com todas as pessoas, incluindo a polícia que participa da repressão; quanto à "tolerância", por causa da verdade e dos seres conscientes, eles estão na van da polícia, na prisão, no tribunal com um sorriso, sem descontentamento ou ódio. Eles são a esperança da humanidade. Se todos seguirem Zhen-Shan-Ren, o mundo não se tornará um lugar muito bonito? Não é esse o sonho de todas as pessoas de bom coração?

25 de abril de 2000